Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

CAFÉ EXPRESSO

"A minha frase favorita é a minha quando me sai bem"

CAFÉ EXPRESSO

"A minha frase favorita é a minha quando me sai bem"

MORRER DE AMOR


Cat2007

15.07.09

 

Sempre tive medo de morrer de amor. Sempre. Tive algumas relações na vida. Algumas muito sérias. Elas sérias, eu nem por isso. Tinha de me concentrar em controlar os fluxos de sangue no meu coração e no cérebro. Estava muito séria nesta tarefa. Como me sentia culpada, cedia e concedia. Em muito e demais para mim. Mas isto não era mau porque me fortalecia as razões para a tarefa. O fim aparecia sempre no princípio, como se tivesse em mãos um projecto de arquitectura para a construção de um edifício fantástico, cujo projecto de execução eu haveria sempre de boicotar.

 

Tudo isto seria perfeito se eu não fosse uma pessoa muito carente e que, por acaso, até sabe amar. É por isso que me acontece sempre sair das relações a ser amada. Realmente, nem sei como consigo fazer estas coisas. Quero dizer, amar sem dar tudo, parecendo que mais não posso dar.

 Agora, e por mais alguns dias, ando a dormir com a mãe. Aproveitei que o pai não está em Lisboa. Meti-me na cama da minha mãe. Tal e qual. Isto porque acho que ela tem muitas culpas nesta matéria específica. Penso que sem saber, e não admitindo por isso a culpa, a mãe procura compensar-me de tudo. Tem sido um namoro pegado. Até colo ela me dá. Além de que me prepara sobremesas de fruta com imensa ternura. Já lhe disse que tem de ser só fruta, que eu não estou para engordar. As mães fazem tudo para engordar os filhos. É impressionante! Voltei àquela fase entre os cinco e os sete em que a mãe andava demasiado estrangulada para me dar atenção. Agora está a fazer tudo o que não fez.

Toda a gente pensa que a relação pai/filha é que é. A tal. A perfeita. A que funciona. Talvez até seja. Mas as mães… as mães lixam-nos. A nós, às filhas delas. A minha mãe é o amor da minha vida. Morrer de amor… só por ela mesmo.

 

O NOVO TREINADOR DO BENFICA É JESUS. NÃO PODIA SER MELHOR


Cat2007

15.07.09

 

Este post vem fora de tempo. Mas escrevi-o antes. Depois perdi-o para aqui nestas coisas da web, e agora apareceu. Não percebo nada disto. Não interessa. Vou publicar a coisa na mesma.

 

 

 

Jesus

 

 

Estava a pensar que devia escrever aqui alguma coisa. Mas o que seria interessante? Só posso escrever coisas que me interessem. Isso é que é interessante. E, aliás, é uma das regras deste blog. Sim, que eu criei regras, critérios, para isto. Portanto, todas as coisas que me interessam é que são interessantes. NOTE-SE, QUE O BLOG É MEU. Quando outras pessoas se interessam por coisas que eu escrevo aqui, é pura coincidência. Ou, melhor, pode não pura ser coincidência, mas é puramente involuntário.

 

Ultimamente, ando interessada no desfecho da novela "Quique Flores". Mas não muito. Sou do Benfica e gosto de futebol. Por esta ordem. Gosto de ver jogos. Do Benfica, de preferência. Posso ficar entusiasmada, aborrecida, irritada ou feliz. Mas isto só dura pelo tempo do jogo, e mais algum tempo depois (pouco). O que me interessa é que o Benfica ganhe. Se não ganha, também me interessa, mas as questões da minha vida pessoal não se projectam nestas coisas, para o bem ou para o mal. É que tenho mais em que pensar. E porque tenho mais em que pensar, não penso muito nas questões de bastidores do mundo do futebol. São tão estimulantes como a melhor das novelas mexicanas. Estimulam quem têm de estimular.

 

O futebol só é muito importante porque tem milhões e milhões de adeptos, logo uma imensidão de potenciais consumidores, telespectadores, ouvintes de rádio, leitores de jornais, etc. Daí que é um bocadinho ingénuo, para não dizer imbecil, perguntar qual é o interesse do futebol. Bom, e assim se explica a existência de tantos sábios, sacerdotes, eruditos, aspirantes e seguidores do fenómeno da bola. Portanto, nós, os meros espectadores, devemos esforçar-nos para estar sempre por fora disso e concentrarmo-nos nos incidentes e nos resultados dos jogos.

 

Em síntese, não quero saber por quais processos vamos ficar a saber quem é o próximo treinador do Benfica. E mais, seria incapaz de comprar um jornal desportivo.

stats

What I Am

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Em destaque no SAPO Blogs
pub