CAFÉ EXPRESSO

Janeiro 12 2016
 

 

Tenho a consciência de que as pessoas doentes residentes no Hospital Júlio de Matos estão muitíssimo medicadas. A medicação afasta os infernos individuais. Mas quando atua, só deixa o vazio. Todas as que podem sair arrastam os pés e andam tortas. Se não fosse a medicação não podiam andar cá fora tortas e a arrastar os pés. É assim o melhor que se pode arranjar.

 

Na mente destas pessoas, quando interagem com o próximo estão duas ideias guia: cigarros e café. Pedem as duas coisas. Cheguei a pensar que o faziam pela força do hábito de querer abordar os outros, com a noção de que incomodam, e ter que pedir qualquer coisa para disfarçar. Uma ideia um bocado estúpida de quem não queria pensar. Mas agora que penso um bocadinho mais detidamente sobre o assunto, concluo que se trata da busca do prazer.

 

No Júlio de Matos, enquanto se anda sem destino muito definido, anda-se à procura de prazer. Mas afinal o destino é bem definido. O destino são as outras pessoas. Os não residentes. Na esperança de que estes possam proporcionar prazer. Um café e um cigarro. Coisas acessíveis que qualquer um pode dar. Nada de pedir sexo ou whisky, por exemplo. Isso é para os não residentes.

 

Os residentes do Hospital Júlio de Matos não são inconscientes. Sabem sobre a medida das coisas. Se fossem inconscientes, seriam talvez felizes. E podiam pedir tudo o que quisessem. Mas não. Têm uma consciência. Um café e um cigarro. Pode ser dinheiro para o café ou pode ser um cigarro para juntar aos outros que também foram pedidos. É para fumar mais tarde.

 

publicado por Cat2007 às 17:49
 O que é? |  O que é? | favorito
Tags:


Olá!!
Para quem gosta de redes sociais e quer ganhar uns € extra inscrevam-se na Tsu! É só por convite! 
Deixo aqui o convite: https://www.tsu.co/Samuelgo
Sam a 12 de Janeiro de 2016 às 17:58

Nice post. Nice no sentido de eu apostar que essa observação está correta. Nunca se nega um cigarro a quem nos pede. O café já não sei, depende da logística. Um cigarro não se nega. E que venham os puristas anti- tabágicos. Nunca se nega o único possível grau de prazer, assim a alimentação esteja garantida. Suspeito que deve estar.
Catarina a 12 de Janeiro de 2016 às 17:59

Os residentes no Hospital Júlio de Matos andam limpos e bem alimentados.
Por outro lado, eu nego sempre o cigarro e o dinheiro para o café, embora entenda a posição deles, como ficou demonstrado. Sucede que a minha posição é a de que tenho sempre poucos cigarros e moedas são raras. Enfim, sou uma egoísta.
Cat2007 a 12 de Janeiro de 2016 às 18:05

Todos procuramos o prazer...não só os doentes mentais...
Inês a 12 de Janeiro de 2016 às 18:06

Com certeza Inês. Foi isso que eu tentei deixar subentendido. Isso e o vazio. A grande maioria das pessoas sente o vazio. 
Cat2007 a 12 de Janeiro de 2016 às 18:11

Não. Não procuramos todos o prazer como estes doentes ou outros. Está bem explicado no post (já não procuram wiskie/sexo, só um cigarro ou dinheiro para café). Tem a ver com os graus de prazer. Trata-se dos minimos olímpicos, ora esses minimos são ansiados na fragilidade mental que pode ser uma depressão por exemplo. É quando se procura nem que seja o sabor do sal e quando essa procura é um caso de vida ou de morte. <br />Que todos procuramos o prazer....enfim, penso que é óbvio.
Catarina a 12 de Janeiro de 2016 às 18:12

Image
Cat2007 a 12 de Janeiro de 2016 às 18:15

por outras palavras: é quando um cigarro, cheio de alcatrão e nicotina e cancerígeno, se transforma em segundos de saúde para uma Dor. Isso nota-se sobretudo numa fragilidade mental mesmo que seja a fragilidade de alguém que tem um cancro. Não somos todos nós...até virmos a sê-lo.
Catarina a 12 de Janeiro de 2016 às 18:16

Obrigada por me ajudares a esclarecer o que está escrito no post.
Cat2007 a 12 de Janeiro de 2016 às 18:18

que disparate, não foi ajuda nenhuma. foi o post que me fez reconhecer a situação. obrigada. bye.
Catarina a 12 de Janeiro de 2016 às 18:20

Bye!
Cat2007 a 12 de Janeiro de 2016 às 18:22

"A minha frase favorita é a minha quando me sai bem"
pesquisar
 
stats
What I Am
comentários recentes
Viver é respirar, de acordo. E continuo a insistir...
É verdade, a coragem é uma das coisas mais importa...
Também não acredito nisso...se é que alguma vez ac...
Com muita calma e paciência tudo se começa! 
Mas a questão é que, antes de se preocuparem com o...
yah, a quantidade de construções emocionais que nã...
Posts mais comentados
140 comentários
122 comentários
122 comentários
106 comentários
82 comentários
arquivos
2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


Janeiro 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
14
15
16

17
19
21
22
23

24
28
30

31


blogs SAPO