CAFÉ EXPRESSO

Junho 16 2010

 

Happy feet.svg

 

Eu gosto de andar na "Montanha Russa". Tanto, que costumo comprar logo duas voltas seguidas. É que aquilo só tem ali uma parte que arrepia. O resto é basicamente anti-climax. O estado de anti-climax nada tem a ver com o período pós-orgástico. Penso mesmo que são opostos. Em primeiro lugar, "pós" (de depois, não de pó, cocaína ou farinha Maizena)  não significa o mesmo que "anti" (de contra, não de Antilhas Holandesas). Só por aqui se vê logo que não é a mesma coisa. Que são realmente coisas que se contrariam.

 

O anti-climax é um evento que se realiza todos os anos... não é nada todos os anos. Estava a brincar. Antes fosse! Antes fosse! Então, como ia dizendo o anti-climax é um evento que se realiza todos os meses, todas as semanas, todos os dias, a toda a hora? Não. É um evento que se realiza, sem data marcada. Mas que se realiza, realiza.  A si próprio. O anti-climax é um evento que se realiza para se auto-realizar. Portanto, um facto que sente. Tal qual as pessoas. Nunca pude imaginar que os factos sentem. Mas isso era apenas porque não tinha reflectido sobre a questão. Os factos sentem. Sentem na medida em que se fazem sentir. E os factos que se fazem sentir em sentido radicalmente oposto ao que as pessoas queriam para determinada situação concreta são os factos que sentem. Assim, reformulando, só os factos autónomos é que sentem. Autónomos em relação à vontade. É ou não é verdade que o anti-climax é um facto que origina frustração? E quando é que a frustração se dá? Pois exactamente! Quando a expectativa é alta. Altas expectativas geram frustração porque se baseiam em concretas situações que produzem factos autónomos. Factos que contrariam as expectativas, pois. Nestes casos, é como se o sentimento não fosse nosso. A coisa sai de nós porque não a controlamos. Fica como que a pairar ali á nossa frente. A esfregar-se na nossa cara sem decoro. O anti-climax é um furto por esticão de um especial prazer projectado que parece que vai acontecer mas não ocorre. Ocorre precisamente o contrário. Mas parece que ocorre. Mas não corre. Não corre bem. O problema está que o facto anti-climax dá experiências a experimentar. Daí que a crença na apoteose é imensa, incontornável. Por isso a terrível sensação de "flop". Ninguém fuma relaxadamente um cigarro depois de experienciar um "flop". Quando muito, fuma logo uns três ou quatro seguidos, dado o estado de irritação. Isto também se aplica a quem não fuma. Embora eu não compreenda muito bem o que faz uma pessoa que não fuma numa situação destas. A que se agarra exactamente? Bom, os não fumadores lá sabem. Se querem continuar sem fumar, é problema deles.

 

O orgasmo. Pois acredito que a Philip Morris deve muito do seu crescimento aos orgasmos, malgrado os resultados do relatório Hite dos anos 70. Na verdade, sabendo-se que a esmagadora maioria das mulheres americanas da época não se vinham, também isto ajuda a explicar os bons resultados da empresa. Os homens fumavam um depois. As mulheres fumavam três. Também por aqui se pode ver que o climax e o anti-climax são uma espécie de signos opostos. Têm uma qualquer relação fundamental que os une, mas que eu não sei explicar, uma vez que não percebo nada de astrologia. Percebo é que a astrologia anda ligada ao sexo. As pessoas consultam os horóscopos por causa disso, não é verdade? Também por causa da saúde e do dinheiro. Mas é exactamente a mesma coisa. Tudo para acabar na  cama com alguém. Como é obvio, por trás desta trapalhada toda paira o afecto. O afecto: the real need. Não é nada difícil confundir um orgasmo com uma declaração de amor. Porque o estado pós-orgástico é mesmo o estado de graça por excelência. O cigarro é fumado com a tranquilidade própria do perfeito idiota. É um cigarro sentido. E o que farão os não fumadores? Tão sentido, o cigarro, que até costumamos acender o da pessoa ao  lado para lhe dar. Fumamos no plural e em conjunto. É comovente. Partilha-se. Nicotina essencialmente. Pensado no caso, vejo agora como me sentia vazia com pessoas que não fumavam. Só tive duas. E não sei se por acaso ou porque sim, em ambos os casos, havia pressa em sair da cama. Para fazer qualquer coisa. Pois. Não fumavam. Nunca lhes perguntei como resolviam o problema de não fumar. Não me ocorreu. Compreendo-me. Estava a fumar. A fazer uma declaração de amor ao fumo que me saia pela boca e subia até aos olhos. Observava o fumo enlevada. Claro que fazia sempre aquela observação. "Ouve lá, isso de saltar da cama é estranho". Mas nem  ouvia bem as respostas. Por isso não me lembro. Não sei o que farão os não fumadores depois de se virem. O meu estado de graça no período pós é tal que compreendo tudo aquilo que nem estou a ouvir.

