CAFÉ EXPRESSO

Junho 06 2016

Há pouco fui fumar um cigarro. E dei-me conta de que o tempo está perfeito. Era bom que não houvesse nada para fazer. E poder sair para junto do mar e conversar a ouvir o barrulho das ondas sentada com os pés em cima da doutra cadeira. Queria estar a fazer sombra aos olhos com a mão por causa do sol, apesar dos óculos escuros. E fazer silêncios na conversa. Só para ficar a pensar um bocadinho no que seria dito.

 

Ainda gostava de saber como vai ser isto depois de deixar de fumar.

 

publicado por Cat2007 às 17:08
 O que é? |  O que é? | favorito
Tags:

Outubro 08 2013

 

 

No tédio parece que estamos numa solitária viagem de comboio por uma longíssima planície sem casas e poucas árvores semeadas. O ritmo do tédio, neste caso, é marcado por aquele barulho repetitivo que o comboio faz a andar. Quando o tédio é no sofá ou numa cadeira de, por exemplo, um escritório, o tédio não tem ritmo marcado de fora. É só incapaz de ser distraído ou embalado.

 

O tédio significa pensamentos lentos como tartarugas gigantes a tentar correr. O tédio deixa os membros pesados. O tédio não passa se não mudarmos de sítio. Desde que não seja de comboio. Senão não passa mesmo. O tédio tem a ver com a obrigação de estar parado e não poder fazer outras coisas para além de corridas de tartarugas se fôssemos tartarugas. E tudo isto dá muito sono.

 

Há diferentes níveis de tédio. Há aquele que não passa mesmo quando se muda de sítio e não se vai de comboio. Este é o mais pesado e lento de todos. O mais profundo. É que o tédio tem a ver com a existência de impedimentos no pensar e no agir. Tem a ver com a obrigação de estar e de fazer. Ou, o que é pior, de estar e não fazer. Quando a liberdade é verdadeiramente sentida, nunca há tédio.

publicado por Cat2007 às 17:37
 O que é? |  O que é? | favorito
Tags:

Janeiro 05 2013

 

 

 

Estava a pensar que não dá para fazer grande coisa sem paixão. Mas não é paixão. Estímulo é a palavra certa. Pode ser mais dinheiro. Pode ser a admiração dos outros. Pode ser o afeto de terceiros. Tem é que haver estímulo. De outro modo é um arrastanço. Contam-se os dias. E dentro dos dias as horas. E cada hora tem sessenta minutos.

 

É por isso que de vez em quando venho aqui escrever. Nem que seja para dizer nada. Neste momento não tenho nada para dizer sobre a política porque estou alérgica aos noticiosos. Já não dá para olhar mais para a cara da troika. Passos, Gaspar e Relvas. Eu que até  lia o Expresso de uma ponta à outra com exceção da revista, agora não quero ler nada. Para além de ouvir e de ver na televisão. O que também não quero.

 

Estou escondida nas novelas. Assim como quem está numa de lavar a cabeça de água fria todos os dias à noite. E no amor também estou bem. Sei que amo. E se mais não houvesse ou melhor, se alguma coisa faltasse, isso bastaria para haver solidez e consequentemente certeza.


Continua a chatear-me o facto de ter que me levantar cedo todos os dias e não poder fumar enquanto trabalho. Faz-me mal à saúde. 


publicado por Cat2007 às 22:57
 O que é? |  O que é? | favorito
Tags:

"A minha frase favorita é a minha quando me sai bem"
pesquisar
 
stats
What I Am
comentários recentes
Duas situações recentes... Lamento muito. Espero q...
Como te compreendo!Eu costumo dizer que algo se qu...
Sim. Acredito.Beijo.
Não podia concordar mais. Infelizmente padeço dess...
Eu esforço-me por não ser-
sim...no mais , é mais isso. com sorte, seremos nó...
Posts mais comentados
11 comentários
3 comentários
arquivos
2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


subscrever feeds
Maio 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
12
13

17
20

21
22
23
26

28
29
30
31


blogs SAPO