CAFÉ EXPRESSO

Julho 07 2011

Hoje faço anos. Vale a pena dizer quantos? Talvez. Sou Caranguejo. Não sei verdadeiramente o que isto significa. Mas há sempre quem ache que se esclarece uma série de coisas com este género de informação. Espero então que sim.

 

Hoje faço anos. Deveria começar a falar um pouco de mim. Em princípio. Creio que é o meu dia. Não é? Não. É o dia de toda a gente que está viva. E há muita gente que nasceu hoje. Na verdade, não gosto muito de falar directamente de mim. Porque não sei ao certo o que dizer.

 

Hoje faço anos. Por outro lado, é dia do funeral da Maria José Nogueira Pinto. Sinto muito a sua morte. Ontem o Ribeiro e Castro emocionou-me. Quando começou a falar dela e acabou com a voz embargada.

 

Maria José Nogueira Pinto era uma pessoa da política diferente para o limpo. Detestei as posições dela nas questões do aborto e do casamento gay, por exemplo. No entanto, a convicção e a coerência com que se bateu por elas fez-me sentir o mais sossegado respeito. Por outro lado, a saída de Maria José da subsecretaria de estado da cultura no tempo de Santana Lopes e do CDS pouco depois da chegada de Portas encheram-me de admiração. Entre outras coisas. Finalmente, como é possível ter aguentado de pé até ao fim? É um facto que as árvores morrem de pé, passe o cliché. Nogueira Pinto não merece clichés. Porém, é verdade que as árvores são essenciais. Designadamente por causa do oxigénio. Maria José Nogueira Pinto morreu. E vai faltar algum oxigénio na política portuguesa. E em mais alguns contextos, obviamente.

 

Ah, é verdade. Hoje faço anos. E? 

publicado por Cat2007 às 13:06
 O que é? |  O que é? | favorito
Tags:

na verdade tenho pena de não ter uma equivalente a Maria José Nogueira Pinto, mas do lado precisamente oposto. A dizer, com a mesma vivacidade, o preciso contrário do que ela dizia muitas vezes. Ela animava o debate, dava-lhe fôlego. Não queria que todos os deputados fossem como ela mas havia lugar para um ou uma como Maria José. Faz imensa confusão deixar de a ouvir, inclusivé deixar de me poder irar com as crónicas dela. Esta que linka, a última, faz sentir também que há qualquer coisa que vai começar a desaparecer para dar lugar ao mesmo, alguns valores, mas hoje noutros moldes.
Aceno-lhe daqui...com um aceno bem largo e sincero mas o que me traz aqui és tu e para voltar a dizer em mais este dia feliz:

Parabéns.
Catarina a 7 de Julho de 2011 às 14:59

Catarina, obrigada pelos parabéns.
Sobre MJNP, percebo o que quer dizer e sou tentada a concordar. No entanto, pensando bem, Maria José faz falta ela própria nos posicionamentos que ocupava.
Cat2007 a 18 de Julho de 2011 às 16:32


Tive ocasião de participar e organizar uma homenagem pública a Maria de Lourdes Pintasilgo e numa das acções e entre vários convidados, estava Maria José Nogueira Pnto. Posso dizer-lhe que vi uma Mulher que desconhecia, uma versão que eu desconhecia por completo e que me cativou profundamente. Só tinha dela aquela imagem de alguém que tomava posições que eu abominava, embora, como diz e bem, com bastante coerência e uma excelente e sustentada argumentação, mas que, apesar disso, me fazia, erradamente, por certo, rotulá-la de uma forma quase leviana. Mudei a minha opinião, quando a ouvi naquele encontro e me revelou mais algum do seu pensamento, de si própria. Passei a admirá-la até!!...
... Ah e Parabéns Catarina. A vida é para celebrar!!
Odete
Odete a 7 de Julho de 2011 às 19:43

Odete, obrigada por ter ajudado a compor o post com o seu comentário. Obrigada ainda pelis parabéns. Um beijinho.
Cat2007 a 18 de Julho de 2011 às 16:34

Bom dia,

O Café Expresso está em destaque nos Blogs do SAPO, em http://blogs.sapo.pt

Parabéns e boa continuação!

