CAFÉ EXPRESSO

Setembro 26 2016

Madalena: Não me apetece sair daqui. És tão quente. E lá fora faz tanto frio.

Teresa: Não temos que ir já. Mas temos mesmo que ir.

Madalena: E tem mesmo que ser a Sintra? É longe, querida.

Teresa: No meio daquela serra sente-se uma energia única. Positiva. Uma pessoa sente-se bem lá. Acalma os nervos.

Madalena: Por acaso, é verdade. Mas não me apetecia nada ir. Ficávamos aqui na cama e…

Teresa: Nem pensar. Levanta-te.

Teresa saltou da cama.

Madalena ficou irritada

Madalena: Olha lá, não vais aparecer o dia todo à tua filha? Passaste cá a noite. Não achas que ela vai estranhar, por acaso?

Teresa: Não vai estranhar porque pensa que arranjei um dos meus namorados do costume, já te expliquei isso.

Madalena: Um dos teus namorados do costume. Que horror!

Teresa: Seria um horror depois de estar contigo outra vez.

Madalena olhava pelo vidro para a rua relativamente calma. Distraída foi perguntando a Teresa o que queria ela, afinal.

Teresa: Quero dizer que te amo profundamente. Em contas certas, há vinte e dois anos que te amo. É disto e de tudo o que tem a ver com isto que te quero falar.

Madalena: E era preciso irmos para Sintra para me dizeres essas coisas? Querida, tu dizes-me todos os dias que me amas.

Teresa: Para que te estás a armar-te em insensível?

Madalena: Não sou insensível. Apenas não me comovo com as tuas declarações de amor.

Teresa: Eu sei que não és insensível. Todos os dias me dás provas do contrário. No entanto, é espantoso que nunca tenhas dito que me amas. Nem nos momentos mais loucos da nossa paixão, quando está nos meus braços e te perdes de ti… nem aí tu dizes “amo-te Teresa”. O que tu gostas é de dizer “querida”. Como se estivesses numa manobra de engate permanente.

Madalena: Porque tu és a minha querida. E sim, contigo estou numa manobra de engate permanente. Dá-me tesão. Compreendes?

Teresa: Estás a tentar enervar-me.

Madalena: Deixa lá. Vais acalmar quando estivermos envolvidas pela boa energia de Sintra.

Teresa: Agora merecias uma bofetada.

Madalena: Desculpa. Sei que estou a ser imbecil. Mas venho contrariada. O que queres?

Teresa: Quero que fales comigo como uma adulta.

Madalena: Eu sei bem o que tu queres. Queres ligar-nos à terra. Mas eu não quero. Estou bem como estou. Trabalho na tese durante o dia, estou contigo ao fim da tarde e muitas vezes passamos a noite juntas também. De permeio dou as minhas aulas. Não desejo mais nada. Está tudo perfeito.

Teresa: E ligar-nos à terra significa o quê, para ti?

Madalena: Significa que tu queres alterar as coisas. Não sei muito bem em que sentido. Mas queres.

Teresa: É preciso clarificar os sentimentos. Ninguém vive assim pra sempre.

Madalena: E quem te disse que eu te queria para sempre?

Teresa: Acaba já com esse teatro! Eu sei que me amas. Sei muito bem que me amas.

Madalena: Não, Teresa. Não te amo. Há vinte anos que não te amo.

 

publicado por Cat2007 às 20:26
 O que é? |  O que é? | favorito
Tags:

...mas continua
Catarina a 26 de Setembro de 2016 às 21:33

O que é que continua?
Cat2007 a 26 de Setembro de 2016 às 21:36

...tudo. a conversa.sintra.a madalena que "jamais a ama"... elas
Catarina a 26 de Setembro de 2016 às 21:40

Com certeza que continua. Teresa tem coisas novas importantes para lhe dizer.
Cat2007 a 26 de Setembro de 2016 às 21:41

Não sei se isto vai adiantar. A Madalena partiu-se e ficou partida. Não deve ter conserto.
Catarina a 26 de Setembro de 2016 às 21:50

O que sei é que a situação se vai alterar, E não posso, obviamente, dizer mais nada
 
Cat2007 a 26 de Setembro de 2016 às 21:51

Alterar....com Madalena partida e habituada a estar partida. Quase tira prazer disso:sintra para quê se podem estar na cama. Yah.
Catarina a 26 de Setembro de 2016 às 21:57

Não vamos dar os factos como adquiridos
Cat2007 a 26 de Setembro de 2016 às 22:00

Teresa quer um compromisso sério com Madalena?
No fundo terá que convencer Madalena que estará melhor com ela, do que sozinha ou com os habituais casos.
Pode ser que consiga. Se for amor verdadeiro, consegue.
The Gambler a 26 de Setembro de 2016 às 22:55

Ainda não sabemos exatamente o que Teresa quer :)
Cat2007 a 27 de Setembro de 2016 às 10:07

Não vai acontecer algo de bom naquela Serra?
The Gambler a 27 de Setembro de 2016 às 11:44

Nem eu própria sei. Depende de como a conversa correr.
Cat2007 a 27 de Setembro de 2016 às 11:54

"A minha frase favorita é a minha quando me sai bem"
pesquisar
 
stats
What I Am
comentários recentes
Sabia que fazia anos, tinham me dito, mas no meio ...
há "sinais" que não devemos negar :D
Se o tédio estiver instalado numa relação, então é...
o tédio pode estar na própria relação... ou não?
No entanto, de facto, não associei. Ninguém é infi...
achei graça foi associares a tua infidelidade ao t...
Já tinha saudades de ler o seu blogue.
Posts mais comentados
140 comentários
122 comentários
122 comentários
106 comentários
82 comentários
arquivos
2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


Setembro 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9





blogs SAPO