CAFÉ EXPRESSO

Setembro 09 2017

Foto de Catarina Veiga Miranda.

 

Hoje vou treinar. Daqui a pouco. É para fazer o terceiro dia de ginásio da semana. Aproveito, e depois da “malhação”, vou até à piscina. Mas não é para nadar. É para banhos quentes no jacuzzi. Na verdade, é preciso relaxar quando se chega ao fim da semana.

 

Esta conversa de teor informativo é só para inicio de conversa. É que estive indolentemente a jogar ao Spider (aquele jogo de cartas do Windows) e agora tenho que produzir qualquer coisa para não me sentir totalmente vazia.

 

Como se vê, estou aqui sozinha a fazer uma conversa de circunstância. Escrevi no outro post que as conversas de circunstância me fazem sofrer. Porém, só se forem com alguém que não se conhece muito bem. Quando há afeto, são giras e dão prazer. E eu tenho afeto por mim. Digo isto porque referi que estou a fazer uma conversa de circunstância sozinha neste ato de escrever o presente post, tendo prazer nisto, como é evidente.

 

Ontem estive a ver o meu Benfica na BTV e fiquei aterrada. Joga mal o meu Benfica. Creio que, a manterem-se as coisas assim, a revalidação do título “rumo ao penta” vai ser extremamente difícil. Até porque os demais clubes na corrida estão a portar-se melhor.

 

Estou a falar disto porque gosto muito de futebol. No entanto, como se diz por aí, “não perco o sono”. Que é como quem diz, não ando a falar do jogo e dos seus anexos aí pelos cafés e em conversas de corredor. O mesmo é dizer que não alinho em discussões sobre quem é o melhor ou em números de chacota sobre os derrotados. Na verdade, não tenho paciência para o típico adepto. Aquele que sofre horrores quando o seu clube não ganha e vai ao paraíso quando vence. Por mim, gosto de chegar ao paraíso mas é noutros contextos. Assim, odeio aqueles programas televisivos onde os “paineleiros” gritam uns com os outros sobre se foi ou não grande penalidade e sobre as diversas teorias que envolvem as tarefas do árbitro e do videoarbitro mais os assuntos relacionados com as entidades que dirigem o futebol “que nunca não estão à altura dos acontecimentos”.

 

Posto o que antecede, esgotou-se-me a imaginação no sentido de poder vir agora abordar outros assuntos de circunstância , pelo que fico por aqui.

publicado por Cat2007 às 12:36
 O que é? |  O que é? | favorito
Tags:

Maio 16 2016

 

Está meio mundo a falar disto. Portanto, não venho aqui dizer nada que o pessoal já não saiba. Só que não podia deixar passar sem assinalar. Então lá vai:

 

Ontem o Benfica conquistou o seu tricampeonato mais recente. Foi um dia especial. Sou benfiquista desde pequenina. Mesmo assim, não me ocorreu ir ao Estádio. Quer dizer, ocorreu mas depois deixou de ocorrer. Queria ver o jogo como deve ser. Cada lance ao detalhe. Se queremos ver um jogo, tem de ser na televisão. No Estádio não se vê nada. É só vibrar. O que também é ótimo. Mas eu queria ver o jogo. Sem gente a incomodar. Vi sozinha. Também estive a “curtir” a festa no sofá. Apetecia-me ver a festa ao detalhe. Claro que me privei de viver certas coisas únicas. Mas foi uma escolha. Ou vivia certas coisas únicas. Ou vivia outras certas coisas únicas. No dia, ontem, não me apetecia partilhar. Nem que partilhassem comigo. Mas gostei muito de ver imensa gente a partilhar entre si. Pela televisão.

 

É muito vulgar partilharem comigo. Sou sempre toda- ouvidos. Assim, preciso de momentos de não-partilha. Estou já a mudar de assunto porque o tema do Tri está a ser arrumado por uma data de gente. Não tenho assim nada para dizer que toda a gente já não saiba. Só aquilo que disse. O estar só e sem partilhas. A sentir o orgulho e a satisfação por esta grande vitória. E que viva o Rui Vitória. Já agora. No mais, também não era normal deixar passar o facto em claro. Por isso aqui fica a dedicatória. Afinal, não mudei de assunto e fiquei, por consequência a falar do mesmo. Mas vou já virar o parágrafo.

 

Havia, nos romances policiais, um detetive que nunca saía de casa. Agora não me lembro qual é o nome dele nem do autor dos romances. Só sei que o homem solucionava tudo a partir do seu cadeirão lá de casa. Não sei porque me lembrei disto, sabendo. De qualquer modo, devo dizer, que só me recostei no sofá lá de casa a partir das 16.30h. Até lá fiz montes de coisas na rua.

 

Portanto, não vale a pena meter aqui mais nada. Fica o espaço todo para o Benfica. O que não está mal.