 

Preciso de duas voltas na "Montanha Russa". Porque a primeira só me dá tesão. Logo, levo sempre dois bilhetes na mão para duas voltas seguidas. Mas até dava mais.

 

publicado por Cat2007 às 21:54
 O que é? |  O que é? | favorito
Tags:

Os não fumadores têm supostamente algo inebriante no pós orgásmico, que é a desobstrução das vias. Respiratórias claro. Falo por mim, porque por conhecimento de causa, a sensibilidade e o apuramento do olfacto não nos toca a todos. Assim a melhor coisa depois da troca de ferormonas é mesmo sentir-lhes o odor, que varia consoante o casal e que impregna o ambiente envolvente. É animal, calmante e distinto, o que torna impossível abandonar o local de imediato,fica-se, quer-se ficar, a não ser que algo tenha corrido mal, claro. É como o cheiro a terra molhada, a maresia... dá vontade de abrir as narinas e inspirar. Também podia ter marca, como os perfumes. Mas aposto que saía caro, tal como o afecto por vezes, que nos sai do corpo em climax, de borla e se o paga no anti climax a preços exorbitantes. E aqui não se quer ficar, mas não há nada a fazer, anda-se de montanha russa, com alguma inteligencia não se mete o cinto e espera-se pelo salto da cadeira num qualquer loop!
Sunday a 17 de Junho de 2010 às 01:13

Bem isto dos fumadores e dos nãos fumadores era apenas uma pequena ironia. Uma forma de expressar. Há aqui um mal entendido. Lol. De qualquer modo gostei de saber da inebriante sensação de desobstrução das vias respiratórias.
Acredite que há quem abandone o local, mesmo quando tudo correu muuuito bem. São coisas das pessoas. Mas, de facto, não tem nada a ver com fumar ou não. Eu é que sou muito alegórica.
Cat2007 a 17 de Junho de 2010 às 20:51

"Ouve lá, isso de saltar da cama é estranho." Porque ninguém, garanto-lhe, abandona o local quando se esteve de corpo e alma... Abandona-se, e rápido, fez-se o que se estava ali para fazer, pica-se o ponto, cumpre-se o dever, foi corpo. Quem salta da cama pura e simplesmente não esteve. Quem esteve, quer ficar, agarrar, beijar, dormitar no entretanto porque quase sempre, quando correu tudo muuuito bem, nem dá tempo de tirar o segundo bilhete do bolso, acredita-se que se o tem. Por isso o "tudo correu muuuito bem" é subjectivo. Sim, acredito que existe quem disfarce muuuito bem.
Sunday a 17 de Junho de 2010 às 21:46

Acredite em mim. Há pessoas que saiem do padrão. E como! Repare, estou só a tentar ser honesta e justa.
Cat2007 a 17 de Junho de 2010 às 22:43

Acabei de acordar. Ainda estou atarantada e ainda não tenho o leite com Nesquik comigo. Vou busca-lo.

Voltei. O Nesquik acabou ontem à noite. Já não me lembrava. Vou ter de ir comprar mais, com urgência. Achas que isto é o prótótipo de anti-climax?

