CAFÉ EXPRESSO

Janeiro 06 2011

 

 

 

 

É quase impossível ser maduro e criativo. A criatividade tem a ver com a irresponsabilidade. Com a fantasia. Com os pensamentos mágicos. Criar é não ver a forma como são as coisas. E fazer as coisas de uma forma diferente. Assim é fazer crescer o mundo da forma que interessa. A cada um de nós. E assim a todos.

 

Rir também é fundamental. Ridicularizar tudo o que é muito importante. Menos a vida, o amor, a compaixão, a fé e a solidariedade. De resto, troçar de tudo. É bom. Libertador. É fundamental. Afinal quem pensamos nós que somos?

 

Num certo sentido colectivo, precisamos de organização e das organizações. Como temos necessidade de oxigénio, num certo sentido individual. É por isso que é preciso desorganizar. Porque a  vida tem que valer a pena.

 

Tenho inveja daquelas pessoas que são capazes de se atirar do topo de um arranha-céus e voar, por exemplo. Bem sei que muito do que as move é o vício. A dependência da adrenalina. Mas, à parte disso, há a plenitude do significado do acto e o momento de vida intensamente vivido. Coisa que vale muito a pena.

 

Não tenho nada contra os organizados e previsíveis. Mas não me apaixonam sinceramente. Além de que me assusta o medo que eles têm da vertigem.

 

Todos os que querem parecer diferentes são absolutamente detestáveis. Só gente perfeitamente programada é que considera um acto de coragem  pintar o cabelo de azul e perfurar o abdómen com meia dúzia de piercings. As pessoas diferentes deixam-se trair nos detalhes, que deixam visíveis sem querer. Porque é tremendamente difícil ser diferente na era da uniformização.

 

A moda é um espartilho terrível. Estar na moda é, antes de mais, vestir uma farda. Não é diferente da obrigação que tem um porteiro de hotel ao cuidar dos seus comportamentos e da sua apresentação. Todas as pessoas estão na moda. Mesmo aquelas que só tentam. O desejo, a vontade é que é fundamental. Porque revela a atitude.

 

Todos os carros utilitários são apresentados em anúncios com uma grande pinta. Porque não têm pinta nenhuma. Todas as top model são sweet sixteen . Mas quando aparecem, parecem ter pelo menos dez anos a mais. O termo sweet sixteen não é uma invenção recente. Já nos anos cinquenta era muito usado. De qualquer modo, não há rapazes sweet sixteen . Esta expressão está para as raparigas, como a designação silly season está para os políticos  no Verão. São formas de dizer que estão na moda. Na verdade, as top model são tudo menos sweet sixteen, embora tenham esta idade. E isto é que importa. Pois é absolutamente deprimente.

 

A vaidade é uma característica ridícula que todos partilhamos. É diferente do orgulho positivo que advém de um feito que merece um sentimento de orgulho saudável. A vaidade nada tem a ver com superação. Só acontece com acontecimentos vãos. Em inglês vaidade diz-se vanity. Em português vanidade é o carácter do que é vão. Pois.

publicado por Cat2007 às 00:14
 O que é? |  O que é? | favorito
Tags:

Janeiro 08 2008

 

 

 

 

É quase impossível ser maduro e criativo. A criatividade tem a ver com a irresponsabilidade. Com a fantasia. Com os pensamentos mágicos. Criar é não ver a forma como são as coisas, e fazer as coisas de uma forma diferente. Assim é fazer crescer o mundo da forma que interessa. A cada um de nós, e assim, a todos.

 

Rir também é fundamental. Ridicularizar tudo o que é muito importante, menos a vida, o amor, a compaixão, a fé e a solidariedade. De resto, troçar de tudo! É bom. Libertador. É fundamental. Afinal, quem pensamos nós que somos?

 

Num certo sentido colectivo, precisamos de organização e das organizações, como temos necessidade de oxigénio, num certo sentido individual. É por isso que é preciso desorganizar. Porque a  vida tem que valer a pena.

 

Tenho inveja daquelas pessoas que são capazes de se atirar do topo de um arranha-céus, e voar. Bem sei que muito do que as move é o vício. A dependência da adrenalina . Mas, à parte disso, há a plenitude do significado do acto e o momento de vida intensamente vivido. Coisa que vale muito a pena.

 

Não tenho nada contra os organizados e previsíveis. Mas não me apaixonam sinceramente. Além de que me assusta o medo que eles têm da vertigem.

 

Todos os que querem parecer diferentes são absolutamente detestáveis. Só gente perfeitamente programada é que considera um acto de coragem  pintar o cabelo de azul e perfurar o abdómen com meia dúzia de piercings. As pessoas diferentes deixam-se trair nos detalhes, que deixam visíveis sem querer. Porque é tremendamente difícil ser diferente na era da uniformização.

 

A moda é um espartilho terrível. Estar na moda é, antes de mais, vestir uma farda. Não é diferente da obrigação que tem um porteiro de hotel ao cuidar dos seus comportamentos e da sua apresentação. Todas as pessoas estão na moda. Mesmo aquelas que só tentam. O desejo, a vontade é que é fundamental porque revela a atitude.

 

Todos os carros utilitários são apresentados em anúncios com uma grande "pinta". Porque os ditos carros não têm "pinta" nenhuma. Todas as top model são sweet sixteen . Mas parecem ter, pelo menos, dez anos a mais. O termo sweet sixteen não é uma invenção recente. Já nos anos cinquenta era muito usado. De qualquer modo, não há rapazes sweet sixteen . Esta expressão está para as raparigas, como a designação silly season está para os políticos  no Verão. São formas de dizer que estão na moda. As top model são tudo menos sweet sixteen , embora tenham essa idade. O que é absolutamente deprimente.

 

A vaidade é uma característica ridícula que todos partilhamos. É diferente do orgulho positivo que advém de um feito que merece um sentimento de orgulho saudável. A vaidade nada tem a ver com superação. Só acontece com acontecimentos vãos. Em inglês vaidade diz-se vanity. Em português vanidade é o carácter do que é vão.

 

publicado por Cat2007 às 20:36
 O que é? |  O que é? | favorito
Tags:

"A minha frase favorita é a minha quando me sai bem"
pesquisar
 
stats
What I Am
comentários recentes
Viver é respirar, de acordo. E continuo a insistir...
É verdade, a coragem é uma das coisas mais importa...
Também não acredito nisso...se é que alguma vez ac...
Com muita calma e paciência tudo se começa! 
Mas a questão é que, antes de se preocuparem com o...
yah, a quantidade de construções emocionais que nã...
posts recentes

VAIDADE

A VAIDADADE

Posts mais comentados
6 comentários
4 comentários
arquivos
2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


subscrever feeds
Novembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


blogs SAPO