CAFÉ EXPRESSO

Setembro 04 2012

 

 

Por causa do plafond para pagamento com cartão de débito imposto agora como novidade da reentré pelo Pingo Doce, resolvi deixar de lá ir fazer todas as compras superiores a 20 €, as muito superiores e também as outras, como era meu hábito. De reserva ficou apenas a ideia de excecionalmente poder comprar café e chocolate preto da marca deles, embora contrariada. Mas são produtos que por isso mesmo, por serem da marca deles, não existem em mais lado nenhum. Nada a fazer. Acreditei.

 

Então hoje lá fui eu decidida. Levantava dinheiro na caixa de Multibanco que existe dentro do supermercado e comprava o meu chocolatinho preferido. E… bom, eu que sofro um bocadinho de fobia social, fui logo apanhando um susto com o ambiente de feira que se agitava logo que as portas se abriam de par em par. Aquilo era cartazes gigantescos com apelos às promoções mais extraordinárias e as caixas cheias de gente a querer pagar. Com dinheiro ou multibanco. Não sei. Foi ainda desagradavelmente envolvida nesta (im)pressão inicial que me dispus então a levantar dinheiro.

 

E lá está. Não havia. A caixa não tinha dinheiro. Só podíamos pagar contas, pedir cheques e assim. Levantar dinheiro não. E lá está também: numa fração de segundo passou-me pela cabeça inventar coisas para comprar só para gastar 20€ e poder assim levar o meu chocolate para casa. Claro que não fiz nada disso e resolvi ir a um multibanco na rua. Depois voltava.

 

Como a caixa mais próxima não era assim tão próxima como isso, tive tempo para pensar que aquele número poderia muito bem ser propositado. Tanto que eu quase caio dele abaixo. Comecei a refletir. “Mas como é que me passou pela cabeça comprar o que não queria só para não ter que sair dali”? A ideia de que o Pingo Doce afinal o que quer é gente a pagar com multibanco desde que gaste acima de uma determinada quantia agoniou-me. Neste caso as taxas pagas aos bancos já não importam. Então e porquê?

 

Fui a outro supermercado mesmo ao pé comprar chocolate preto Nestlé.  Paguei com cartão.

 

É de esclarecer que a decisão do Pingo Doce em não aceitar o pagamento de compras de valor inferior a 20€ através de cartão de multibanco não é ilegal. Antes pelo contrário, cabe dentro dos poderes do vendedor quando realiza uma oferta ao público de bens, nos termos designadamente do artigo 230.º do Código Civil. Porém, o direito não se confunde com a moral. Assim, o que é legal pode muito bem ser, como é no caso, imoral.

 

publicado por Cat2007 às 17:27
 O que é? |  O que é? | favorito

Será, então, aquilo que Kant designaria como uma ação conforme ao dever: respeita-se a legalidade e afirma-se a imoralidade da mesma dado o interesse que a suporta. Gostei do post.
M. a 4 de Setembro de 2012 às 18:55

Não ir ao pingo doce é que me surge aqui como um imperativo categórico.
Cat2007 a 4 de Setembro de 2012 às 21:19

Pois, após um teu post anterior sobre o assunto... a troca de comentários com a Catarina... fiz uma reflexão profunda sobre o assunto.... e não fui ao Pingo Doce no Domingo.... e não volto a ir enquanto esta questão não estiver resolvida. entretanto tenho outras possibilidades como minipreços, Continentes e afins. Os produtos Pingo Doce, e o takeaway que vão para o raio que os @%&?!
Só la volto a por os pés por necessidade extrema ou por voltar a ser possível pagar com cartão independentemente do valor!
Sara a 4 de Setembro de 2012 às 20:28

Esta coisa de criarem necessidades nos clientes e depois utilizarem o "poderzinho" para manipular....é como disseste imoral!!
Sara a 4 de Setembro de 2012 às 20:30

Sara, penso que a questão está mais que resolvida para eles. A nós resta-nos pactuar, ou não, com a imoralidade. Não creio que venha a haver um movimento coletivo relevante  que os leve a mudar de ideias. Lucram sempre. À nossa custa ou não. A escolha é nossa, dos consumidores.
Cat2007 a 4 de Setembro de 2012 às 21:23

Sim eu sei.
O se, de "se eles voltarem atrás" é simplesmente uma questão de principio.... não vou dizer: nunca mais vou ao Pingo Doce!!
Simplesmente digo: não volto ao Pingo Doce, SE a situação não se alterar... Image
 
Eu não tenho a pretensão de alterar nada. Nem tenciono fazer nada nesse sentido. Simplesmente salvaguardo a minha posição... e deixo espaço de manobra, no caso de voltar a ser necessário. O que eles fazem ou deixam de fazer é um problema deles. A minha veia reivindicativa e activista é muito diminuta. Não tenho nem energia nem paciência. E acho que acções, isoladas de se pagar no Pingo Doce com notas de 50 euros são simplesmente ridículas.

Cada um (individuo ou entidade) faz as suas opções baseado no que considera ser as suas prioridades. É só isso. É simples.



Sara a 4 de Setembro de 2012 às 21:37


Seja como for, insisto, compreendes que "a situação não se vai alterar".
Cat2007 a 5 de Setembro de 2012 às 10:28

Ca granda melga!!! 
Se me quiseres chamar de lerdinha chama, mas é escusado exagerar.Image
Sara a 5 de Setembro de 2012 às 10:47


Image
Cat2007 a 5 de Setembro de 2012 às 16:32

"A minha frase favorita é a minha quando me sai bem"
pesquisar
 
stats
What I Am
comentários recentes
Viver é respirar, de acordo. E continuo a insistir...
É verdade, a coragem é uma das coisas mais importa...
Também não acredito nisso...se é que alguma vez ac...
Com muita calma e paciência tudo se começa! 
Mas a questão é que, antes de se preocuparem com o...
yah, a quantidade de construções emocionais que nã...
Posts mais comentados
140 comentários
122 comentários
122 comentários
106 comentários
82 comentários
arquivos
2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


Setembro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
12
15

18
20
21
22

23
24
26
27
28
29

30


blogs SAPO