CAFÉ EXPRESSO

Fevereiro 28 2008

 

 

Já fui sócia do Holmes Place. E nunca mais serei!

 

Quase todos os Holmes que existem em Lisboa parecem organizações de luxo. Tudo aparece excelente: as instalações, as máquinas, as piscinas, os balneários espaçosos (com secadores de cabelo, sauna e banho turco), o aspecto dos recepcionistas e dos instrutores, os programas de aulas,  e o livre acesso a tudo isto.

 

Dentro do Holmes Place toda a gente tem uma postura aparente de que aquilo é um local muito selecto. E a disposição aparente para dispensar e receber um tratamento VIP  respira-se no ar. Enfim, todos nós gostamos de estar em bons ambientes. Ficamos convencidos.

 

Quando me inscrevi, solicitaram-me o pagamento de um montante de inscrição, para além da mensalidade. Não me pareceu desequilibrado face à oferta e ao tratamento cuidado que me estavam a oferecer.

 

É claro que estranhei que as toalhas de duche e os cadeados para os armários fossem debitados à parte. Pensei que seria mais adequado incluir logo isso na "jóia" para, enfim, não dar imediatamente este mau aspecto. "Tudo bem", pensei condescendente.

 

 

Mas, depois, veio aquela questão de dar o NIB e uma autorização de transferência bancária durante um ano. "A que propósito?", perguntei eu. "Se não me apetecer fazer exercício durante um ano, como é? E se eu quiser mudar de ginásio?", insisti. Não me lembro das respostas insatisfatórias. Sei que, já um bocadinho irritada, mas por opção própria, acabei por pagar o ano inteiro de uma só vez. Não gosto nada de andar por aí a distribuir autorizações para mexerem na minha conta de banco. É que podem acontecer abusos. E depois dá uma grande uma trabalheira repor tudo no sítio. Com este tipo de procedimentos, estabelece-se uma relação muito intima. Ora, relações intimas impostas é do piorio. Mais ainda com ginásios.

 

Começamos então a frequentar.

 

Afinal, a piscina não está livre nos horários que nos servem, as aulas de estúdio mais interessantes estão sempre cheias, e dependem, por isso  de uma senha de ingresso. Obtém-se por ordem de chegada. Tipo consulta no hospital. Quem quiser pode ter as mesmas dentro de grupo mais restrito de pessoas, PAGANDO. Não sabíamos.

 

Já no ginásio, encontramos um ambiente cheio de instrutores, equipados (fardados) a rigor, cheios de postura profissional. São eles que estão ali para nos ajudar. Pessoal com um contrato de trabalho (presumimos, mas não é verdade), cuja função é garantir que tudo funcione de acordo com os padrões que nos disseram que tem. Ou seja, programas de treino adequados e um apoio permanente sobre  a evolução e a motivação.

 

No primeiro dia há um instrutor que nos dá, o que eles chamam "uma orientação inicial". Supostamente, a partir daqui, e na posse de um programa de treino, também supostamente, adequado, ficamos, ainda supostamente, a compreender as máquinas e a saber trabalhar com elas. Depois, eles continuam lá. Imensos, de camisola encarnada. Vão, pois, ajudar-nos nas dúvidas iniciais que surjam e no desenvolvimento natural dos treinos para níveis mais avançados. Imaginamos. E não deixarão de nos motivar sempre. Presumimos.

 

Ao fim de pouco tempo, percebemos que o conjunto de exercícios que temos na mão não serve para grande coisa. Os objectivos não serão alcançados. Olhamos para os instrutores, chamamos, pedimos ajuda. Eles corrigem-nos rapidamente a postura e saem com um simpático sorriso administrativo.  Há qualquer coisa no ar que nos diz que não podemos solicitá-los muito.

 

E o contracenso torna-se evidente. "Mas afinal o que estão estes aqui a fazer?". É a pergunta que nos vem imediatamente à ideia.  Depois, lentamente, começamos a perceber. Na verdade, quando não os chamamos, eles aproximam-se. Vêm  e perguntam, com um sorriso, que também é o administrativo, mas  aparece na sua formulação número dois, "está tudo bem?". É um choque. Por isso, embora não esteja tudo bem, nós respondemos: "sim, obrigada". Queremos continuar. Estamos a meio de um exercício qualquer. Eles não estão lá para isso. Para ajudar.

 

A nossa resposta não os satisfaz. Começam com perguntas sobre o nosso programa de treino. Sempre a sorrir amavelmente do modo atrás descrito. A simpatia administrativa é um poderoso instrumento para o desconforto e culpabilização dos indivíduos. Sentimo-nos na obrigação de lhes continuar a dar atenção (não devia ser o inverso?). Passamos, então, as informações que eles já sabem. Porque conhecem bem o funcionamento do sistema. 

