Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

CAFÉ EXPRESSO

"A minha frase favorita é a minha quando me sai bem"

CAFÉ EXPRESSO

"A minha frase favorita é a minha quando me sai bem"

AZUL - Cap XXXVIII


Cat2007

30.09.16

Sexta-feira. Teresa pegou no telefone.

Teresa: Ainda estou no escritório. Vou sair tarde. Estou cheia de trabalho.

Madalena: Não faz mal. Também estou a trabalhar.

Teresa: Não faz mal?

Madalena: Não. Desde que passes a noite.

Teresa: Passo claro. Até já avisei a minha filha.

Madalena: Fizeste bem.

Teresa: Tiveste saudades minhas ontem à noite?

Madalena: Muitas.

Teresa: Eu também.

Madalena: Sabes, querida, eu gosto de ter saudades tuas. Gosto de ficar a pensar em ti. E, quando penso, o teu corpo vem até à palma da minha mão.

Madalena olhou para a sua mão nua, aberta e um pouco suada.

Teresa: E depois, querida?

Madalena: E depois o desejo espalha-se pelo meu corpo e agita-me.

Teresa: E tu fazes-te, querida?

Madalena riu-se.

Madalena: Às vezes. Outras vezes abraço-te e adormeço por embriaguez.

Calaram-se por uns instantes. As palavras agora ditas em silêncio ouviam-se através da pele. Respiravam profundamente.

Madalena: Tu és linda, mulher.

Os cantos da boca de Teresa arquearam.

Madalena: Teresa, tu és uma brasa de cair para o lado.

Teresa: E tu és podre de boa.

Madalena: Poder de boa, Teresa? Já não sou uma miúda para ser podre de boa.

Teresa: Tu deves ter tipos em fila atrás de ti.

Madalena: Não tenho nada.

Teresa: Tens, querida. Porém, quem te anda a comer sou eu.

Madalena riu-se.

Teresa: Achas que estou a falar como os homens? O que te pareço?

Madalena: Pareces-me muito excitante.

Madalena fechou o riso.

Madalena: Tu é que és boa. Muito boa. E eu gosto que sejas boa. E adoro ter uma mulher boa como tu. E talvez um dia te possa levar muitas vezes a passear para te exibir e comer quando quiser. Gostaste, querida?

Teresa: Gostei imenso.

Teresa respirou fundo.

Teresa: Sobretudo gostei da ideia de passear contigo muitas vezes. De teres dito que um dia gostavas de fazer isso. Adoraria ser exibida por ti e ser comida as vezes que quisesses. Mas tu não me amas para tanto. Porque foste dizer isso.

Madalena: Tu gostavas de ser exibida por mim?

Teresa: Quando digo que te amo, falo a sério. Só não me quero exibir com alguém que quer que tudo termine.

Madalena: Por vezes és obtusa, tu. E um bocadinho autista. Tu não percebes que eu não posso amar uma mulher que não quer viver ao meu lado?

Teresa: Estou confusa. Não podes amar mas amas. E queres que acabe porque eu não saio do armário?

Madalena. Até que enfim!

Teresa: Mas porque andaste a dizer que não me amavas?

Madalena: Porque não é justo que eu te ame. Não mereces. Quebraste-me há vinte anos atrás. E agora vens dizer que me amas mas só queres estar comigo às escondidas. Queres manter a tua imagem para o mundo. E eu não estou para aturar isso. Não confio em ti. Não te vejo capaz de reparar o que fizeste no passado. E só havia uma forma de o fazer: assumindo o nosso amor.

Teresa: O que sei é que sinto um amor enorme por ti. E que já não me imagino a viver sem ti. Vivi vinte anos numa perfeita loucura. Portanto, tenho que dar uma solução a isto.

Madalena: Queres dar uma solução a isto? Queres terminar?

Teresa: Olha, Madalena, tu também és um bocadinho obtusa. Mas eu respondo-te depois. Tenho umas coisas para tratar antes de te dizer. Por hoje, só quero fazer muito amor contigo.

Madalena: E como queres que eu faça amor contigo sem saber?

Teresa: Tens que confiar em mim. Por muito que te custe.

Madalena: Está bem. Vem cá ter.

Teresa: Chego um bocadinho tarde, meu amor.

Madalena: Eu espero.

Teresa esteve quase para lhe dizer o que tinha para tratar. Mas achou que Madalena não a compreenderia imediatamente. Não tinha disposição para argumentar com ela. Sentia-se vergada pela novidade que Madalena lhe trouxera. Em vez de se sentir feliz e, por isso, leve. Porque com este dado novo era preciso mudar de vida. Agora já fazia sentido falar com Clara. Era mesmo necessário. Seria o seu primeiro passo em direção a Madalena. “Vou contar-lhe tudo este fim-de-semana. Amanhã mesmo".

stats

What I Am

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.