CAFÉ EXPRESSO

Janeiro 03 2010

 

 

O que pode suceder quando uma pessoas se engana? Na profissão, quero dizer. Em princípio uma formação depois do secundários define um caminho e representa uma possibilidade de escolha prévia. Em principio, vamos para o curso de que gostamos. Em principio, isto não é verdade na maior parte dos casos. Mas, também em principio, não constitui grande tragédia porque, igualmente, na maior parte dos casos, as pessoas vão levando as coisas tranquilamente. O importante é ter emprego.  E é mesmo.

 

Mas... e quando odiamos o curso que escolhemos? Em princípio, vamos odiar a profissão que tivermos, se estiver relacionada com ele. Não importa se executamos bem as tarefas profissionais. Importa se não executamos bem as tarefas profissionais. Porque não gostamos mesmo nada delas. É muito dificil fazer por muito tempo o que  não se gosta. Há um momento em que o cansaço nos bate. E já não nos importa muito. O resultado do trabalho. O mau resultado. Mas as consequências importam. Vêm juntar-se ao monte. Há um monte constituido pela frustração que depois se acumula com a baixa autoestima.

 

A autoestima é algo  que se tem ou não se tem. Creio que se adquire em determinado momento crucial da vida. Lá muito para trás. Se não foi aí, tudo vai depender do  que vier depois. Claro que as grandes realizações pessoais nunca vão encher ninguem de autoestima. Vão só conferir algum contentamento pessoal.

 

A Amália aguentou o que pôde porque  era um fenómeno mundialmente reconhecido. Mas a autosestima que não tinha lixou-a muitissimo. Podia ter sido muito pior para o ser humano que ela era se Deus não lhe tem dado aquela voz.

 

Também os gays que um dia se viram entre aquele grupo de seres humanos cheios de sorte (aqueles que experienciaram as vivencias certas para andarem na vida cheios de autoestima), também estes gays, dizia, perderam alguma parte desse amor prórprio. Só por serem gays. É verdade, a Amália ganhou alguma autoestima por ser quem era sem o querer ser mas porque Deus quis. E os gays cheios de amor próprio, só por serem gays, em cumprimento da vontade divina, perderam alguma da sua autoestima por serem o que são. Por nascerem com uma característica. Bem sei que não se trata exactamente de um talento. Mas a comparação faz sentido.

 

O pior ainda são os gays sem autoestima de base. Depois ainda por cima vêm a compreender que são gays. Sem mais, há que afirmar que aqui a vida terá de ser por demais dificil. A menos que sejam gays famosos e bem sucedidos como a Amália foi famosa e bem sucedida. Mas como a Amália não houve outro português. Tão bem aceite no mundo, quero dizer. Mas o António Variações era gay, ao que consta. E tinha Amalia na voz. Como todos nós. Só que uma pessoa sem autoestima que é gay é que está lixada.

 

Mas ainda mais trágico é ser mulher, negra, gay, prostituta nas horas livres e profissional de alguma coisa que detesta nas horas de trabalho. E pior do que isto é nascer num cenário de guerra e não ter água potável, comida, medicamentos e um rancho de filhos famintos. Pior é morrer de dor de câncro sem morfina pra aliviar. Ir morrendo devagarinho, que é para que nada se perca. Da aprendizagem da dor.

 

Havemos de ir para o  outro mundo cheios de sabedoria. É por isso que aqui estamos, O mundo é um inferno incontronável visto como o globo que inconstestavelmente é. Não importam as Caraíbas e quaisquer pequenos paraisos onde nos recolhemos de quando em vez. Mesmo que as Caraíbas sejam na nossa casa. O mundo como um globo stinks. Não existe, pois, a felicidade global. Só a nano felicidade. A minha, a tua, a dele, a dela, a nossa, a vossa e a deles. Poucos somos. E somos à vez. A maioria dos seres do globo não está bem. Porém, tudo isto corresponde a um plano. Quando morrermos vamos para o Céu. Desde que sejamos bonzinhos aqui na Terra. Este é o planeta do sofrimento. Da expiação dos pecados. Um lugar de transição. Um ponto de escolha dos eleitos. Tudo por culpa de uma cobra, uma mulher e uma maçã. Haja poder! A serprente é venenosa, a mulher é insidiosa e a maçã é boa para manter a linha feminina. Como se vê, e porque estes elementos se mantêm no globo, o globo está na desgraça que está.