 

É neste momento que ouvimos todas as informações fundamentais sobre o modo de atingir resultados. Temos que mudar de programa de exercícios . Concordamos. Ele vai fazer isso. Paga-se à parte.

 

Não conseguimos deixar de pensar que não era esta a ideia que nos transmitiram, que as coisas não nos foram apresentadas assim, que a organização que vemos não nos indica nada disto.

 

No entanto, Pagamos. Marcamos. E fazemos a reprogramação, Durante os 50 minutos de duração desta sessão especial de treino, mais informações fundamentais nos são prestadas. O melhor, mesmo, seria fazer sessões de treino personalizado (PT). Sem dúvida. Acrescente-se que, para chegar ao mesmo, o clube também promove, por regra num sábado qualquer, umas sessões gratuitas  de PT, só para nós experimentarmos a diferença. Que, de facto, existe. Actualmente, fazer PT custa 50€ 50m . Quem pode, acaba por fazer. Eu, evidentemente, cai daí abaixo e comprei um pacote de 20.

 

Tudo fica perfeitamente claro. De acordo com a filosofia de funcionamento do Holmes Place , sem treino pessoal, ninguém atinge objectivos mínimos. As mensalidades, estabelecidas a um preço mais ou menos democrático, são secundárias para a política comercial do clube. Quem lá anda, e só dá esta contribuição, é literalmente votado ao abandono prático. A política do clube é levar o maior número de pessoas lá para dentro. E, depois, convencer igualmente o maior número possível a pagar, para além da dita mensalidade, aulas particulares.

 

A sensação de se ser um objecto de cobiça, nestas circunstâncias é profundamente desconfortável. Ninguém gosta de ir ao engano. Quem pode gastar 250, 300 ou 500€, por mês, com um instrutor pessoal de fitness , gasta. Vale a pena ser directo. Aliás, impõe-se a transparência, para que a honestidade não seja posta em causa . Quem não pode pagar, não deve ter de  este tipo de pressões disfuncionais. E, muito menos, sofrer as suas consequências. A maior parte dos sócios do Holmes Place desmotiva-se, continua a pagar (porque deu a tal ordem de transferência válida por um ano), mas não vai lá.

 

Um mês antes de acabar o primeiro ano, já eu recebia uma carta a dizer que o prazo para pagar A ANUIDADE  seguinte se estava a esgotar, pelo que deveria proceder à regularização da DÍVIDA no prazo X. Divida, anuidade. Mas que conversa era esta? Nem me dei ao trabalho de lhes responder. Não voltei lá. Deixei uma boas 5 aulas de PT por fazer. Cortei. Pronto. Desisti da ideia de ir lá armar uma barracada . Para quê?

 

Quando, mais tarde, resolvi que precisava de fazer mais um bocado de musculação, acabei por ser convencida a regressar. Afinal, era mesmo ali ao pé de casa. E eu já estava um bocado esquecida. Andei lá mais dois anos. Fartei-me de faltar. Como é evidente. O assédio para fazer treino personalizado era terrível. Mas, desta vez, NÃO FIZ!

 

Entretanto, apercebi-me que a taxa de IVA aplicada sobre as mensalidades deixara de ser 21%, para se quedar nos 5%. Os preços praticados mantiveram-se. Podia explicar aqui a ilegalidade deste procedimento. Nomeadamente, em relação às regras estabelecidas nos contratos (de adesão) que o clube assinou com os sócios. Não vale a pena. É muto técnico, logo chato. Na verdade, basta dizer que as pessoas têm direito a ser reembolsadas de tudo o que pagaram a mais. As que pediram, receberam um NÃO cheio de sorrisos administrativos (daqueles que já sabemos) e justificações que só dão vontade de rir. . Houve queixas para a DECO e junto da própria Direcção-Geral dos Impostos. Não sei se o que poderá acontecer. Talvez pouca coisa.

 

Quanto a mim, sai de lá definitivamente no ano passado. Ligaram-me recentemente a oferecer um livre trânsito grátis por uma semana e mais não sei o quê. Aproveitei a oportunidade para explicar (recordando, porque ela já sabia) à menina do telefone (embora bem sabendo que a culpa não era dela)  todas estas coisas que acabei de dizer, e mais algumas. No fim do discurso apresentei as minhas desculpas pessoais a quem só estava a fazer o seu trabalho. Já sobre as magnificas vantagens oferecidas, talvez as mães dos responsáveis por esta política precisem delas.

