Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

CAFÉ EXPRESSO

"A minha frase favorita é a minha quando me sai bem"

CAFÉ EXPRESSO

"A minha frase favorita é a minha quando me sai bem"

Casa dos Segredos


Cat2007

05.01.12

 

 

A Teresa Guilherme está anafada e estranha. Não sei se sempre foi estranha. Anafada é que não era. Embora nunca deixasse de ser incompreensivelmente baixa desde que deixou de crescer depois de ultrapassar a idade até à qual isso pode suceder às pessoas. Está anafada e estranha pois. Também está notoriamente mais velha.

 

Em síntese: Teresa Guilherme está anafada, mais velha e estranha, sendo certo que sempre foi muito baixa.

 

Nunca vi a Casa dos Segredos. Nada. Na troca dos canais passei por lá um ou dois minutos. Talvez tenha parado um pouco mais de uma vez em que achei que devia perceber de que falavam aquelas pessoas que ali estavam. Afinal não falavam de nada. Adeus.

 

Entretanto a TVI repetiu o seu programa de Fim de Ano e eu vi a Teresa Guilherme anafada em traje de gala. Deixei-a dizer duas frases. Eram estranhas. No conteúdo e na forma de expressão. Fiquei convencida a estar ali um bocado com ela.

 

Há a energia própria de uma “velha tia gaiteira”. É uma energia que pode não ter a mínima correspondência com a realidade. Mas solta-se pelo ar, entra pelas câmaras dentro e assenta no nosso tele colo como se houvesse ali um certo cansaço nas pernas. Assim como se a alma fosse infinitamente mais leve do que o corpo.

 

Por outro lado, existe uma alegria jovial cheia de sede no fim. Um espírito de alta competição para os cem metro nos campeonatos do mundo de atletismo. Uma necessidade de tomar um Isostar a seguir a cada prova intensa. Teresa Guilherme adora a paixão e as paixões jovens dos jovens que lhe chamam “Teresinha”.

 

Para além de se entregar de corpo e alma na apresentação e condução do seu programa e da credibilidade que exibe quando lê os texto que lhe estão destinados, a verdade é que Teresa Guilherme parece adorar realmente tudo aquilo. E tudo aquilo é o programa. Em primeiro lugar, um ponto para encontro com pós adolescentes que, de plena consciência, se prestam, antes de mais nada, a ser objecto de voyerismo na versão mais cretina que se conhece. Em segundo lugar, um produto integrado por textos profundamente tinhosos e de cariz altamente bisbilhoteiro, escritos à base de trocadilhos usados com se fossem parábolas biblicas e ditos no ritmo das quadras populares.

 

stats

What I Am

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Em destaque no SAPO Blogs
pub