Talvez seja para ti. Para mim... também pode ser... ou não... depende apenas de mim de como experiêncio o acontecimento. Posso ficar semi acabrunhada porque me falta o Nesquik e agora não o vou poder saborear, como esperarva. Posso aproveitar o facto de me faltar o Nesquick para escrever um comentário no teu blog. O que parece criar situações de estranheza e por sua vez pode provocar uma especie de atracção por quem lê isto (afinal, quer as pessoas admitam ou não, são atraidas pelo que é diferente e inesperado). Ou posso por e simplesmente admitir que não tenho Nesquik, entrar numa especie de ressaca, que levará a que aprecie o Nesquick de sobremaneira quando o tiver.
Geralmente a rotina leva à desvalorização do objecto de prazer. E por consequencia ao anti climax. Ou talvez o que tu chamas o anti climax, seja apenas o caminho para o inesperado.
Eu cá gosto de ser surpreendida. E embora seja uma rapariga/mulher intensa de emoções e sentires tenho vindo a aprender que a não criação de expectativas ou controlar as expectativas para que estas se mantenham num nivel baixo ou morno, pode ajudar a atingir o climax (que bela diarreia mental estou eu a ter).
Continua-me a faltar o Nesquik. Que Maçada (Como diria a D. Estela, minha avó paterna).
Qto ao cigarro. Eu sou uma nicotinódependente. Claramente, sem qualquer duvida. Mas em contenção.
Se sinto falta do cigarro a seguir ao sexo? NÂO! NADA! Em absoluto.
Aliás sexo sem cigarro, para mim é claramente muito mais.... ahhhh.... como dizer... extasiante. :D
E se antes fumava um cigarro imediatamente a seguir agora.... o que faço.... as feromonas e os cheiros... não sei... mas claramente sinto o momento de uma forma intensa. Para mim passou a ser um momnento de partilha muito mais intensa. Não através do cigarro, mas através de sentir o outro, no pós. O tocar na pele o sentir o suor. O ficar agarrado, corpo contra corpo apenas a sentir a respiração... e geralmente sinto-me cansada e relaxada... gosto de dormir nos entretantos... ou sentir a vontade de o fazer e voltar lentamente a recuperar, sem no entanto ter realmente dormido... e voltar a focar a minha atenção.... em mim ou no outro... ou em ambos.... aguçar os sentidos... e sem e deixar-me levar. Isso claro, se não entrar em anti-climax.
Vou-me. Tenho de comprar Nesquik.

Sara a 17 de Junho de 2010 às 09:29

Pelo que me foi dado observar, creio que tu pões um pouco de Nesquik a mais sobre a dose recomendável. É o que me parece. Eu que gosto do leite escuro e a saber a chocolate, posso dizer isto. Sou insuspeita.
Por outro lado, sim. Querer Nesquik, pensar que se vai ter e depois afinal acabou ontem à noite, é um raio de um anti climax, sim senhora.
Bem, agora é mais intenso quando não se fuma? Começo a sentir-me lixada.
Sim, também gostaria muito de andar num divertimento que fosse um misto de Montanha Russa com Roda Gigante. Como não há, tenho que concluir que nem tudo se encontra na Feira Popular.
Por fim, bem, eu cá nunca deixo acabar o Nesquik
Cat2007 a 17 de Junho de 2010 às 21:02

Tens toda a razão! Na realidade eu não bebo leite com Nesquik, eu como Nesquik com Leite! ;)
Para mim passou a ser... tb pode ter a vêr com os parceiros... comigo... mas definitivamente prefiro sem fúmar.
Pois... nem se tudo se encontra na feira popular. Como tu sabes.
E sim. Sou uma cabeça no ar.
Bjs
Sara a 17 de Junho de 2010 às 23:53

Pois claro, por isso é que se acaba tão depressa e tu já nem dás conta que não tens em casa.
Não, nem tudo se encontra na Feira Popular, mas sempre lá há algodao doce. Bjs
Cat2007 a 17 de Junho de 2010 às 23:57

Algodão doce... não sou fâ...
Prefiro farturas, com muito açucar e canela... já não como farturas desde o Sto Antonio do Ano passado... hmmmm.
Qdo estava em Londres, no dia de portugal, lembro-me de andarmos eu e o resto dos miguinhos portugueses à procura dee farturas em completo desespero e não encontrar. Que frustração!
Em miuda gostava de fazer furinhos na regina, para ganhar chocolates... hmmmmm.... tão bom!
Sara a 18 de Junho de 2010 às 00:00

Pois, eu não estava a falar excatamente disso. Estava mais na onda do orgasmo e do anti-climax. mas tá bem. Bjs
Cat2007 a 18 de Junho de 2010 às 00:05

Nesse caso não percebi. Outra vez...
Sara a 18 de Junho de 2010 às 00:07

Sara, eu lá gosto de algodão doce, mulher? Aliás, nem sei se gosto ou não gosto. Nem me lembro.
Cat2007 a 18 de Junho de 2010 às 12:07

E eu, com as minhas capacidades especiais ia obviamente adivinhar que tu gostas (ou não) de algodão doce e o que tu querias dizer com esse comentário! Que alias ainda não percebi.
Mas não há de ser nada.
Sara a 18 de Junho de 2010 às 12:56