 

Bom, e como este post é de 2008, ficam ainda dois links com actualizações: http://ogatogaga.blogs.sapo.pt/59602.html e http://ogatogaga.blogs.sapo.pt/43460.html.

publicado por Cat2007 às 16:57
 O que é? |  O que é? | favorito

Obrigado pelos esclsrecimentos. Sou ainda sócio do HP, mas acredito em ti, porque ambos ouvimos rádio marginal.
Quanto ao demais só caímos quando queremos, ou na pior das hipoteses quando gostamos
Pedro Coimbra a 6 de Maio de 2008 às 11:30

Olá Pedro, obrigada pelo comentário. Pois eu gosto muito da rádio marginal. Porém, acho que acreditas em mim porque és sócio do Holmes e reconheces perfeitamente as coisas como elas de facto são. Um beijinho.

Sou sócia do Holmes Place. Inscrevi-me há pouco tempo e ao contrário dos comentarios anteriores tenho uma opinião muito boa sobre esta rede de ginásios. Tem muitas vantagens tendo em conta o valor que me é cobrado mensalmente: as instalações são muito boas, podemos treinar em vários clubes, podemos usufruir das diversas aulas dos mesmos com muito poucas restrições (senhas e aulas privadas), temos sempre direito a toalha de treino,... Quanto à pressão que existe relativamente aos PT's esta só está presente para quem não deixar bem claro que não está interessado ou que não tem possibilidades. Apenas a primeira avaliação é marcada para a partir dai traçar o plano de treino(que todos os sócios têm) de acordo com os objectivos, as avaliações seguintes não são obrigatórias. Basicamente é só saber dizer claramente que NÃO.
Anónimo a 22 de Setembro de 2010 às 18:49

Cara Anónima,
Se tem uma opinião muito boa do HP fico contente por si. Está a pagar, merece ser bem servida. Infelizmente, por experiência própria, tenho uma péssima opinião.
Beijinho
Cat2007 a 24 de Setembro de 2010 às 23:37


Sou sócia do Holmes Place há mais de 9 anos e continuo muito satisfeita, pelos excelentes instrutores e também pela boa organização.
nini a 7 de Dezembro de 2012 às 16:00


Discordo totalmente consigo...
O meu testemunho, não poderia ser pior...Lamentavelmente detestei o conceito deste ginásio, deixando muito a desejar!
Começou logo pelo acesso ao ginásio, quase com "arma" apontada para me inscrever...assinei num espaço de um mês uns 3 contratos sem me facultarem nenhuma cópia, os colaboradores a desculparem-se sempre com outros colaboradores pelo sua falta de empenho e de profissionalismo...o que para mim é falta de ética!
Não compreendo como é que um ginásio, que deverá para a pessoa relaxar, tem como principal acesso às aulas umas senhas tipo charcutaria...quem chega 1º é servido...os que não conseguiram obter senha, toca de fazer outra aula qualquer mesmo que não se goste.
Outra das coisas que me deixaram a minha pessoa completamente lixada é o facto de os balneários estarem em obras e termos filas intermináveis para o banho.
Enfim, ginásio que se preze tem que ter pessoas qualificadas pra dar aulas e ali não me parece que tenham qualifações académicas para isso.
Da minha parte e daquilo que eu poder divulgar, fiquem descansados exmos. srs. que não receberão nenhum "freguês" (esta é a conotação com a qual me fizerem identificar aí na vossa barraca)
Bem haja e uma Santa Páscoa
Dados só para mim a 19 de Abril de 2011 às 16:04

Gostava apenas de dizer o seguinte: Trabalhei no Holmes Place de Alvalade desde a sua abertura até Novembro de 2007, altura em que fui mãe e optei por estar mais perto do meu filho.

Já tenho ouvido falar muito do HP e é certo que nem todos os comentários são agradáveis, no entanto gostava de dizer que em primeiro lugar é normal haver diferenças entre clubes, e sei hoje que seja qual for a política da empresa, são as pessoas no local e a forma como interpretam e querem chegar aos resultados, que fazem o clube.

Posso apenas dizer que haverão bons e maus funcionários em todos os locais, mas eu garanto que da minha parte e da restante equipa sempre tentámos fazer o melhor por todos.

Não há dúvida que existem objectivos comerciais, e falamos de uma casa que naturalmente tem fins lucrativos, mas nunca ninguém saiu das minhas aulas a pensar que tinha tido uma aula fraca ou que não conseguiria atingir objectivos com ela...o mesmo para quando fiz as "orientações iniciais" ou quando estava a ajudar com a tal camisola vermelha...eu e muitos outros estavamos lá mesmo para ajudar.

Naturalmente, e sei que sabe, o serviço de PT é de facto a melhor forma e mais rápida de atingir objectivos.

