Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

CAFÉ EXPRESSO

"A minha frase favorita é a minha quando me sai bem"

CAFÉ EXPRESSO

"A minha frase favorita é a minha quando me sai bem"

BOA TARDE


Cat2007

11.04.13

 

Finalmente uma tarde de sol seguro. Nestas circunstâncias, o ânimo levanta e parece que tudo parece melhor. Há quem não se deixe afetar muito. Mas para mim aqueles intermináveis dias de chuva cinzenta e opaca foram uma agonia vivida a preto e branco.

 

Estou para aqui a escrever em hora de trabalho. É só um bocadinho. Aproveitar uma pausa depois da conclusão de uma tarefa bem feita. Sem pausas não é possível trabalhar com rendimento. E por falar em rendimento, seria interessante saber o quanto antes sobre as medidas que aí vêm depois do chumbo do Tribunal Constitucional. Só para sabermos com o que podemos contar. Ou como é que vamos passar a contar o dinheiro. Para já, não é possível fazer despesas no âmbito dos ministérios por conta de um despacho de Vitor Gaspar. Agora a Direção Geral Orçamento está entupido de pedidos feitos pelas diversas entidades. No mais, parece que está tudo aflito.

 

Eu por mim quero ver o jogo do Benfica hoje. Estou com aquela confiança. Mas mesmo que não estivesse e o Newcastle fosse um colosso do futebol à escala mundial, eu queria ver na mesma. Quero sempre ver o Benfica. Sei que é pobre mas o que me tem entretido ultimamente é o futebol encarnado e a novela brasileira do fim da noite na SIC. De resto, trabalho e vivo um tanto insegura.

 

A minha terapeuta diz que não há muito a fazer quando se perde um terapeuta de 10 anos e a mãe de toda a vida com poucos meses de distância. É verdade. Dá uma sensação de perda das duas asas. Embora eu, por acaso, sinta que perdi as duas pernas. Perdi ou magoei seriamente. Tanto que, quando ando, sinto alguns tremeliques. E isto é verdade.

 

Antes, talvez esteja com a tensão demasiado baixa, por outro lado. Ou alta. O que espero não seja muito provável. A verdade é que estou sempre um bocado cansada. E negativa. Quase catastrófica. Tudo vai correr mal. E depois o que vai correr mal corre bem ou muito bem. Não vou conseguir fazer isto ou aquilo. Por causa da tensão baixa e dos tremeliques nas pernas. E depois consigo fazer tudo o que é suposto. E bem. Devia achar-me uma grande coisa à conta destes feitos. Porém, a verdade não é essa. A verdade é o que eu disse. Tenho tremeliques e por vezes insónias à espera do pior que há-de vir.

 

Seja como for, espero não inspirar aquele tipo de sentimentos que se tem sempre pelos pobrezinhos e desvalidos. Pena e compreensão. Eu não mereço tanto. Porque sou pessoa com muito bom humor.

 

 

stats

What I Am

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.