Pedro
Pedro a 8 de Julho de 2011 às 10:25


Pedro, para agradecer o destaque. Muito obrigada.
Cat2007 a 18 de Julho de 2011 às 16:35

[Error: Irreparable invalid markup ('<p [...] <a>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

<p class="incorrect" name="incorrect" <a="">Parabens atrasados, então.</p> Que conte muitos!<br /> A morte desta senhora irá ficar para sempre na sua memoria, Morreu no dia do seu aniversario.<br /> No dia que faço anos lembro-me sempre de dois acontecimentos nada felizes. Um foi o desaparecimento do Rui Pedro(que foi agoara a julgamento o principal suspeito) e o outro foi a tragedia de Entre os Rios.<br /> Mas felizmente que estamos vivas.<br /> Aproveito também para lhe dar os parabéns do destaque do sapo.<br />bom fim de semana
geriatriaaminhavida a 8 de Julho de 2011 às 19:00

Muito obrigada.
Cat2007 a 18 de Julho de 2011 às 16:36

A vida...oh essa palavra que ora frágil ora forte, umas vezes garantida, outras frágil, a vida dos outros de cada um de nós, essa palavra mágica que seduz que nos faz querer sempre mais e melhor. Vida que esquecemos que um dia acabará, não acabarão contudo as vidas daqueles e daquelas que deixam marcas, que se destacam pela diferença, pelos valores e ética com que trilham caminhos, essas nunca morrem.
A sensibilidade do Caranguejo bem patente em cada frase, a emoção de um momento que toca todos os que admiram os que deixaram boas sementes e a esperança de que algumas delas dêem bons frutos.
Para ti que hoje festejas menos uns anos que já viveste eu desejo sinceramente que possas viver o suficiente para que consigas concretizar todos os teus sonhos nos que ainda hão-de vir e que sejam muitos e bons.
Parabéns pelo destaque!
sentaqui a 8 de Julho de 2011 às 21:26

Creio que tem razão. Há certas pessoas que simplesmente não morrem. Agradeço-lhe ainda os parabéns.
Cat2007 a 18 de Julho de 2011 às 16:38

os meus parabéns atrasados, mas antes tarde do que nunca já diz o povo.


esta Senhora deixou o nosso país mais pobre, tanto a nível de inteligência e de beleza!!!

os meus sinceros sentimentos a todos os que simpatizavam
vidinhaesta a 11 de Julho de 2011 às 16:25

Obrigada pelos parabéns.
Sim, estamos mais pobres sem MJNP.
Cat2007 a 18 de Julho de 2011 às 16:44

Quando morre alguém, nada mais há do que isso. Morreu! Quem julga que há mais alguma coisa para dizer, repete sem cessar o que todos dizem.

 Contactei, Maria José Nogueira Pinto , duas vezes. Uma em campanha. Levantei-me, cumprimentei-a, ali na Guerra Junqueira. Uma pessoa educada em campanha. A primeira vez não conto.Já lhe perdooei...

Paz à sua alma com muita admiração pela coragem e convicção religiosa demonstradas.
Luis Moreira a 11 de Julho de 2011 às 19:47

Não pretendo ser original em tudo aquilo que digo. O que escrevi sobre MJNP foi o que senti. E foi pouco. O que escrevi. Menos do que senti, creia. Não tem mal nenhum repetir o que na essência os outros dizem. Estamos sempre a fazer isso, não é?
Cat2007 a 18 de Julho de 2011 às 16:42

"A minha frase favorita é a minha quando me sai bem"
pesquisar
 
stats
What I Am
comentários recentes
achei graça foi associares a tua infidelidade ao t...
Já tinha saudades de ler o seu blogue.
Ok. Obrigada, querida.
Tu também!Envio te o número por FCP para o caso de...
Muito obrigada, Bruno.
Gostei do post.Não os lia faz algum tempo, já tinh...
Também estás na terapia. Ainda bem. Mas podemos se...
Posts mais comentados
140 comentários
122 comentários
122 comentários
106 comentários
82 comentários
arquivos
2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


Julho 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
20
21
22
23

25
26
28
29
30

31


blogs SAPO