Ok, vamos lá descodificar :)
Estava a dizer que quanto mais devorador é o nosso instinto, mais depressa acabamos com as coisas. Como o Nesquik, por exemplo.
Depois, queria dizer que tem mesmo de ser Nesquik e não Ovomaltine ou outros do género. Tem a ver com a intensidade do sabor, claro. Claro que se for Nesquik, podemos encontrar à venda em todo o lado. Mas não sendo, e tratado-se de pessoas, já não é bem assim. Pois na Feira Popular nunca vi lá ninguém com interesse. Tirando uma vez há muiitos anos em que fui com um grupo de pessoas. Uma delas era Nesquik, sem dúvida. Tanto, que não deixou de ser até à data. Portanto, nem tudo se encontra na Feira Popular. Mas por vezes, até se encontra. Mas pronto, não havendo Nesquik na Feira Popular, sempre há algodão doce, farturas e outras coisas que engordam mas distraiem.
Cat2007 a 18 de Junho de 2010 às 13:30

Obrigada pelo esclarecimento.
(hoje a coisa esta-me a bater à força toda.... estou mesmo a precisar de discutir com alguem... foge o mais que poderes)
Bjs
Sara a 18 de Junho de 2010 às 13:35

Sabes uma coisa, Sara? Não tenho que fugir para lado nenhum porque não estou noutro lugar, senão próxima de mim. Daí que não corro naturalmente riscos.
Cat2007 a 18 de Junho de 2010 às 17:52

:)
Sara a 18 de Junho de 2010 às 18:17

Isso é bom
Sara a 18 de Junho de 2010 às 18:17

Nem que não fosse. É assim que eu sinto, é assim que eu quero.
Cat2007 a 20 de Junho de 2010 às 03:48

:)
Sara a 20 de Junho de 2010 às 03:53

Outra vez a sorrir? Não é que eu não goste...
Cat2007 a 20 de Junho de 2010 às 04:07

Então não sejas melga! :)
Deixa tar a rapariga bem disposta. :)
Sara a 20 de Junho de 2010 às 04:16

Ok. Quero-te bem disposta, babes :)
Cat2007 a 20 de Junho de 2010 às 17:59

Agora, nem por isso.
A vida... e a morte... Sabes teoricamente, nos ultimos anos aprendi a encaixar muito bem a morte. Antes ficava aterrorizada. Agora não. Aceito-a.
Mas continua a doer-me qdo alguem que eu gosto se vai.... é uma parvoice, mas é verdade.
Na teoria, para mim, vão continuar o processo deles de outra forma. Por isso é natural.
Mas na prática, o processo de aceitação do desparecimento, nesta forma custa-me ainda um bocadinho.... Tou triste... acho que estou a fazer o meu processo, de consciencialização que mais um elemento ... talvez dois... de quem eu gosto muito, se vão provavelmente antes do fim do ano... Tou triste.
Sara a 20 de Junho de 2010 às 19:16

Como é? A que propósito vem agora este discurso da morte? Bem, um dia destes quem morre sou eu.
Cat2007 a 21 de Junho de 2010 às 02:20

Desculpa. Estava descontextualizado.
Fui visitar o meu tio avô (hoje às 18h00), que não está nada bem.
Vem dai.
Fiquei chocadissima com o que vi.
Sara a 21 de Junho de 2010 às 02:22

Ops! Não me tinhas dito nada. Lamento. Depois falamos disso pessoalmente. Bjs
Cat2007 a 21 de Junho de 2010 às 02:28

Disse sim. Ontem para o MSN por volta das 19h00 qdo cheguei a casa. Mas não interessa. ;)
Sara a 21 de Junho de 2010 às 17:05

Siorry, não vi , querida.
Cat2007 a 22 de Junho de 2010 às 10:31

Vejo que o TPA baixou de intensidade. Lol
Cat2007 a 20 de Junho de 2010 às 03:47

Definitivamente. Acabada de chegar a casa depois de uma noites com os primoncios pedro e Maria.... e consegui não me deixar embebedar (o Pedro ia cheio de ideias de me por a beber... ele adora qdo eu fico trolóló).
estou a ver uma coisa vou-te enviar.
Bjs
Sara a 20 de Junho de 2010 às 03:50

Ok. Mas olha que já não vejo hoje. Tou de saida para a cama. Thanks anyway. Bjs
Cat2007 a 20 de Junho de 2010 às 04:06

