Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

CAFÉ EXPRESSO

"A minha frase favorita é a minha quando me sai bem"

CAFÉ EXPRESSO

"A minha frase favorita é a minha quando me sai bem"

BEATOS PRÓ "NEW AGE"


Cat2007

28.06.12

 

 

É inegável que nos dias de hoje existe um movimento não organizado de pessoas que sabem tudo sobre a alma e o espírito… dos outros. Em geral, são pessoas pouco cultas – porque incapazes de ler um livro que não seja de autoajuda -, pouco introspetivas, um tanto frívolas e - se não são mentalmente perturbadas – pouco inteligentes. Também costumam ser ridiculamente egocêntricas. São as beatas e os beatos “pró new age” (BPNW).

 

Os BPNW estão em todo o lado e são facilmente reconhecidos pelo discurso. Não há criatura que ainda não tenha “levado” com eles. Um BPNB afirma-se normalmente budista sem, por exemplo, nunca ter ouvido falar do Príncipe Siddhartha, tem a Deusa da fertilidade colocada em cima do móvel de esquina da sala e em princípio não tem filhos, acredita profundamente na astrologia e no tarot, fala com a profundidade dos excertos retirados dos ditos do Dalai Lama que circulam abundantemente pela internet, tem a mania de usar termos que sugerem pro atividade e “pensamento positivo”, adora frases feitas sobre o amor, a amizade, a saúde e a fé e, por fim, adora atirar com a sua auto propalada capacidade psicanalítica de ignorante e irresponsável licenciado sobre as pessoas.

 

Exemplos práticos do discurso BPNW:

- No dia da morte de Michael Jackson alguém nos diz que afinal quem partiu foi o seu irmão espiritual. Apesar do choque e da náusea do riso sufocado, nós perguntamos: “mas porque dizes isso?” Resposta: “Nascemos no mesmo dia e temos características físicas e um percurso pessoal parecidos. Fiquei muito mal com a notícia”. Reação: “mas tu não és negro (ou negra)” - nem um ícone pop, já agora. Contra reação: olhos franzidos pregados no firmamento. Respiração profunda. Sem fala;

 

- Uma pessoa que tecnicamente nos quer “saltar para cima” informa: “fui a um astrólogo. Deitou-me as cartas, os búzios e leu a chávena com as borras do café. O resultado foi que ficarei contigo”. Contudo, não nos pergunta se há alguma possibilidade de nós estarmos de acordo com as predições, já que somos parte interessada.

 

Claro que os BPNW sempre me enervaram solenemente. No entanto, desde que a minha mãe morreu, abomino-os. É que logo na altura recebi a seguinte mensagem de que deixo um pequenino excerto: “Lamento que não estejas em paz. A tua reação… mostra que estás a precisar de canalizar a tua dor pela agressividade, por isso não o tomarei por pessoal (…) Estás como uma criança revoltada a pontapear td e todos, a precisar de ser abraçada com força”.

 

Para que tudo fique bem claro é muito importante referir que a pessoa que me enviou esta mensagem não me vê há mais de um ano, não fala comigo ao telefone há mais de um ano e desconhece por completo o processo, o que fiz, como estive e como me sinto. Não podia assim saber se eu pontapeava e quem, que odeio abraços apertados que não sejam para efeitos sexuais e que a dor de perder a mãe nunca é canalizada para lado nenhum. Fica dentro de nós, que teremos de aprender a viver com ela.

 

De facto, não aguento este miserabilismo moral por baixo de tanta fadiga intelectual. São os BPNW. É fugir deles.

 

 

GRÉCIA AO FUNDO


Cat2007

28.06.12

 

UE/Cimeira: Hollande apela a soluções rápidas para Estados-membros em dificuldades  http://expresso.sapo.pt/uecimeira-hollande-apela-a-solucoes-rapidas-para-estados-membros-em-dificuldades=f736115#ixzz1z5vkmTG6

 

"Venho aqui para encontrar soluções muito rápidas para apoiar os países que enfrentam mais problemas nos mercados", disse Hollande, à entrada de uma cimeira europeia, que decorre hoje e sexta-feira, numa alusão a Espanha e Itália.

 

 

Depois de  eliminar a Grécia do Euro2012, a Alemanha, como se esperava está, com a ajuda dos franceses, a preparar o anuncio  da eliminação da mesma Grécia do euro (€).

 

Creio que deviamos estar consternados e muito preocupados com isto. E creio também que a História se vai encarregar de fazer aqueles dois "grandes" países pagar por uma coisa destas.

 

DEPRESSÃO PÓS-EURO


Cat2007

28.06.12

Imprensa estrangeira elogia exibição portuguesa

 

Ontem ouvi um bocado do discurso do Paulo Bento e de alguns jogadores e comentadores. Claro que já estava um tanto alheada, evidentemente. Foi no fim do jogo, ora. Então, basicamente passou-se mais ou menos isto: “com certeza que o povo português está muito orgulhoso da Seleção…” e blá, blá, blá. Até parece que este pessoal não sabe como são as paixões do futebol e como as pessoas se comportam debaixo destas emoções. Aliás, está hoje a constar qe a imprensa estrangeira elogia muito a equipa nacional apo.pt/futebol/euro_2012/artigo/2012/06/28/imprensa_estrangeira_elogia_exib.html . Pois está bem.

 

O que eu acho é que os portugueses estão com uma depressão pós-Euro que começou logo no momento em que a Espanha concretizou o último penalty. Acho, porque isto é que é natural e saudável. A coisa do orgulho de “sair de cabeça erguida” só assenta no espirito dos perdedores.

 

É certo que a equipa nacional é muito melhor do que se apregoava mas não tão boa como se pretendia. Não há dúvida que somos a terceira melhor Seleção da Europa, aconteça o que acontecer à Itália (que até pode mandar a Alemanha para casa, nunca se sabe).

 

E sendo a terceira melhor da Europa, a Seleção portuguesa podia perfeitamente ter ganho este campeonato com um bocadinho de sorte. A verdade é que, quando a sorte é deste tipo: essencial para “chegar lá”, se não surge, o espirito das pessoas enche-se de uma frustração muito próxima do pessimismo dos azarados. Porém, repito: a seleção não teve azar. O que não teve foi a sorte que precisava para ultrapassar adversários melhores.

 

Talvez isto, o senso da falta de sorte, faça mal aos portugueses que, num momento tão delicado como o que vivemos, se projetaram nas emoções e alegrias de uma competição onde se consideram representados em termos absolutos. Quem caiu daqui abaixo vai ter maiores dificuldades para ultrapassar o momento. No entanto, parece que não. O INE divulgou que os "Portugueses estão menos pessimistas" http://economico.sapo.pt/noticias/portugueses-estao-menos-pessimistas_147389.html.

 

Por tudo isto tenho a dizer o seguinte para o meu caso: Graças a Deus que os anúncios da Galp sempre me indignaram e muitas vezes me envergonharam também (vergonha alheia). Especialmente o do menino que lê a carta aos jogadores e que quer ser médico. Daí que só tive os meus 10m de depressão pós-jogo, devendo constar das estatísticas do INE. E ponto final.

 

stats

What I Am

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Em destaque no SAPO Blogs
pub