CAFÉ EXPRESSO

Junho 29 2012

 

 

I was wondering porque dei por mim tão contente com a derrota da Alemanha contra a Itália no jogo de ontem.

 

Em geral costumo antipatizar com a seleção italiana. Coisa que não me passou de todo e por isso continuo. E ainda assim desejo que seja campeã este ano. Porque afinal a final é contra a Espanha.

 

Sobre a Alemanha. A Alemanha era a grande favorita a ganhar este Euro-2012. Para mim isto basta. A Abater. Ponto. Mas há um bocadinho mais. Esta coisa da crise das dívidas soberanas da Europa. É claro que a Alemanha tem todo o mérito, e já agora o trabalho, de ser a maior economia da zona euro. Porém, a sobranceria, a  insensibilidade e a ganância da chanceler a juntar à própria mania da superioridade que o povo alemão manifestou nas sondagens recentes…  Assim, se Alemanha não perde nos mercados perde aos pontapés numa bola de futebol. Não ajuda mas alivia.

 

Sobre a Espanha é simples: ganharam-nos. Agora têm que perder. Porque razão haveria de gostar de quem me deu um desgosto?

 

Bom, depois deste singelo exercício de mesquinhez da pior espécie, sinto-me muito mais aliviada. Lamentavelmente.

 

 

publicado por Cat2007 às 16:39
 O que é? |  O que é? | favorito
Tags:

Junho 28 2012

Imprensa estrangeira elogia exibição portuguesa

 

Ontem ouvi um bocado do discurso do Paulo Bento e de alguns jogadores e comentadores. Claro que já estava um tanto alheada, evidentemente. Foi no fim do jogo, ora. Então, basicamente passou-se mais ou menos isto: “com certeza que o povo português está muito orgulhoso da Seleção…” e blá, blá, blá. Até parece que este pessoal não sabe como são as paixões do futebol e como as pessoas se comportam debaixo destas emoções. Aliás, está hoje a constar qe a imprensa estrangeira elogia muito a equipa nacional apo.pt/futebol/euro_2012/artigo/2012/06/28/imprensa_estrangeira_elogia_exib.html . Pois está bem.

 

O que eu acho é que os portugueses estão com uma depressão pós-Euro que começou logo no momento em que a Espanha concretizou o último penalty. Acho, porque isto é que é natural e saudável. A coisa do orgulho de “sair de cabeça erguida” só assenta no espirito dos perdedores.

 

É certo que a equipa nacional é muito melhor do que se apregoava mas não tão boa como se pretendia. Não há dúvida que somos a terceira melhor Seleção da Europa, aconteça o que acontecer à Itália (que até pode mandar a Alemanha para casa, nunca se sabe).

 

E sendo a terceira melhor da Europa, a Seleção portuguesa podia perfeitamente ter ganho este campeonato com um bocadinho de sorte. A verdade é que, quando a sorte é deste tipo: essencial para “chegar lá”, se não surge, o espirito das pessoas enche-se de uma frustração muito próxima do pessimismo dos azarados. Porém, repito: a seleção não teve azar. O que não teve foi a sorte que precisava para ultrapassar adversários melhores.

 

Talvez isto, o senso da falta de sorte, faça mal aos portugueses que, num momento tão delicado como o que vivemos, se projetaram nas emoções e alegrias de uma competição onde se consideram representados em termos absolutos. Quem caiu daqui abaixo vai ter maiores dificuldades para ultrapassar o momento. No entanto, parece que não. O INE divulgou que os "Portugueses estão menos pessimistas" http://economico.sapo.pt/noticias/portugueses-estao-menos-pessimistas_147389.html.

 

Por tudo isto tenho a dizer o seguinte para o meu caso: Graças a Deus que os anúncios da Galp sempre me indignaram e muitas vezes me envergonharam também (vergonha alheia). Especialmente o do menino que lê a carta aos jogadores e que quer ser médico. Daí que só tive os meus 10m de depressão pós-jogo, devendo constar das estatísticas do INE. E ponto final.

 

publicado por Cat2007 às 11:12
 O que é? |  O que é? | favorito
Tags:

Junho 25 2012

 

 

Mas que seca de jogos que tem sido o Euro. Com exceção do Portugal-Holanda.

 

Já depois de ter assistido ao Alemanha-Grécia, e como quem está com um dever profissional, por razões óbvias, obriguei-me a ir ver o Espanha-França. Que seca! Mas primeiro o Alemanha-Grécia: que seca! Duas secas, sendo que cada uma delas com particularidades diferentes.