 

publicado por Cat2007 às 18:17
 O que é? |  O que é? | favorito
Tags:

Julho 29 2012
 
GIL VICENTE-BENFICA, 2-5 MORA FEZ 3 GOLOS EM TRIUNFO FÁCIL (http://www.record.xl.pt/Futebol/Nacional/1a_liga/Benfica/interior.aspx?content_id=769960)

 

 Não compreendo este resultado. Então não era suposto o Benfica ter perdido este jogo? E o resultado em si não devia ter sido precisamente este mas ao contrário?

 

 

 

 Pronto. Assunto encerrado. {#emotions_dlg.ok}

 

 

publicado por Cat2007 às 17:22
 O que é? |  O que é? | favorito
Tags:

Fevereiro 19 2012

 

Ainda há pouco li as declarações do recentemente lesionado Danny, como se sabe jogador do Zenit, sobre a lesão do Rodrigo. Que o Bruno Alves foi normalmente ao lance e que nem sequer falta fez. Que é uma estupidez dos adeptos do Benfica receber mal o Bruno Alves na Luz. Depois veio o próprio Bruno Alves falar da partida da segunda mão. Que o Zenit não tem medo nenhum de ir à luz. Que a sua equipa vai jogar ao ataque porque tem muita classe e quer ganhar. Já antes, na altura do sorteio, estes dois vieram comentar, referindo que não tinham dúvidas de que o Zenit era melhor e que passaria a eliminatória. Até porque o Benfica é inferior ao Porto e eles bateram o Porto. Em primeiro lugar, dizer que lamento muito a lesão do Danny. Preferia que não jogasse pela nossa Seleção no Europeu por uma razão menos gravosa para a vida dele enquanto profissional. De resto, odiei sempre ver o Danny com a camisola das Quinas. É um jogador mais ou menos. Na finta, no passe, no remate, na desmarcação, a defender a atacar, em tudo. Além disso, tem mais ou menos cara de toxicodependente. Assim, compreende-se que o Zenit tenha pago €30M pelo seu passe. De facto, há imenso dinheiro no futebol russo e nenhum jogador acima de mais ou menos tem interesse em ir jogar para um campeonato daqueles. Em segundo lugar, dizer que lamento muito que o Bruno Alves esteja a jogar na Rússia. Não é um jogador mais ou menos. É um bocadinho melhor, embora não fantástico. Mas era muito melhor quando se mudou para lá. Tenho impressão que não teve escolha. O Porto empurrou-o pelo dinheiro. Azar de quem não é suficientemente bom para poder escolher. E agora sobre os comentários destes dois “russos”: 1. O Bruno Alves fez uma falta estúpida; 2. O Danny é que é estupido quando diz que é uma estupidez vaiar o Bruno Alves porque não tem lógica. Ele queria dizer injusto certamente. O que não deixa de ser estupido também porque em lado nenhum do mundo o público de um jogo de futebol está preocupado estas questões de justiça. O público da Luz vai vaiar e pronto; 3. Nesta época o Benfica já demonstrou que é melhor do que o Porto; 4 O Zenit não é uma equipa com classe. Não compreendo como podem querer ir ao Estádio da Luz jogar ao ataque. Na verdade, não vão. Depois do sorteio a seguir à fase de grupos, quando vi que eram os russos, fiquei contente. Como é óbvio. As probabilidades de apanhar uma daquelas equipas a que chamam “colosso europeu” eram altíssimas. Portanto foi uma sorte. Pois. O Zenit também deve ter achado o mesmo. Dai que se encheram de moral. E agora é aturá-los. Seja como for, não estou otimista para esta eliminatória. O jogo na Rússia foi um pesadelo. Não sei se foi por causa daquele frio absurdo ou se a causa foi a lástima em que estava o terreno ou ainda se foi a velocidade do Zenit. O Jesus disse que foi o campo. Não sei. Sei que os nossos jogadores pareciam estar com problemas no motor de arranque. Sempre a reagir com uma fração de segundo de atraso. Além disso, um bocado desorganizados e confusos face à pressão dos russos. Perdemos com um golo sofrido estupidamente a acabar. Mas não merecíamos ganhar. Agora, no dia 6 de Março, temos que vencer. É desconfortável. Causa muita pressão. Os tipos são rápidos. Estão confiantes como lobos esfomeados. Não sei se o Benfica já tem a maturidade suficiente para chegar lá, jogar normalmente e fazer o que seria normal: ganhar, pois claro. Vamos ter fé. Sobretudo em Jesus.

 

publicado por Cat2007 às 03:58
 O que é? |  O que é? | favorito
Tags:

"A minha frase favorita é a minha quando me sai bem"
pesquisar
 
stats
What I Am
comentários recentes
Viver é respirar, de acordo. E continuo a insistir...
É verdade, a coragem é uma das coisas mais importa...
Também não acredito nisso...se é que alguma vez ac...
Com muita calma e paciência tudo se começa! 
Mas a questão é que, antes de se preocuparem com o...
yah, a quantidade de construções emocionais que nã...
Posts mais comentados
arquivos
2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


subscrever feeds
Novembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


blogs SAPO