E quem pôs um prazo?!?! :0
;)
Sara a 20 de Junho de 2010 às 04:09

Não disseste que demorava 1 semana?
Cat2007 a 20 de Junho de 2010 às 04:10

Disse. Mas desta vez fechei-me dois dias em casa. Só sai hoje ao fim da tarde. Acho que isso me ajudou a centrar e acalmar. Amanhã ginasio e trabalhar e se tudo correr bem fico aturavel.
Além disso não uma máquina :P
Sara a 20 de Junho de 2010 às 04:13

Boaaa!
Cat2007 a 20 de Junho de 2010 às 17:48

Sim estou melhorzinha, mas ainda não a 100%. :)
Mas arranjar formas de lidar com a ´situação é sempre bom.
Sara a 20 de Junho de 2010 às 17:51

É isso, ou a fuga da galinhas. Lol.
Cat2007 a 20 de Junho de 2010 às 18:17

:D acho que nunca cheguei a vêr esse, eu que gosto de cinema de animação. Sou muito dada à bonecada. :)
Sara a 20 de Junho de 2010 às 19:17

Ah! Eu vi, claro. Tb sou dada à bonecada. Mas não em termos tão profissionais como tu. Alias, nada profissionais, mesmo. Mas adoro!
Cat2007 a 21 de Junho de 2010 às 02:22

Como vês, nunca estou a dizer nada de especialmente suspeito ou invulgar. Tu é que tens tendência para procurar mistérios nas coisas. :)
Cat2007 a 18 de Junho de 2010 às 13:32

Minha querida,
Não procurei nada. Simplesmente não percebi... aliás tu afirmaste varias vezes que eu estava a mandar a bola ao lado... e eu apenas admiti, que provavelmente sim (fogeeee muiiito... hoje esta-me a dar o pico... tou a sentir).
Sara a 18 de Junho de 2010 às 13:37

Olha, Sara, não sei de que estás a falar. Espero que não te estejas a sentir muito mal com o TPA. Beijinhos.
Cat2007 a 18 de Junho de 2010 às 17:55

Exactamente disso. Está-me a dar à força toda hoje.
Estou enclausurada em casa, com momentos de me sentir genero bomba relogio.

Claro que nao podes saber do que estou a falar! Isto é de mim para mim! Eu é que me estou a sentir um perigo.

Não fui palrar a tarde toda, para não lançar uma bomba atómica na cabeça de alguém e desmarquei o stroll que tinha com o L hoje à noite. Qdo lhe expliquei, ele respondeu logo:
- Vai explodir para outro lado vai. Nossa! lololol

E eu como não quero explodir com niguem este mês estou a acenar com sinal de perigo por todo lado e a enclausurar-me. ;)

bjocas
Sara a 18 de Junho de 2010 às 18:23

Meu Deus! Ouve lá, mas isso é mesmo um perigo. Essa consulta médica é urgente.
Cat2007 a 20 de Junho de 2010 às 03:50

:P
Sara a 20 de Junho de 2010 às 03:54

Mais risos?
Cat2007 a 20 de Junho de 2010 às 04:08

Desta vez pus a lingua de fora = :P
Sara a 20 de Junho de 2010 às 04:17

Ops! Não percebo nada destas coisas. :)
Cat2007 a 20 de Junho de 2010 às 18:01

Mas estás a ficar perita.
Sara a 20 de Junho de 2010 às 19:17

Engano. Puro engano.
Cat2007 a 21 de Junho de 2010 às 02:23

Ninguém diria.
Sara a 21 de Junho de 2010 às 02:24

Isso são outros 500. :)
Cat2007 a 21 de Junho de 2010 às 02:30

Isso o quê?
Mas 500, seja o que for desde que seja bom e positivo soa-me muito bem. :) (sorrisinho terno tb)
lolololol
Sara a 21 de Junho de 2010 às 02:32

Isso que não tem a ver com os simblos expressivos.
Cat2007 a 21 de Junho de 2010 às 11:44

:S E depois...?
Sara a 21 de Junho de 2010 às 17:07

E depois, nada :).
Cat2007 a 22 de Junho de 2010 às 10:32

Saloia!!!!
Sara a 22 de Junho de 2010 às 10:40

Pode ser. Mas só porque és tu que dizes. Lol.
Cat2007 a 22 de Junho de 2010 às 12:49