 

A Grécia chateou a Europa inteira por ser verdadeiramente uma equipa tão fraca que, malgrado o orgulho ferido, o espírito guerreiro e a filosofia do havemos de ultrapassar isto com a ajuda dos deuses do Olimpo, até meteu pena. Já a Alemanha, repleta de bons jogadores, da baliza à grande área contrária, irritou toda a gente por causa dos quatro saltos que Merkel deu. E no meio de tudo isto diz-se compenetradamente que um jogo de futebol nada tem a ver com política. Ora, todos os fenómenos sociais relevantes têm a ver com política. Então se há confronto de camisolas cujos emblemas são, nem mais nem menos, bandeiras de países, e se esses países andam mal entendidos entre si... O que dizer?

 

De uma vez por todas: o futebol tem tudo a ver com política. Só se os políticos fossem ainda mais cretinos do que são é que assim não seria. Neste aspeto, a cretina da chanceler alemã deu, como se sabe, asas ao seu contentamento por cada golo da equipa do seu país contra a Grécia. Portanto, atenta a conjuntura, Merkel não surpreendeu sublinhando mais uma vez o facto de ser a política mais cretina de todos os tempos. Um político, ou seja, um cretino por inerência que não fosse tão ferozmente cretino como Merkel é, manteria a compostura. Pois se a Alemanha estava a esmagar a Grécia em campo. Enfim… valha-nos Deus. Sim valha-nos a nós porque os gregos já estão como foram.

 

Agora o Espanha-França. Platini dizia antes do jogo que a final seria entre a França e a Alemanha. Se era isso que queria, e sabe Deus porquê, então fez mal em não arranjar forma de meter o reconhecidamente permeável Pedro Proença naquela partida. É que a França não joga nada. O Benzema é ponta de lança. Antes da fase final do campeonato começar, andou por ai a dizer que não se achava um jogador inferior ao Messi e a Ronaldo. Também acho que não é. Porque nem sequer pode ser comparado. São mundos diferentes. Benzema saiu do Euro sem marcar um único golo. O que configura uma tragédia para um jogador da posição dele. No entanto, jogou a médio, o que pode servir de atenuante. De tudo isto resulta o facto de a Espanha também não ter sido obrigada a jogar muito, como já tinha sucedido na fase de grupos.

 

Mesmo assim, foi possível perceber que o jogo Espanha-Portugal não é de resultado fácil de fazer e ainda menos de adivinhar. Portanto, talvez a final deste Euro 2012 seja Portugal-Alemanha a resolver nos penalties.

 

publicado por Cat2007 às 17:26
 O que é? |  O que é? | favorito
Tags:

Junho 22 2012

 

 

Quem me conhece sabe que não seria possível apanhar-me a jantar ontem no Parque das Nações à hora do jogo de Portugal contra a República Checa. Ora, quem me conhece sabe que eu sou muito fácil de convencer. Isto porque tenho uma grande abertura de espirito que orienta a minha curiosidade e uma enorme capacidade de sofrimento que me prepara para enfrentar qualquer eventualidade. Assim, ao intervalo do jogo já não estava lá.

 

O frio foi mesmo o grande motivo. Caso contrário, haveria de lá ficar até ao fim dos festejos. Realmente, foi a primeira e a última vez mas, como o Rock in Rio, valeu imenso a pena ter ficado com esta certezinha absoluta.

 

Tive um bocado de inveja do pessoal que tinha bandeiras enroladas ao corpo, género lençol de banho mas não turco. Ainda me estou a lembrar do frio, claro. No momento próprio todos se levantaram e cantaram o hino. Como fiquei sentada e estava distraída apanhei um susto. Depois era muito natural bater palmas às boas jogadas. Ainda fiquei a refletir no motivo, lembrando-me que aquilo ali não era o estádio. Mas esqueci. A verdade é que estava a gostar do espírito único.

 

As experiencias valem pelo espirito das pessoas que as criam e vivenciam. Se não fosse o frio, não tinha ficado com o espirito cortado ao meio.

 

Sim. Gosto muito de futebol. E acho que temos uma boa seleção, o Ronaldo é extraordinário (embora o Messi seja melhor, lamentavelmente) e, com sorte, até podemos ganhar o Euro. Viva nós, então.

 

publicado por Cat2007 às 18:02
 O que é? |  O que é? | favorito
Tags:

"A minha frase favorita é a minha quando me sai bem"
pesquisar
 
stats
What I Am
comentários recentes
Com muita calma e paciência tudo se começa! 
Mas a questão é que, antes de se preocuparem com o...
yah, a quantidade de construções emocionais que nã...
Sabia que fazia anos, tinham me dito, mas no meio ...
há "sinais" que não devemos negar :D
Se o tédio estiver instalado numa relação, então é...
Posts mais comentados
6 comentários
2 comentários
arquivos
2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


Setembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


blogs SAPO