Quantas pessoas pagam por mês ginásio para ficar na mesma??

Mas também trabalhei com pessoas que depois de atingir o objectivo "foram à sua vida" apenas para manter, e com sucesso.

Não sinto nada que o meu trabalho, mesmo com objectivos comerciais, tenha alguma vez ficado aquém, e estou convencida de que as pessoas que trabalharam comigo, seja em que condições, têm a mesma opinião.
Obrigada

Rapsyx a 5 de Junho de 2008 às 15:03

Dou-lhe os parabéns por ser mãe. Eu não sou, mas acredito sinceramente que quem é acrescentou qualquer coisa de perfeitamente inegualável à sua vida.
Dou-lhe também os parabéns por ter sido PT no Holmes Place porque isso significa que é muito competente na sua profissão.
Também lhe dou os parabéns pelo seu sentido de lealdade porque é uma coisa importante e rara.
Pois todos temos ouvido dizer muitas coisas muito desagradáveis sobre o HP. Claro. Porque o HP faz coisas muito desagradáveis, e isso nota-se.
De resto, ainda vamos ouvir mais porque, segundo consta, a Direcção-Geral dos Impostos sempre vai analisar as situações que estão em cima da mesa..
Não sinta que o que escrevi é contra os PT, demais instrutores do HP e pessoal que lá trabalha. Acho-os profissionais excelentes. E, mais, acho mesmo que são vítimas do próprio sistema disfuncional que o HP criou.
Muito obrigada pelo seu comentário

Cat2007 a 6 de Junho de 2008 às 16:55

É óbvio que no HP lhe fizeram uma grande lavagem cerebral, como é normal.  Todas as casas «têm naturalmente tem fins lucrativos», mas não precisam de ter políticas de marketing de guerrilha em captar os clientes.

P.S. Como é a politica de toda a cadeia do Holmes Place. 
anónima a 7 de Junho de 2013 às 15:09

Já trabalhei também no HP e realmente concordo com tudo o que se disse.O Holmes Place na minha opinião dá demasiado valor ao "fitne$$" e devia dar mais valor aos seus clientes(não só os que querem ter aulas particulares,ajudando os mais na busca dos seus objectivos e em mante los animados enquanto fazem exercício) e os trabalhadores(muito do staff do holmes não tem metade do reconhecimento que devia,anda ali a esfolar se por ter os targets comerciais de horas de PT e se for preciso ao mínimo deslize levam uma descompostura à grande).So acrescento q gostei muito de trabalhar um tempo la porque não me deixei "comprar" e ajudei o máximo de pessoas que consegui a troco de pouco ou nada.
Já agora não desanime!Não deixe de fazer desporto,as vezes custa muito mas depois compensa.Força!
Paulo Almeida a 14 de Janeiro de 2009 às 00:42

Olá Paullo,

Ao seu comentário só tenho a acrescentar que a maioria dos PT's do Holmes Place são extraordinários. Deles tenho a melhor impressão. Considero, aliás, que são tão vítimas como os sócios. Ou mais porque são obrigados a fazer um ingrato papel de vendedores que não lhes compete e para o qual não foram, nemquiseram ser formados.
Descanse, eu continuo a fazer desporto. Mas noutro sítio. Desejo-lhe a maior sorte.
Cat2007 a 14 de Janeiro de 2009 às 14:10

Muito obrigado e igualmente.
:)
Paulo Almeida a 14 de Janeiro de 2009 às 14:55

Caros,

Sou frequentadora do Holmes já lá vão 5 anos, 4 dos quais com muito pouca assiduidade. Troquei de uma outra cadeia de ginásios para o HP pois precisava de um novo ânimo, mas acabei por me deparar com uma estrutura que nada tinha a ver com a minha personalidade. Muito comercial e pouco criativa!!! Descobri que tudo o que era giro tinha de ser pago à parte!!! (Como se a mensalidade fosse insuficiente!!!). Só neste último ano voltei a frequentar o ginásio. Sendo que nunca deixei de pagar as mensalidades, concluí que era uma loucura estar a dar dinheiro aos senhores do HP sem nem gastar um bocadinho de água do duche. Devo dizer que o meu regresso ao HP deveu-se à próximidade deste às zonas onde trabalho e vivo e ao facto de ainda haverem PT que dispõem do seu tempo para fazerem planos de treino personalizado sem cobrarem nada. (que a direcção não saiba) Obrigada aqueles que ainda conseguem abrilhantar um ginásio que de fitness tem muito pouco.

