CAFÉ EXPRESSO

Dezembro 28 2008

 

 

Toda a gente gosta de sapatos de pele. Eu gosto porque são confortáveis e de boa qualidade. E porque posso descalçá-los com uma facilidade análoga. A quê? A calcá-los. As cobras também se livram da própria pele quando têm de trocar. Não é como calçar e descalçar sapatos, mas tem qualquer coisa de parecido. Até porque há sapatos feitos com pele de cobra.

 

Nós também temos pele como as cobras. Mas não trocamos de pele como elas. Não podemos, por força das imposições da natureza. Assim, é boa ideia sentirmo-nos bem na nossa própria pele. Porque ela é uma espécie de indumentária permanente. E muito pior do que isso.

  

No meio de tudo isto sinto-me mal na minha pele. Por nada de especial. Apenas porque penso demais. Sou como uma pedra gigante colocada no meio do leito de um riacho. O que é um contra-senso porque as pedras nem sequer pensam. E a água não pode fluir. Portanto, desconfio da minha pele. O que é injusto porque tenho uma pele muito boa e que, ainda por cima, cheira naturalmente bem. A questão é que as pedras não pensam, repito, mas chateiam que se fartam. Quando são suficientemente grandes para impedir o natural curso das águas. Sou burra como uma pedra chata que só sabe estar ali sem se mexer. Ali onde seja colocada.

 

Pois a falta de confiança. É disto que estou a falar, embora não seja particularmente entendível do que para trás fica exposto. Desconfio da minha pele porque ela já me deixou em sarilhos grandes (creio que existe um sítio com este nome, mas não foi aqui que a minha pele me deixou). Gostava de ser uma cobra. Deixava que a pele me arrastasse por onde quisesse. Depois, se coisas más sucedessem (como é costume), mudava-a e arrastava-me com a nova para outro lugar. No fim de tudo, podia ir para o Jardim Zoológico e ficar em exposição no reptilário. A propósito, gosto muito de ir ao Jardim Zoológico. Sério! 

 

publicado por Cat2007 às 21:01
Tags:

"A minha frase favorita é a minha quando me sai bem"
pesquisar
 
stats
What I Am
comentários recentes
Levar as coisas com calma e respirar pelo meio é u...
Subscrevo inteiramente o que aqui é dito. Hoj...
Sim, de acordo. Algumas pessoas não querem ser dif...
Muitas vezes associamos a busca da novidade à adol...
Ainda tens o prazer de sintetizar fumo pelos pulmõ...
Adoro ver-te no sofá
“Mesmo no mais alto trono do Mundo, estamos semp...
Posts mais comentados
140 comentários
122 comentários
122 comentários
106 comentários
82 comentários
arquivos
2018:

 J F M A M J J A S O N D


2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


subscrever feeds
Dezembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
12
13

14
15
16
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

29


blogs SAPO