 

Ser bonzinho é fazer bem aos e para os outros. E também tem que saber perdoar. Por isso a mulher e a serprente já há muito que foram perdoadas e as maçãs vendem-se muito. Quem for contra o casamento gay não é bom e não vai, por isso, para o Céu. Os gays são pessoas que também podem não ter autoestima, que se agrava por serem gays, a qual não se repõe porque podem não vir a ser famosos ou bem sucedidos e pode mesmo tornar-se numa tragédia porque podem detestar a profissão que têm. As lésbicas também devem poder casar porque são mulheres e, como disse, já estão perdoadas.

 

Detestar o trabalho que se faz é algo ruinoso do ponto de vista espiritual. Sobretudo quando se sabe que existem coisas para fazer que poderiam dar grande prazer e, por consequência, um grande contributo para o bem comum. Cada contribuição é uma parte do todo sem a qual o todo não está completo e perfeito, como se sabe. Dai que todos perdemos com tantas pessoas desaproveitadas que por ai há. Não é so o frustrado que se lixa, pois então. Embora se lixe infinitamente mais do que os outros e o mundo vai girando porque as pessoas não falam entre si. Não se confessam. De contrário, 90% da população mundial acordava para uma realidade inaceitável.

 

Eu sou contra concordar ou discordar com o casamento gay/lésbico. Eu não tenho nada a ver com isso. Ninguém tem. Na verdade, ninguem tem nada que ver com o casamento de ninguém, à parte dos directamente interessados. É por isso que o casamento homossexual tem de ser legal. Temos de lembrar que o casamento heteressexual é legal. Por outro lado,  ninguém vai dizer às pessoas não homossexuais para ser casarem ou deixarem de o fazer. É problema delas. Assunto privado.

 

Os heterossexuais não têm que se arrepiar com os casamentos dos homossexuais. Porque não são obrigados a ir à boda. E também não vão ser pedidos em casamento. Parece-me que os heterossexuais são contra o casamento dos homossexuais porque é o principio da igualdade que está em causa. Ora, os heterossexuais têm medo de vir a ser iguais aos homossexuais. 

 

Em conclusão, os gays são pessoas comos as outras que detestam o trabalho que fazem,   têm problemas nas suas vidas amorosas, doenças e azares de toda a espécie. Coisas do mais heterossexual que há. Ora, tantos empurrões no amor proprio das pessoas pode atirá-las para as drogas, para o crime ou para a depressão. Especialmente se forem gays porque são grupo de risco no que toca à possibilidade de contrairem problemas de autoestima.

 

publicado por Cat2007 às 02:52
 O que é? |  O que é? | favorito

Bom...!!!! Se te contar tu não acrefitas o que tive a discutir, debater e trocar ideias sobre, namesma noite em que escreveste este texto!
Existe uma grande diferençs entre nós... tu és católica / Cristã e eu não. Eu fujo a 7 pés de instituições. As intituições têm a vêr com poder e não com espiritualidade. Já fui ateia, agnóstica e neste momento sou cada vez mais ligada às ditas religiões pagãs, ás energias, às forças da natureza.... e naturalmente aos horóscopos! ;)
(li o texto na transversal, volto a ele mais tarde com mais calma). Beijo
Sara a 3 de Janeiro de 2010 às 22:16

Nem este assunto podia dar noutra coisa que não fosse discussão. Beijos
Cat2007 a 4 de Janeiro de 2010 às 09:54

Fiquei tão irritada que até chorei! Existem coisas que eu (da forma como sou) não posso discutir.... sinto sempre over the top! beijos
Sara a 4 de Janeiro de 2010 às 10:17

Choraste a discutir...
Cat2007 a 4 de Janeiro de 2010 às 13:47

É.... às vezes acontece.... sou muito emocional em... muita coisa...:D E há assuntos que me tiram completamente fora do serio!
Sara a 4 de Janeiro de 2010 às 19:46