Cumprimentos
Mariana a 9 de Julho de 2010 às 10:11

Creio que os PT's ainda são o que de melhor existe no HP. Aliás, todos os funcionários, com excepção dos Managers. De facto, a politica do HP é que é uma vergonha. Não as pessoas que lá trabalham.
Um beijinho
Cat2007 a 12 de Julho de 2010 às 16:14

Boa Tarde eu sou Socio do Holmes Place e não posso deixar de perguntar o que é que considera giro mas que têm de ser pago á parte ?
Anónimo a 8 de Julho de 2011 às 08:20


bom dia,

Chamo-me Nuno e estou na eminencia de poder vir a fazer parte da equipa comercial da Holmes Place. Mas depois de ler o seu testemunho ja nem me apetece ir sequer à entrevista. Gostaria de poder saber a sua opinião.
Obrigado
nuno miguel a 1 de Agosto de 2013 às 12:22

não imagino nada melhor para formar um ponto de vista do que ir à entrevista. boa sorte.
Catarina a 2 de Agosto de 2013 às 01:50

Infelizmente não me posso identificar, trabalho no Holmes Place e sei que o que a Srª, acaba de mencionar é verdade.
Preciso de trabalhar e como não tenho outro emprego tenho de me sujeitar.

A empresa obriga-nos ajudar (como eles dizem) as pessoas a individarem-se com créditos, o tal de top24 financiado pela credibom ou santander. se não o fizermos, vamos embora e se 30% desse target nao for cumprido, nem comissões recebemos.

já para não falar nos jogos psicologicos e na obrigacao que temos em fazer horas extras, se nao vamos para a rua... e remuneração nem ve la... a propria folha de entrada e saida tem de ser preenchida com as 40h legais. o que posso dizer? sou mae, tenho um filha linda e tenho de me sujeitar a isto... entro todos os dias de segunda a sabado as 10 e saio as 21h20, cá em lisboa o clube fecha as 23h... é uma vergonha
Patrícia a 29 de Março de 2009 às 19:35

Patrícia, porque não vai discretamente à Inspecção do Trabalho e se inteira melhor dos direitos que tem. Porque, mesmo com os trabalhadores, como é o seu caso, as coisas não são bem como eles acham que são. Não lhe estou a sugerir que se meta em guerras, mas não faz mal nenhum andar bem informada. Just in case. No mais, desejo-lhe toda a sorte e melhores dias. Um beijinho (que se estende à sua filha linda.
Cat2007 a 29 de Março de 2009 às 20:11

olá patricia...gostaria mt de entrar em contacto consigo para que me possa ajudar numa questao....
o meu mail é fsofiavaz@iol.pt

obrigada
sofia a 9 de Julho de 2009 às 16:29

Cara Sofia,

Na verdade não trabalhei nop HP, apenas fui sócia. Penso que os procedimentoas de cobrança que estão a levar a efeito sobre si não vão chegar a lado nenhum. Até porque não lhes vejo viabilidade jurídica, no entanto não seria mau ir à DECO, no 4º andar da Rua Castilho, dado que esta associação já detém variadissimas queixas por parte de pessoas que frequentaram o HP. Por outro lado, creio que devia dirigir-se ao clube onde andou, pedir o Livro de Reclamações e debitar para lá todos os acontecimentos. Fica com a cópia e envia para a ASAE, de acordo com as instruções que constam do mesmo livro. Isto sim é que seria muito desagradável para eles.

Saudações cordiais.

Cat
Cat2007 a 15 de Julho de 2009 às 09:26

Temos sempre duas hipóteses ..ou fazermo-nos de vitimas ou aprendermos com os desafios e evoluirmos como profissionais....mas nem todos temos a capacidade de superar os desafios e limitamo-nos a lamentar a vida que nós mesmos escolhemos....O HP é a única empresa na área do fitness que permite que se cresça a cada dia...Mas não é para todos...
Anónimo a 10 de Fevereiro de 2010 às 11:04

Parabéns para si e para o HP. Eu cá quandop passo na praia por pessoas que se mantêm no HP só lhes consigo ver a barriga caida. Mas enfim, a culpa é delas que não se sabem motivar e disciplinar.

Se essa de ser incapaz de superar os desfios é comigo, bateu na porta errada. Já o muro das lamentações fica em Jerusalém, caso não saiba.
Cat2007 a 10 de Fevereiro de 2010 às 11:31

Se pensa assim o seu mundo é extremamente pequeno, das duas uma ou nunca fez desporto ou é débil mental
Henrique a 11 de Abril de 2010 às 13:47

Caro Henrique,

Eu cá não costumo responder a SPAM.

