CAFÉ EXPRESSO

Novembro 04 2010

 

Vinicius de Moraes. Gigante poeta que, como todos sabemos, era um enorme canalha.

 

Quantos idealistas e românticos distraídos pararam a ouvi-lo falar do Sábado como um judeu arrependido.

 

Quantas mulheres fecharam os olhos ardentes da febre por causa do som dos seus versos. E quiseram para si aquele homem ideal.

  

Todas as mulheres que o ouviram são as mulheres de Vinicius. E são infinitamente mais do que as que ele teve. Porque, para além das que possuiu, ainda existem aquelas que quiseram tê-lo. Repito, todas as mulheres que o ouviram são as mulheres de Vinicius.

 

Tenho por aqui um disco onde ele, como habitualmente, fala um bocado. E, a certa altura da conversa, o poetinha revela o seguinte: a mulher verdadeiramente bela tem de evidenciar uma ponta de sofrimento no olhar.

 

Levanto a cabeça. Vou franzir a testa. A semente da indignação é lançada em mim.

 

Indiferente, ele continua. Repete-se. A expressão máxima da beleza da mulher só é revelada depois da vivência da dor.

 

Reflicto. Creio que ele se refere ao sofrimento por causa do amor. Do amor ou da traição do homem demasiado livre para ser exclusivamente devoto a uma mulher. Que sacana!

 

Tenho a certeza que todas as mulheres que amaram o Vinicius sofreram as consequências de ele não ser precisamente o que escrevia: "O amor é eterno enquanto dura". Este homem criou e proferiu a frase que não era mais do que um auto-retrato. Saiu-lhe. Com sinceridade. Como ele era. Sincero e cândido. Os músculos do meu rosto começam a relaxar.

 

Reflicto mais um pouco. Relembro. Vinicius era um bêbado maravilhoso. Infeliz.  E deu-nos tanto. E deixou-nos tanto.

 

Como a vida é estranhamente circular! As mulheres do Vinicius aproveitaram mais com ele do que ele se aproveitou delas. Parece-me. Porque este homem lhes terá mostrado pedaços de eternidade. Algo que ele só era capaz de imaginar e de fazer sentir. Mas não podia pessoalmente alcançar. Creio.

 

publicado por Cat2007 às 16:35
 O que é? |  O que é? | favorito
Tags:

Eu queria comentar, mas estou aqui na dúvida se entendi ou não o texto... pode ser da fome. Vou comer qualquer coisa que hoje foi um dia de emoções fortes. Beijo XL
Alex a 4 de Novembro de 2010 às 20:17

Alex,
Sim. Pode ser da fome. Vá lá desfazer as dúvida.
Beijo enorme.
Cat2007 a 4 de Novembro de 2010 às 23:17

Não dá, não consigo escrever. Fui promovida, estou electrica, amanhã já estarei mais calma para lhe responder com alma. Blhac que coisa brejeira... eu não digo, hoje não dá mesmo. Lol outro e outro e outro que eu hoje estou uma mãos largas! Acho que preciso de um Xanax!
Alex a 4 de Novembro de 2010 às 23:32

Parabéns!!!
Xanax? Força. Eu cá quando preciso...
No mais, não tem que comentar o post. Ora essa!
Grande beijo
Cat2007 a 4 de Novembro de 2010 às 23:50

Percebi. Obrigada. Beijo
Alex a 5 de Novembro de 2010 às 20:52

Percebeu o quê?
Beijinho.
Cat2007 a 6 de Novembro de 2010 às 17:17

Ora, percebi o que disse, que não tinha que comentar. Mas agora até estou mais satisfeita porque parece que vou começar a ser avaliada! E acresce que é necessário esmero porque a Prof. é exigente! A minha sorte é que não é um ditado ao quadro senão era bem capaz de olhar para o menino do lado e... LOL
Anónimo a 7 de Novembro de 2010 às 21:52

