CAFÉ EXPRESSO

Outubro 08 2013

 

 

No tédio parece que estamos numa solitária viagem de comboio por uma longíssima planície sem casas e poucas árvores semeadas. O ritmo do tédio, neste caso, é marcado por aquele barulho repetitivo que o comboio faz a andar. Quando o tédio é no sofá ou numa cadeira de, por exemplo, um escritório, o tédio não tem ritmo marcado de fora. É só incapaz de ser distraído ou embalado.

 

O tédio significa pensamentos lentos como tartarugas gigantes a tentar correr. O tédio deixa os membros pesados. O tédio não passa se não mudarmos de sítio. Desde que não seja de comboio. Senão não passa mesmo. O tédio tem a ver com a obrigação de estar parado e não poder fazer outras coisas para além de corridas de tartarugas se fôssemos tartarugas. E tudo isto dá muito sono.

 

Há diferentes níveis de tédio. Há aquele que não passa mesmo quando se muda de sítio e não se vai de comboio. Este é o mais pesado e lento de todos. O mais profundo. É que o tédio tem a ver com a existência de impedimentos no pensar e no agir. Tem a ver com a obrigação de estar e de fazer. Ou, o que é pior, de estar e não fazer. Quando a liberdade é verdadeiramente sentida, nunca há tédio.

publicado por Cat2007 às 17:37
Tags:

Eu cá estou em fase de tédio e sem grande liberdade... é um tédio pesado e cansativo, que vai aumentando e tolhendo os meus movimentos, à medida que cresce. A liberdade que tenho é arranjar rapidamente alternativas para me ver livre dele! E como estou no meu limite, tenho de o fazer rapidamente! Exercer o meu direito de liberdade. Sem medos.
Sara a 8 de Outubro de 2013 às 19:01

Compreendo-te muito bem, Sara
Cat2007 a 8 de Outubro de 2013 às 21:44

sara a 10 de Outubro de 2013 às 22:57

O texto é excelente por razões várias mas basta-me apontar uma só: é uma abordagem ao tédio de uma forma totalmente liberta. É o tédio em bruto sem qualquer imperativo escrito de o resolver. Parece o próprio Tédio a apresentar-se tal qual é.  É um texto livre e frontal. Parabéns. 
Catarina a 8 de Outubro de 2013 às 21:41

Juro que não faço de propósito quando escrevo textos livres e frontais. Normalmente a coisa sai automática e eu nem estou a pensar nisso. Obrigada pelos parabéns. Image
Cat2007 a 9 de Outubro de 2013 às 16:36

o que é livre sai livremente, de propósito ou sem querer. avança na mesma linha. faz-Me bem.
Catarina a 9 de Outubro de 2013 às 17:06

Que bom
Cat2007 a 9 de Outubro de 2013 às 17:37

Gosto do binário tédio e liberdade. Poderá alguém senti-la e não saber o que fazer dela?
Agradeço também a escolha musical por recordar temas que eram perfeitos ansiolíticos noutros tempos.
Bruno a 12 de Outubro de 2013 às 01:31


Acho que não. A liberdade sentida é um poder impossível de não ser usado.
Cat2007 a 14 de Outubro de 2013 às 17:20

Como uma híbrida de Hardy Har Har e Poliana, sempre vejo o lado bom do tédio. E agora ainda mais porque vou lembrar do seu texto, e por tabela, de você. 

Lee a 12 de Outubro de 2013 às 15:32

Image
Cat2007 a 14 de Outubro de 2013 às 17:16

"A minha frase favorita é a minha quando me sai bem"
pesquisar
 
stats
What I Am
comentários recentes
Sim, de acordo. Algumas pessoas não querem ser dif...
Muitas vezes associamos a busca da novidade à adol...
Ainda tens o prazer de sintetizar fumo pelos pulmõ...
Adoro ver-te no sofá
“Mesmo no mais alto trono do Mundo, estamos semp...
Identifico me bastante. Quando gosto de fazer algo...
Gostei, esta bem explicado.
Posts mais comentados
140 comentários
122 comentários
122 comentários
106 comentários
82 comentários
arquivos
2018:

 J F M A M J J A S O N D


2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


Outubro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
22
23
25
26

27
28
29
30
31


blogs SAPO