Saudações cordiais
Cat2007 a 11 de Abril de 2010 às 22:21

Boa tarde, tenho a minha inscrição no HP há cerca de 6 meses. Fiz contrato no Top 24. O que se passa é que me encontro com imensos problemas financeiros e de saúde e preciso rescindir o meu contrato, mas tou aterrorizada com o que tenho lido sobre essa rescisão. Podem-me ajudar com alguns conselhos sobre como o fazer?
Muito obrigada
Sofia a 17 de Março de 2010 às 18:54

Eu não sei como ajudar, mas apelava aqui a alguém que soubesse como esclarecer. Talvez seja boa ideia falar directamente com o Banco e ver o que pode fazer por ali. Desejo-lhe boa sorte, sinceramente. E peço desculpa por não poder ajudar.
Saudações
Cat2007 a 23 de Março de 2010 às 02:18

Bem sei como é complicado denunciar contrato com o HP.
Se quer mesmo denunciar deve em 1º pedir cópia do seu contrato de adesão e remeter uma carta registada a invocar o motiva que a impossibilta a frequentar o ginásio e juntar comprovativo. A carta tem que ser enviada com 30 dias de antecendencia sobre a data em que deixa de proceder ao pagamento das mensalidades.
Espero ter ajudado.
CNA
cátia almeida a 19 de Abril de 2010 às 20:53

Embora não sejam para mim, agradeço as iformações que deixou.
Saudações
Cat2007 a 20 de Abril de 2010 às 20:38

Sofia estou na mesma situação, já falei com o HP e disseram que ao 11º mês posso fazer uma carta a pedir para rescindir o contrato e pago uma taxa de 26€ por cada mês passado, portanto 26x12=312€ e então já posso terminar o contrato.
Se alguem souber de outra forma de o fazer por favor diga.

Muito obrigada.
Fernanda a 11 de Outubro de 2010 às 14:59

Fernada,
Se eu soubesse, podes crer que te dizia na hora. Assim, só fico indignada.
Boa sorte
Beijinho
Cat2007 a 12 de Outubro de 2010 às 02:10

Andava eu pelo Google á procura de informações sobre o HP quando me deparo com este blog, o qual fico muito contente por ter descoberto. Como vivo a 2min do HP de Alvalade estava a pensar em inscrever-me para ir 2x por semana trabalhar os músculos mas depois de ler este relato fico extremamente contente por estar agora a perguntar-vos quais as alternativas nesta zona? Quem me quiser e puder ajudar por favor que me envie email.

Da minha parte podem contar com publicidade negativa daqui por diante, sou apologista de que quem não merece estar no mercado tem que ser ‘eliminado’ quanto mais cedo possível!

Muito Obrigado
Tiago Faria
Tiago Faria a 7 de Maio de 2009 às 04:30

Olá. Pois segundo um artigo que eu li, parece que o Mega Craque é o mais limpo nestas coisas, apesar de exigir a filiação por um ano. Eu, por mim, resolvi escolher um ginásio pequenino e discreto onde tenho aulas de PT 3x por semana a menos de metade do preço do Holmes Place. Ah! E estou a obterrealmente resultados. Boa sorte
Cat2007 a 7 de Maio de 2009 às 16:42

Olá Tiago, como profissional do Holmes Place á 5 anos. consegui passar por vários departamentos. E digo-lhe que se tivesse de inscrever num ginásio seria no HP . Por tudo, pelo staff, pelas condições, pelo ambiente. Somos lideres de mercado e não há-de ser por acaso. Acredite, experimente e se se inscrever leia bem as condições do contracto, para não fazer como muitas pessoas que se queixam de não terem toalhas ou cadeado, ou ser obrigatório esta lá um ano...leia tudo para não haver dúvidas...E bons treinos
Anónimo a 10 de Fevereiro de 2010 às 11:10

Bem sei que se está a dirigir ao Tiago, porém este meu comentário é apenas para lhe dizer que é muito bem vindo aqui ao meu blog para fazer publicidade ao magnifico Holmes Place. Espero que seja bem sucedido. Eu cá por mim estou a divertir-me.
Cat2007 a 10 de Fevereiro de 2010 às 11:34

Caro Anónimo HP, bem sei que se dirige ao Tiago, no entanto só queria dar-lhe as boas vindas aqui ao meu blog. Venha promover o HP neste espaço. Espero que seja bem sucedido. Eu divirto-me muito. Obrigada.
Cat2007 a 10 de Fevereiro de 2010 às 11:41

Que aborrecimento, fiz dois comentários quase iguais. Estava distraida. Peço desculpa.
Cat2007 a 10 de Fevereiro de 2010 às 11:42