Sou eu, sorry.
Alex a 7 de Novembro de 2010 às 21:52

Alexandra,
No chão a Rir (NCR!(
Cat2007 a 8 de Novembro de 2010 às 02:07

Percebo, Alexandra Anónima. NCR!!!
Cat2007 a 8 de Novembro de 2010 às 02:09

Se elas aproveitaram mais com ele do que ele com elas, muito provavelmente também sofreram mais com ele do que ele com elas.
Falta saber se o balanço final delas seria positivo ou negativo e se o dele seria positivo ou negativo.
Partindo do principio que não era capaz de amar... partindo do principio que não era capaz de sentir, apenas de imaginar... e de procurar formas de sentir o que imaginava... procurar formas de acreditar no que imaginava... talvez enquanto imaginasse de facto amasse o personagem a que a sua imaginação se dirigia naquele momento. Quando a fantasia se desfazia e se apercebia da irrealidade, o amor imaginado desaparecia: "o amor é eterno enquanto dura".
Vida a 6 de Novembro de 2010 às 22:16

Peço desculpa, mas o Vinicius não era nada disso que parece estar a imaginar. Daí que, com todo o respeito, as questões que coloca não são sustentáveis. Contudo, baseiam-se numa opinião. A sua. E todas as opiniões são válidas. Muito obrigada.
Cat2007 a 7 de Novembro de 2010 às 00:17

O meu comentário ao seu Post foi apenas isso mesmo um comentário ao seu Post: "Como a vida é estranhamente circular! As mulheres do Vinicius aproveitaram mais com ele do que ele se aproveitou delas. Parece-me. Porque este homem lhes terá mostrado pedaços de eternidade. Algo que ele só era capaz de imaginar e de fazer sentir. Mas não podia pessoalmente alcançar. Creio."
Como tal o meu comentário partiu dos pesupostos que estabeleceu e levantou questões e apresentou suposições: "partindo do principio", "talvez".
Vida a 7 de Novembro de 2010 às 10:53

Com certeza que o seu comentário foi ao post, Vida. Não tenho uma dúvida na vida. Muito obrigada.
Cat2007 a 7 de Novembro de 2010 às 19:40

Vida,
Acrescento ainda que "o amor é eterno enquanto dura" é um original do Vinicius, mas que já tinha sido dito pelo Pessoa noutros termos. O Vínicuis inspirou-se muito no cancioneiro e na poesiaa portuguesa para construir a sua obra. daí que estou praticamente certa que a célebre frase está totalmente referenciada no Pessoa. Portanto, as primeiras responsabilidades, se quer assacar algumas, são do primeiro poeta. O português. Que, no mais, nem mulherengo era.
Cat2007 a 7 de Novembro de 2010 às 00:41

Cat2007,
Não procuro o responsável por tal frase. Sempre a assumi como de Vinicius de Moraes e embora inicialmente me tenha desagradado (eu era muito nova), com o tempo aprendi sobre a verdade que contém. Não a interpreto/sinto de forma negativa. Muito pelo contrário.
Vida a 7 de Novembro de 2010 às 11:14

Partindo do princípio que tudo isto são opiniões e que os visados estão mortos, não podendo assim explicar-se, parece-me tudo muito bem, Vida. Ou seja, cada um vê oo que pode. E ninguém pode mais do que isso.
bjs.
Cat2007 a 7 de Novembro de 2010 às 19:44

"A minha frase favorita é a minha quando me sai bem"
pesquisar
 
stats
What I Am
comentários recentes
Com muita calma e paciência tudo se começa! 
Mas a questão é que, antes de se preocuparem com o...
yah, a quantidade de construções emocionais que nã...
Sabia que fazia anos, tinham me dito, mas no meio ...
há "sinais" que não devemos negar :D
Se o tédio estiver instalado numa relação, então é...
Posts mais comentados
140 comentários
122 comentários
122 comentários
106 comentários
82 comentários
arquivos
2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


Novembro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12

15
16
17
18
19
20

22
23
24
25
26
27

28
29
30


blogs SAPO