Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

CAFÉ EXPRESSO

"A minha frase favorita é a minha quando me sai bem"

CAFÉ EXPRESSO

"A minha frase favorita é a minha quando me sai bem"

GELADOS E BOLOS II


Cat2007

08.12.12

 

 

 

Uma pessoa anda para aqui com a cabeça toda queimada e só escreve coisas depressivas e autodepreciativas. É quase uma anedota. Uma miúda gira e inteligente como eu não pode andar a dar estas partes de fraca. Porque, mesmo não querendo, está a mentir por omissão. Afinal de contas tenho blazers de ótimo corte e um SLK preto. Além do mais, tenho cara e corpo para aguentar ambas as coisas. Também tenho quem me ama. Afinal o que é que se passa? Dá ideia de que se gostasse de me levantar cedo para ir trabalhar metade dos meus problemas não existiriam.

 

De qualquer forma, era bom que o gajo que me comprou o jipe mudasse o carro para nome dele. Estou a receber coisas das finanças para pagar o selo. E é chato. Porque agora tenho que fazer aquelas reclamações todas da praxe. E como eu odeio burocracia!  Também, por outro lado, segunda-feira tenho que começar a instruir um processo disciplinar a uma pessoa e participar na regulamentação da LBCP (não posso descodificar). Só chatices. Porque apelam a um senso de responsabilidade elevado. Coisa que eu não tenho assim com grande elevação. Muito menos neste momento da minha história.

 

Numa altura em que a ansiedade me toma porque a infância está a dar cabo de mim, segundo a minha terapeuta, era bom que não me requisitassem para grande coisa. Só isso. Eu agora era mais gelados e bolos.

 

 

NÃO TOPAMOS NADA


Cat2007

08.12.12

Agora que o meu terapeuta morreu há um ano tenho uma nova terapeuta há um ano. Gosto dela. Funciona. No outro dia dizia-me. “Conseguir trabalhar no meio de uma escalada de ansiedade diz bastante de si”. Parei um segundo e perguntei com alguma expetativa: “Sim? E o que é que diz”? Ela fez por não me fixar, pondo assim um ar casual. “Diz que é uma pessoa forte”.  Os psiquiatras que fazem psicoterapia não dizem estas coisas nas terapias. Mas há momentos em que dizem. Ela achou que naquele momento tinha que ser. E resultou. Agora estou um bocadinho mais convencida disso. É capaz de ser. Talvez seja forte. Fico contente porque isso é uma qualidade. Uma pessoa gosta de saber que tem qualidades.

Tenho impressão que andamos na vida a pensar que os outros são melhores do que nós. Os outros average. Claro que ninguém se sente menos do que um sem abrigo, uma prostituta de rua, um drogado, um alcoólico ou um demente. Para nós os outros nunca estão doentes. Nunca temem nada. Nunca discutem em casa. Nunca se apoquentam.

Esta é a minha cara num dia, há poucos dias,  em que a minha escalada de ansiedade tinha escalado tudo o que havia para escalar e eu já temia rebentar pelas entranhas como pode suceder a quem chegou ao topo do Everest. E veja-se como não se topa nada:

BOLOS E GELADOS


Cat2007

08.12.12

 

Bolos e gelados era o que eu gostava. Não tinha semanada. Só diária. E só para os dias da semana. Os meus pais não queriam que eu gastasse  tudo de uma vez, correndo o risco de ficar sem lanchar um dia ou mais. Acho eu. Todos os dias comia um bolo a meio damanhã e um gelado a meio da tarde. E nunca variava. Uma bola ou um mil folhas. Um cornetto de chocolate. Tenho impressão que se não fosse tão agitada tinha ficado uma criança obesa. Embora não pensasse nisso. Felizmente não parava.

 

No sábado passado:

 

stats

What I Am

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Em destaque no SAPO Blogs
pub