Caro anónimo, obrigado pelos esclarecimentos, por certo que a sua opinião pode ser muito convincente(para ignorantes que papam toda a bosta que lhes querem vender), mas eu prefiro opiniões isentas e que inspirem a mínima confiança, e acontece que no dia que fui visitar o HP(sim, dou o beneficio da dúvida) tive opurtunidade de encontrar dois amigos meus e ambos me confirmaram que 'não conseguiam' treinar devido a pressões dos que por lá andavam, tal como descrito no inicio. As instalações eram boas, não ponho isso em causa. Mas se há coisa que me chateia são pressões e incentivos ao consumo, já parece aquele senhor que vem ter conosco no supermercado do el corte inglés a impingir o cartão de cliente ou os da Citybank nos shoppings. Eu se quiser consumir sei procurar, e, evidentemente escolher. Obrigado na mesma mas fica-lhe muito mal vir para aqui anónimamente defender uma instituição com mais de 100,000 clientes. No dia em que o nº de clientes for sinónimo de qualidade certamente que viverêmos num mundo muito mais justo.
Tiago a 10 de Fevereiro de 2010 às 16:47

Caro Tiago,

LooooooooooooooL!
Cat2007 a 11 de Fevereiro de 2010 às 09:42

Qual é o novo ginásio cat2007?
tigas a 31 de Maio de 2009 às 14:27

Eles agora têm mais novidades lolol!
Rita Monteiro a 25 de Julho de 2009 às 13:23

Não me digas. Vou já lá a correr!!!!!!!!!!!!!!!!!
Cat2007 a 27 de Julho de 2009 às 09:49

Bora, eu vou contigo. kkkkkkkk
Milton a 17 de Maio de 2010 às 02:02

Então, embora lá.
Cat2007 a 17 de Maio de 2010 às 13:10

Nada tenho a dizer! Apenas quero agradecer os testemunhos aqui dados que me evitaram um ganda barrete!!!

Obrigado a todos
Filipe a 15 de Agosto de 2009 às 17:16

Ainda bem. Fico muito contente por si. Um beijinho
Cat2007 a 2 de Setembro de 2009 às 14:04

Também desisti do Holmes Place. Gostava muito das aulas de grupo, mas a pressão para "PAGAR" aulas de avaliação de performance todos os 6 meses a 30 euros, a acrescer à mensalidade de 87 euros (com protocolo) fez me desistir.

Também senti na pele o sorriso admnistrativo dos instrutores e da recepção...


Já agora: alguém conhece um ginásio perto da estação do oriente?

Bem sei que o Active life vai abrir no final deste ano, mas enquanto não abre gostava de praticar desporto.

Obrigado.
Catarina Duarte a 19 de Agosto de 2009 às 21:53

Também desistiu? Compreende como eu a compreendo, claro. Só nãoentendo como é que eles não entendem o que está a acontecer. Não conheço nenhum ginásio perto da Expo, para além daqueles que existem, e toda a gente conhece. Um beijinho.
Cat2007 a 2 de Setembro de 2009 às 13:57

Olá Catarina. já não ha obrigatoriedade de se fazer as avaliações da condição fisica no HP.
Anónimo a 10 de Fevereiro de 2010 às 11:12

Ai não? Muito obrigada. Então vou ponderar voltar. LoooooooooooL.
Cat2007 a 10 de Fevereiro de 2010 às 11:15

Desculpe lá mas isso é mentira!
Ainda ontem estive num HP.. tenho um contrato na mão.. e em letrinhas pequeninas faz referência às avaliações físicas!
Slowgun a 30 de Março de 2010 às 13:25

Caro Slowgun,

Obrigada pela informação.
Cat2007 a 31 de Março de 2010 às 13:34

Solinca Vasco da Gama, embora a pressão não seja tanta acontece exactamente o mesmo.
Cheguei a fazer uma reclamação por escrito porque a agua da piscina estava sempre gelada e a asae nada fez. entretanto perdi essas aulas porque n podia estar na agua gelada.
graça a 12 de Agosto de 2010 às 14:03

Sim, se o HP faz, as outras cadeias tendem a imitar porque só têm a ganhar com isso. Por acaso, cheguei a pensar em ir para o Solinca depois do HP, mas como me cheirou a coisa do mesmo génor. Daí,não fui.
Cat2007 a 13 de Agosto de 2010 às 11:06

Boa noite.
Realmente, escrevi no google "mensalidade Holmes Place", visto que no site nenhuma dessa informação está disponível, e deparei-me com este blog, que me ajudou a tirar esta ideia da cabeça.
Obrigada por todos os testemunhos e informações, porque realmente o que procuro não é ser discriminada financeiramente, nem aliciada para programas que deviam estar mais que pagos...
Tenho que começar a procurar um novo ginásio. :D

Beijinhos
Mónica a 3 de Setembro de 2009 às 21:30

Ficou muito contente por contribuir para que outras pessoas não vão ao engano como eu fui. Beijinhos.
Cat2007 a 6 de Setembro de 2009 às 14:02

E por acaso ja se dirigiu a algum HP? se não vir com os seus próprios olhos, nunca saberá a verdade. se temos mais de 100.000 sócios não ha-de ser por acaso.
Anónimo a 10 de Fevereiro de 2010 às 11:15

Se têm mais de 100.000 sócios devem estar muito contentes. Muito mais contentes do que eu enquanto fui sócia.

