CAFÉ EXPRESSO

Fevereiro 01 2016

 

Há pessoas que parecem inseguras. Mas não são. São, antes, ansiosas. Tudo está na infância e a culpa é dos pais. Por ação ou omissão. Há pais que costumam castigar os seus filhos a sério sem nunca explicarem bem a razão do castigo e, pior, castigando sempre da mesma maneira, independentemente da gravidade da falta da criança. Deste modo, o problema das crianças que são vítimas assim está na falta de senso de graduação das coisas. Por causa disto tornam-se crianças ansiosas e, mais tarde, adultos ansiosos.

 

Como disse, para além das ações, os pais podem ser culpados por omissão. Embora, neste caso, muitas vezes sem culpa. Eu, por exemplo, fui vítima daquelas senhoras donas de casa impolutas filhas da mãe. Sempre que me apanhavam sozinha, chamavam-me a atenção para certas coisas que eu fazia e que, na ótica delas, eram desadequadas para uma menina. Assim, não devia subir árvores, jogar à bola com os rapazes e andar à pancada, por exemplo. Nunca fizeram isto à frente dos meus pais, pelo que eles nunca tiveram possibilidades de me defender. E portanto, não defenderam. Eis aqui uma omissão que me lixou. Com efeito, acabei por acreditar nelas, nas donas de casa, por serem pessoas adultas, e acabei por contrariar a minha natureza alegre, espontânea e expansiva. Deixei de ser uma “maria-rapaz” para me tornar numa menina bem comportada.

 

A adoção de comportamentos contranatura, que são comportamentos que contrariam a natureza das pessoas, de cada pessoa, provoca obrigatoriamente danos na autoestima e não só. Produz efeitos de natureza ansiosa. Quem não está na sua pele não sabe bem como agir.

 

Entretanto, uma pessoa cresce neste processo em que se habituou a sufocar os seus instintos mais primários e começa a apreender outras formas de reagir. Isto sucede com toda a gente. Mas as pessoas ansiosas, que, como disse, o são porque em pequenas assim as fizeram, têm uma dificuldade maior em andar à pancada por palavras calmas e certeiras. No entanto, aprendem como os demais. Embora com mais alguma dor.

 

publicado por Cat2007 às 17:54
 O que é? |  O que é? | favorito
Tags:

"A minha frase favorita é a minha quando me sai bem"
pesquisar
 
stats
What I Am
comentários recentes
achei graça foi associares a tua infidelidade ao t...
Já tinha saudades de ler o seu blogue.
Ok. Obrigada, querida.
Tu também!Envio te o número por FCP para o caso de...
Muito obrigada, Bruno.
Gostei do post.Não os lia faz algum tempo, já tinh...
Também estás na terapia. Ainda bem. Mas podemos se...
Posts mais comentados
140 comentários
122 comentários
122 comentários
106 comentários
82 comentários
arquivos
2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


Fevereiro 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
11
13

14
20

21
22
23
24
27

28
29


blogs SAPO