CAFÉ EXPRESSO

Agosto 07 2012

 

 

 

 

Este ano a Naíde e o Évora não podiam ir aos Jogos Olímpicos e a Vanessa desapareceu de circulação. Por isso Telma Monteiro carregava sobre os ombros a responsabilidade de representar Portugal em grande altura. À altura de uma medalha de ouro. Porque, à custa do seu mérito, tinha cotação para tanto. Não conseguiu. E assim, num pais onde a maioria das pessoas gosta mas é de futebol e quer lá saber do Atletismo e do Judo, Telma está a ser crucificada como se de uma traidora se tratasse. Até o Expresso do último sábado lhe atribuiu uma notação em baixa.

 

E tudo isto é muito ridículo. Portugal, sublinho, é um país que nunca aspira a grande coisa em muitas coisas e também nos Jogos Olímpicos. É por isso que tudo era tão importante. Uma medalhinha de ouro. Uma. Só uma. Às custas da Telma. Ela que terá feito todos os sacrifícios para estar o mais bem preparada possível para o momento mais alto da sua carreira. Ela não tem muito direito a estar devastada. Porque o país do futebol está como que de luto por causa do judo.

 

publicado por Cat2007 às 16:30
 O que é? |  O que é? | favorito

Julho 29 2012

Quem publicou este video no youtube escreveu ainda: "show must go on".  Mas o que significa isso? O Show tem que continuar. Foi Gabrielle Andersen que o pensou quando não desistiu, com risco para a própria vida? Não me parece. Parece-me um disparate de quem confortavelmente sentado na sua cadeira faz as coisas sem compreender nada das coisas. Comparado com isto só eu. Que vi a prova em direto numa idade tão baixa que se desaconselhava a minha presença em frente ao televisor. Estávamos em Los Angeles nos Jogos Olimpicos de 1984, ano em que o Lopes arrancou a Medalha de Ouro, e corria-se a maratona feminina. E sei lá quem foi a vencedora da prova.

Fiquei demasiado impressionada e confusa com o que estava a ver. Queria que ela parasse e fosse para o hospital. As crianças são assim. Simples a pensar sobre as coisas que compreendem. Para mim era importante que se aplacasse aquela dor. Eu sabia lá da importância do que se estava a passar. Mesmo assim, não creio que achasse que tudo se passava porque "o espetáculo tinha que continuar".  Para dizer a verdade, pensei que a atleta suiça era teimosa de maluca que era.

 Mas não. Era o brio, a coragem, o espirito de sacrificio, a capacidade de superação e o cumprir de um sonho. A encarnação do verdadeiro espirito olimpico em Gabrielle. Um exemplo e uma lição para todos nós. Se todos nós fossemos, pudessemos, ser um bocadinho assim. Esta grande atleta ganhou uma medalha feita exclusivamente para ela. Hoje compreendo porque terá sido a melhor atleta que alguma vez passou por umas olimpiadas. Ela que chegou em último. 

 
publicado por Cat2007 às 18:40
 O que é? |  O que é? | favorito

"A minha frase favorita é a minha quando me sai bem"
pesquisar
 
stats
What I Am
comentários recentes
Viver é respirar, de acordo. E continuo a insistir...
É verdade, a coragem é uma das coisas mais importa...
Também não acredito nisso...se é que alguma vez ac...
Com muita calma e paciência tudo se começa! 
Mas a questão é que, antes de se preocuparem com o...
yah, a quantidade de construções emocionais que nã...
Posts mais comentados
4 comentários
3 comentários
arquivos
2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


Novembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


blogs SAPO