Voltando ao Post. Não poderia concordar mais contigo no que toca ao casamento.
relativamente à autoestima devo-te confessar, que percebo o que dizes, mas na fase da vida em que estou não concordo. Autoestima ou falta dela é algo que eu definitivamente percebo, mas como é óbvio só posso falar segundo a minha experiência e no meu ponto de vista. Somos todos diferentes e todos sentimos, vemos e percepcionamos de forma diferente. Eu acredito que se investe em estar bem. Que o eu estar bem e estar com a autoestima "nivelada" depende apenas de mim, de eu respeitar-me, de eu lutar pelo que acredito. Também acredito que auto estima não é algo que todos temos de base ou que apenas alguns têm de base. Ao longo do tempo tenho vindo a consttatar que muitas vezes os que mais parecem tê-la, a usam como ornamento, a mostram a todos os que passam, sao na realidade aqueles que menos a têm e necessitam da aprovação do outro para a sentirem.
Como ao contrario de ti não sou Cristã, não acredito em Ceu ou Inferno, para toda a eternidade. Tudo é ciclicico, tudo é processual, para mim. Tu passa, tudo vai, tudo muda e nada é definitivo. Nem o bom nem o mau. Sãp processos. Eu tento "trabalhar" e estar atenta para me continuar a respeitar enquanto individuo, mantendo assim a minha auto estima o mais equilibrada possivel. Umas vezes consigo mais do que outras. Acredito que se eu estiver bem comigo os outros vão notar isso, vão sentir essa energia e isso se vai reflectir na forma como interagem comigo e por consequencia na forma como a minha vida decorre. Mas o principio de tudo sou sempre eu e não os outros, não o que vem de fora.
Beijoca muito gorda.
Sara a 4 de Janeiro de 2010 às 12:30

Gostei do comentário. Porém, tudo demasiado pessoal para comentar eu própria. Beijinho
Cat2007 a 4 de Janeiro de 2010 às 13:46

Uma pena... estava curiosa em ouvir a tua opiniâo.
Sara a 4 de Janeiro de 2010 às 19:48

Sabes perfeitamente que perfiro dizer o que tenho a dizer em conversa com as pessoas, my friend. Beijinho.
Cat2007 a 5 de Janeiro de 2010 às 01:11

Nesse caso vou preparar uma listagem (como aquelas que enviam para o pai Natal), pois tenho a sensação que já temos várias conversas a meio para continuar. E tenho a certeza que se não me organizar me vou embrenhar noutras coisas no caminho e as conversas vão ficar inacabadas. Na realidade sei que há conversas inacabadas, mas já não sei exactamente quais são! :S
O Amigo alemão está de visita, nitidamente!
Saudações cordiais ;)
Sara a 5 de Janeiro de 2010 às 11:26

Comigo já se sabe que é sempre melhor ter a situação da conversa sob controle, de contrário ninguém mais fala. Certo? Qual amigo alemão? O meu ou tu também tens um?
Cat2007 a 6 de Janeiro de 2010 às 09:42

Tá bem dispostinha hoje a menina!!! Eu tou me a sentir um caquito! Esta altura do mês deixa-me de rastos!
Não te preocupes, recebi um chicote verbal durante o Natal, para usar em sutações de emergência. ;)
Qto ao amigo alemão devo ter o mesmo que tu... a única diferença é como tens mais uns anitos que eu eventualmente o conheces à mais tempo. :D

Foste simpatiquissima comigo e eu estou a desfilar porradita amigável. Prometo que compenso .... embora a minha tendencia natural seja a de dar porradita amigável às pessoas de quem gosto, especialmente qdo ainda as conheço mal. Prometo que um dia te compenso. :D
Sara a 6 de Janeiro de 2010 às 10:53

No seguimento deste teu post, um amigo tinha no perfil do Facebook dele algo que não fui capaz de deixar passar em branco:

http://www.pinknews.co.uk/2010/01/11/pope-calls-gay-marriage-an-attack-on-creation/

Dá uma olhada e diz-me o que achas?

Beijo
Sara a 16 de Janeiro de 2010 às 21:17

Tentei ir lá mas a página não abriu.
Cat2007 a 18 de Janeiro de 2010 às 09:19

Acabei de fazer um copy past para ointernet explorer e abriu sem dificuldades.
Deve ser o teu computador , que está a barrar por qualquer motivo.
Aqui vai o copy, paste da noticia:

Pope Benedict XVI has called gay marriage laws an "attack" on the natural differences between men and women.

Speaking just after Portugal's parliament voted to legalise same-sex marriage, the pontiff addressed the comments to the Vatican diplomatic corps in a message which focused on environmental issues.

This is not the first time he has used environmental messages to preach about the sins of gay people.

In an end-of year address in 2008, he said that the existence of gay people threatens humanity as much as the destruction of the rainforests does and that "blurring" genders through acceptance of transgender people would kill off the human race.

According to AFP, he spoke about protecting or endangering creatures including humans in today's address and said: "One such attack comes from laws or proposals which, in the name of fighting discrimination, strike at the biological basis of the difference between the sexes."