:)
Sara a 22 de Junho de 2010 às 12:52

Há um certo senso de desportivismo em mim. :)
Cat2007 a 22 de Junho de 2010 às 17:05

Demorou... mas valeu a pena a espera...parecia que me estava a ver, a sentir, apenas 1 ponto em não sintonia "Partilha-se. Nicotina essencialmente"...de resto, muito bom mm :-)
Bju
Rita
Anónimo a 17 de Junho de 2010 às 09:30

Rita, querida a sentir... o quê? Veja lá se tem maneiras :)! Partilha-se nicotina essencialmente, sim. Se olhar bem, vê que isto engloba todos os vicios e desejos. Beijo.
Cat2007 a 17 de Junho de 2010 às 21:05

Peco sp porque sou muito impulsiva e verdadeira, mas não consigo ser de outra forma...comigo o estado de graça chega a ser uma autêntica fusão, tipo não 2 mas 1, não sei bem explicar...mas adorei o post e por favor não demore tanto a escrever o proximo...bju
Rita a 18 de Junho de 2010 às 09:53

Pois claro que é Rita. Verdadeira, impulsiva e o estado de graça também. Porque está a pedir desculpa, querida?
Novo post? creio que para breve, sim .) Bjs
Cat2007 a 18 de Junho de 2010 às 12:16

Estou mesmo, a precisar de fumar um cigarro , com a tranquilidade própria de um perfeito idiota!!
Raquel a 17 de Junho de 2010 às 22:29

Bem, vê lá se tens cigarros.... enfim, posso sempre dar-te um dos meus.
Cat2007 a 17 de Junho de 2010 às 22:35

Bom, na verdade, Raquel eu fumo cachimbo. Mas tenho sempre uns cigarros para situações em que dá muito trabalho estar a preparar.
Cat2007 a 17 de Junho de 2010 às 22:39

Adorei este post, ver ideia de cada um e geniallll!!!
BOoom saber que tens cigarros...pq cachimbo n dá loool

Raquel a 17 de Junho de 2010 às 22:47

Como sabes cachimbo, por acaso, também dá. A questão é que tu não fumas cachimbo. Dai que, caso suceda não teres cigarros, já sabes.
Cat2007 a 17 de Junho de 2010 às 22:52

Obrigada!!!
Raquel a 17 de Junho de 2010 às 22:53

Ora, de nada!
Cat2007 a 17 de Junho de 2010 às 22:54

vanda a 19 de Novembro de 2010 às 11:04

A sério? NCR!!!
Cat2007 a 19 de Novembro de 2010 às 13:44

não só sério, grave também
vanda a 19 de Novembro de 2010 às 15:22

Grave... Isso deve ser bom.
Cat2007 a 20 de Novembro de 2010 às 00:29

melhor do que grave não conheço.uma sensação de mil anos passados apenas com o Ventil bom. Desaparece tudo à volta. Que grave que é. Já me disseram que não tem cura.
vanda a 20 de Novembro de 2010 às 00:35

Também quero.
Cat2007 a 20 de Novembro de 2010 às 02:16

Quando é bom até os vizinhos do lado acendem um cigarro. 
Mas devo dizer que duas voltas na montanha russa é pouco.
Pelo menos para mim.
The Gambler a 27 de Maio de 2016 às 12:06

Pois eu tenho dias

Eu não fumo...no entanto não costumo sair da cama quando fumam. Nessa altura já estou na porta da bilheteira, a preparar a próxima descida na montanha russa.
Estejam com um cigarro nas mãos ou um telemóvel...até terem de simular falta de rede e desligarem. 
Por isso é bom que tragam um maço completo. Let's get back to work
The Gambler a 27 de Maio de 2016 às 14:33

<br> Isso é bom. E é bom também que se comprem bilhetes duplos.
Cat2007 a 27 de Maio de 2016 às 17:43

"A minha frase favorita é a minha quando me sai bem"
pesquisar
 
stats
What I Am
comentários recentes
Duas situações recentes... Lamento muito. Espero q...
Como te compreendo!Eu costumo dizer que algo se qu...
Sim. Acredito.Beijo.
Não podia concordar mais. Infelizmente padeço dess...
Eu esforço-me por não ser-
sim...no mais , é mais isso. com sorte, seremos nó...
Posts mais comentados
140 comentários
122 comentários
122 comentários
106 comentários
82 comentários
arquivos
2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


Junho 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
17
19

20
21
22
24
26

27
28
29


blogs SAPO