CAFÉ EXPRESSO

Janeiro 26 2011

 

Eu acredito em Deus. Logo, creio firmemente nas Sagradas Escrituras. De facto, mais em Deus e na Bíblia do que em Darwin e na teoria do The Descent of Man, and Selection in Relation to Sex, por exemplo. Faz-me mal ao ego acreditar num livro onde se tenta provar a descendência do Homem a partir de formas inferiores. Este livro foi escrito em 1871. A Bíblia, por seu lado é muito mais velha. Tenho muito respeito pelos mais velhos. Sobretudo em assuntos onde não há certezas de nada e que por isso apelam à sabedoria.

 

O problema dos velhos, no entanto, é que têm uma forma de pensar um tanto lendária. Já por isso estão sempre a encher as histórias com detalhes improváveis. Por exemplo, os programas do José Hermano Saraiva. Creio que ele, se quisesse, era capaz de contar-nos a história do começo da Humanidade. E todos nós o poderiamos ouvir atenta e credulamente.

 

Preferia isto a ter que me centrar especificamente numa parte do Génesis. Mesmo tendo declarado que acredito na Bíblia. Acredito de facto, mas também, se existem coisas que me aborrecem nas coisas em que acredito, deixo imediatamente de acreditar na parte chata. Um milhão e meio de nomes de gente sem rosto só para dizer de que forma as pessoas se multiplicaram na Terra. Percebe-se claramente que foi através da prática reiterada do incesto. Nisto as Sagradas Escrituras são desassombradas. Só não sei se devo considerá-las progressistas. Lembro-me logo de Roma e daquela decadência dos costumes. Não sei. O meu moralismo está a atrapalhar-me neste ponto. A verdade é que Roma vem depois. Assim como o próprio Fellini. Portanto, repito, não sei.

 

Por outro lado, ainda no Génesis, temos o problema com o Jardim do Éden e Adão e Eva. É que, depois de ter criado o mundo, Deus criou o homem e em seguida uma auxiliar que viria a chamar-se Eva por decisão do homem criado. Citando, "O Senhor Deus disse:  Não é conveniente que o homem esteja só; vou dar-lhe uma auxiliar semelhante a ele". Esta parte do Génesis não é chata. É inaceitável. Assim para simplificar. Mesmo tendo declarado que acredito na Bíblia. Acredito de facto, mas também, se existem coisas que me confrontam o lirismo nas coisas em que acredito, deixo imediatamente de acreditar na parte inconcebível.

 

Mas pronto. A História do começo da Humanidade de acordo com o que penso que terá acontecido é a que consta da Bíblia. No Génesis. Acredito nisto porque a Bíblia é um livro muitíssimo velho. Recordo que os velhos merecem um desconto porque compensam tudo com a sua extrema sabedoria. Seja como for,  a verdade é que estou muito pouco interessada em saber o que verdadeiramente aconteceu. E ainda menos em reflectir no que deveria ter acontecido. Sobre o Princípio. Com efeito, estive só a ironizar um bocadinho para me distraír. É o stress.

publicado por Cat2007 às 16:12
 O que é? |  O que é? | favorito
Tags:

pá mas tá rénar com a malta? por momentos pensei-a beata ou qualquer coisa.
mas já agora tem a certeza de que no Génesis a Eva é referida como "auxiliar" ou anda em versão saramago?
Catarina a 26 de Janeiro de 2011 às 17:34

Desculpe lá, menina. Por outro lado, sim, sim. Tenho a certeza.
Cat2007 a 26 de Janeiro de 2011 às 17:36

Eu cá prefiro esta versão: http://www.youtube.com/watch?v=-YO9FpWX57E (http://www.youtube.com/watch?v=-YO9FpWX57E)
Mas claro, são apenas opiniões pessoais.
Vita a 26 de Janeiro de 2011 às 20:49

Exacto ;)
Cat2007 a 26 de Janeiro de 2011 às 22:10

Teria que ler a Biblia para poder comentar, bolas.
Espécie a 27 de Janeiro de 2011 às 00:00


Pode sempre acreditar na minha palavra. Estou a citar directamente. de qualquer forma, vale a pena comprar o maior best seller de todos os tempos. Não imagina o que se aprende.
Cat2007 a 27 de Janeiro de 2011 às 00:55

Confesso não ter uma educação religiosa. Li com curiosidade e assim fiquei a par de um ponto de vista interessante. Comprar esse best seller não o farei mas um dia,num hotel em Inglaterra,  com certeza que se abrir a gaveta da mesa de cabeceira o encontrarei a repousar com espectativa ;) Numa viagem torna a leitura dos curiosostorna-se  muito mais interessante. Como exemplo, andar com o Livro do Desassossego na mala e abrir uma página ao acaso permitindo a mente vaguear num olhar existencialista. Esse tenho-o em consideração e atracção :)
Espécie a 27 de Janeiro de 2011 às 12:59


Pois eu já li grande parte da Bíblia por razões que não têm directamente a ver com "educação religiosa", mas com aquisição de conhecimentos fundamentais da cultura judaico-cristã, que é a nossa.  Já com o Livro do Desassossego acontece-me um pouco o que se passa consigo. E o mesmo se aplica também às Farpas, por exemplo.
Cat2007 a 27 de Janeiro de 2011 às 14:44

"A minha frase favorita é a minha quando me sai bem"
pesquisar
 
stats
What I Am
comentários recentes
Já tinha saudades de ler o seu blogue.
Ok. Obrigada, querida.
Tu também!Envio te o número por FCP para o caso de...
Muito obrigada, Bruno.
Gostei do post.Não os lia faz algum tempo, já tinh...
Também estás na terapia. Ainda bem. Mas podemos se...
Ora, são as agressões.
Posts mais comentados
140 comentários
122 comentários
122 comentários
106 comentários
82 comentários
arquivos
2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


Janeiro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
12
14

16
18
19
20

24
28
29

31


blogs SAPO