He cited "certain countries in Europe or North and South America", which is assumed to mean Portugal and Mexico City, which legalised gay marriage last month.

The Pope is due to visit the Catholic country of Portugal in April, a month after a law allowing gay marriage is expected to come into force.

He is also expected to visit the UK this year, and humanist groups have already announced their plans to protest.

Similar demonstrations were held when Pope John Paul II visited Britain in 1982.

In March, the Pope provoked anger when he spoke out about his view on HIV.

While on a flight to Africa in March, he told journalists that condoms "aggravate" the problem of HIV. He was roundly condemned for the statement, while respected medical journal The Lancet demanded that he retract the comments.

The Pope has previously counselled that abstinence is the only way to counter the spread of the disease.

Sara a 18 de Janeiro de 2010 às 10:18

Não sei, mas o Vaticano... ali com centenas de homens todos com vestidos. Não sei, não sei... parece-me tudo uma grande bichice. Dai que talvez seja melhor o Papa olhar para dentro da casa dele em vez de se andar a meter na casa dos outros. Acresce que casa e Estado são sinónimos no caso do Vaticano.
Cat2007 a 19 de Janeiro de 2010 às 09:41

:) Uma perspectiva levezinha da questão.... Eu cada vez que penso no artigo acima vejo-me a picar carne.... ;D
Sara a 19 de Janeiro de 2010 às 09:52

Já te disse, coisas sérias levam-se com... leveza. A leveza é insustentável, como se sabe. Mesmo as vestes do Papa, que são Prada, informo já, são de uma leveza, que ninguém aguenta.
Cat2007 a 19 de Janeiro de 2010 às 10:05

Talvez tenhas razão sim. Eu ... geralmente não sou muito dada às levezas, por isso fujo a 7 pés de determinado tipo de coisas. Tenho sempre tendencia para o over the top... tenho de me policiar muito bem em algumas coisas.

Se aqui tivesse um item para eu por como me sinto hoje, seria: Uma seca!

Estou a precisar de ter uma conversa escatológica com o Lito, ou sair para ficar bêbada como um cacho, ou por e simplesmente ir dançar uma noite inteira, para ver se limpo esta seca!!!.... O ideal seria viajar... de preferencia para fora do País!!! OU ir fazer um programa de fim de semana fora de Lisboa (seria menos mal).

De qualquer forma no que toca à igreja católica e partindo do principio que ceu e inferno são uma realidade incontornavel eiu acredito que, nos dias de hoje os nossos padres, a suas ,missinhas e a sua intolerancia mandam mais alminhas para o fogo ardente do para o paraizo celeste. Que pecados mais graves podem existir que: mentira, hipocrisia, manipulação, ostentação e intolerancia?
Sara a 19 de Janeiro de 2010 às 10:18

E lá estamos a concordar de novo. Sbre a igreja católica, quero dizer. No mais, uma pessoa com um sentido de humor como o teu não se devia deixar cair em tantas seriedades aomesmo tempo. Porque, enfim, é chato picar carne.
Cat2007 a 19 de Janeiro de 2010 às 11:20

Antigamente com aquelas máquinas à manivela era cansativo, embora eu gostasse muito em miuda. Pedia sempre às empregadas domésticas lá de casa para me deixarem dar à manivela.
Depois surgio a moulinex, 123 e tudo ficou mais fácil! Portanto picar por si só não é dificil , até gosto, desde que seja carne limpa. Agora aquilo que é nessario para a preparação é que é muito sujo para uma rapariga como eu.
E lá estou eu falar de banalidades outra vez!!!! Desta vez são carnes! Que maçada (como diria a minha avozinha Opus Dei).
Sara a 19 de Janeiro de 2010 às 22:50

moulinex 123??????????? LOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOLLLLLLLLLLLLL!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
Cat2007 a 20 de Janeiro de 2010 às 09:48

"A minha frase favorita é a minha quando me sai bem"
pesquisar
 
stats
What I Am
comentários recentes
Mas a questão é que, antes de se preocuparem com o...
yah, a quantidade de construções emocionais que nã...
Sabia que fazia anos, tinham me dito, mas no meio ...
há "sinais" que não devemos negar :D
Se o tédio estiver instalado numa relação, então é...
o tédio pode estar na própria relação... ou não?
Posts mais comentados
140 comentários
122 comentários
122 comentários
106 comentários
82 comentários
arquivos
2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


Janeiro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
14
15
16

17
18
19
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


blogs SAPO