Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

CAFÉ EXPRESSO

"A minha frase favorita é a minha quando me sai bem"

CAFÉ EXPRESSO

"A minha frase favorita é a minha quando me sai bem"

SEXO


Cat2007

23.06.10

 

 

Estou cheia de sono. Creio que isto, esta declaração, podia ser um texto por si só. Os caminhos que ela dá a qualquer imaginação são praticamente ilimitados.

 

Estou com tanto sono, que não sei como vou fazer no ginásio. É impressionante a descida de rendimento. Por causa do sono. Não vou conseguir trabalhar com as cargas e fazer as séries  habituais. Além de que, está decidido, meia hora de cárdio era mesmo o que me faltava. Creio que hoje nem vinte minutos.

 

Acordei com tanto sono que me vesti de uma forma estranha sem dar por isso. Quando olhei para o espelho, parecia uma hospedeira da TAP, embora sem lenço. Cai imediatamente em estado de ansiedade momentânea. A necessidade de mudar tudo misturou-se com os ponteiros do meu relógio do quarto. "No time"! Voltei a olhar para o espelho. Pensei: "Ridículo"!. Desatei a rir. Depois tive que sair a correr. Não uso relógio de pulso. Incomoda-me.

 

Só queria estar vestida de outra maneira. Ou despida. Despida, definitivamente. Poderia dar um tratamento ao sono. Dormir ou consumir adrenalina. E o sono, adeus. E, portanto ... ops! Despida, definitivamente pode não acabar com o sono. Antes, pode lançar-me numa letargia trágica. Bolas, esqueci-me do ginásio! Mas vou. Morrer para lá. Melhor, depois de sair de lá. É que amanhã e depois não posso, sendo que a esta semana ainda falta um treino. Tem de ser hoje. Assim, estou aqui a escrever. Não me posso desgastar em "dossiers". Gastar tudo o que me resta. Enfim, estou a ver se acordo enquanto o tempo passa. Vou sair mais cedo. Tenho sono.

 

Agora ando a ouvir a "Rádio Orbital". De um certo ponto de vista, creio que não se pode descer mais baixo. "Orbital Mix"... Inenarrável! Peço desculpa ao bom gosto. Só que esta leveza feliz não me larga. Apetece-me mexer o corpo. O que fazer? Ando a ouvir a "Radio Orbital" porque estou a projectar movimentos que háo-de ser feitos. Aproveito, e faço alguns já. Aqueles sons repetitivos que se ouvem por baixo de todas as músicas foram propositadamente inventados para dar tesão, não foram?

 

O que devo vestir amanhã? Estou a reflectir. Em coisas que poderiam interessar a um artigo da revista "Máxima", por exemplo. Ora, se eu nem leio a "Máxima", a "Mínima",  a "Marie Claire", a "Marie Noir", a "Activa", a "Preguiçosa"... para que estou eu a reflectir deste modo? Acho que é porque tenho que decidir mesmo o que vestir. À noite, de preferência. Não posso arriscar mais. Ainda vou parar ao aeroporto de Lisboa pronta para uma viagem de longo curso a voltar no mesmo dia. O que está absolutamente fora de questão. Especialmente amanhã. Deixar a coisa para de manhã não é viável. De manhã não posso confiar em mim. Não funciono. Aliás, nem sequer me apeteceria mexer o corpo, se fosse o caso. Portanto a "Radio Orbital" estaria liminarmente excluída. Hoje à noite vou decidir.

 

Pois. Que vazio! de conteúdo. É do sono.

 

stats

What I Am

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.