Saudações
Cat2007 a 10 de Fevereiro de 2010 às 11:16

ladroesssssssss
joao a 12 de Março de 2010 às 14:39

CaroJoão:

Loooooooooooooool.

Saudações.
Cat2007 a 16 de Março de 2010 às 13:49

100.000 sócios activos a frequentar regularmente o HP ou inscritos mas desmotivados!!!!!!
ja a 22 de Março de 2011 às 20:19

Pensei que fossem mais. Há anos que anunciam 100.00 sócios. Bem eu já estive inscrita e desmotivada. É por isso que nunca mais estarei no número indicado.
Cat2007 a 23 de Março de 2011 às 12:36

Eu sou um desses 100.000 sócios, mas por pouco tempo visto que o meu contrato está a acabar e não tenciono voltar a meter lá os pés.
Miguel V a 21 de Maio de 2011 às 19:54


Exacto Miguel V. Também fui uma das 100.000 sócias ;)

Bom Dia, depois do que li neste blog não posso deixar falar, pois tambem sou socio Holmes Place e não me identifico com este blog nem um pouco, e vou partilhar porque:
a Piscina no meu Clube a Avenida devo dizer, esta sempre livre menos durante as aulas de Hydroginastica como me foi dito na inscrição, a sua não estava livre quando ?
Quanto as senhas tambem estranhei um pouco no inicio mas depois pensei qual seria a alternativa ficarmos tipo carneirinhos a porta das aulas para ver quem tinha lugar ? ...
Depois vem com uma historia muito engraçada de que o Holmes Place so nos da atenção se tivermos personal trainer o que realmente não percebo, qual era a sua ideia de treinar num gynasio, ter alguem sempre consigo que lhe diga o que fazer para atingir objectivos ? Ninguem precisa de um personal trainer para atingir objectivos basta ter força de vontade e saber o que esta a fazer, o personal trainer esta la como uma opção de ajuda e de solução para aqueles que nao se conseguem auto-motivar a treinar como claramente é o seu caso, eu treino sem pt e não estou desmotivado! Na minha opinião a sua experiência na verdade é ridicula e gostaria de saber se possivel o que seria para si uma ida a um  Gym espectacular para perceber quais as suas espectactivas e soluções de funcionamento para um Gynásio! Dizer mal é fácil vamos lá ver se consegue fazer algo criativo...
Anónimo a 8 de Julho de 2011 às 08:49


Eu já visitei vários Holmes Place e não achei nada de especial, acho o espaço das máquinas muito apertado. Aquilo é mais parra do que uva. Prefiro o Mega Craque nesse aspecto, tem uma sala de exercícios razoável, disponível em dois pisos. As aulas de grupo é que aqui são fracas, pois estão sempre a mudar e tirar aulas clássicas  e a acrescentar novas modalidades inventadas por eles que não servem para nada em termos físicos.
João a 21 de Julho de 2011 às 14:47

100 000 sócios dos quais 90 000 estão à espera que acabe o contracto para se irem embora para outro melhor!
Anónimo a 26 de Abril de 2012 às 11:34


100.000 clientes... poissss..... para mais alguma coisa vos há-de servir a fidelização, além de encher os bolsos em jeito de royalties...

há muitas cidades com bem mais habitantes e não é por isso que nos vamos mudar para lá...
Ana a 22 de Abril de 2014 às 13:41

"A minha frase favorita é a minha quando me sai bem"
pesquisar
 
stats
What I Am
comentários recentes
Duas situações recentes... Lamento muito. Espero q...
Como te compreendo!Eu costumo dizer que algo se qu...
Sim. Acredito.Beijo.
Não podia concordar mais. Infelizmente padeço dess...
Eu esforço-me por não ser-
sim...no mais , é mais isso. com sorte, seremos nó...
Posts mais comentados
140 comentários
122 comentários
122 comentários
106 comentários
82 comentários
arquivos
2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


Fevereiro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
19
20
21
22
23

24
25
26
29


blogs SAPO