CAFÉ EXPRESSO

Julho 02 2018

Resultado de imagem para tartarugas gigantes

 

No tédio parece que estamos numa solitária viagem de comboio por uma longíssima planície sem casas e poucas árvores semeadas. O ritmo do tédio, neste caso, é marcado por aquele barulho repetitivo que o comboio faz a andar. Quando o tédio é no sofá ou numa cadeira de, por exemplo, um escritório, o tédio não tem ritmo marcado de fora. É só incapaz de ser distraído ou embalado.

 

O tédio significa pensamentos lentos como tartarugas gigantes a tentar correr. O tédio deixa os membros pesados. O tédio não passa se não mudarmos de sítio. Desde que não seja de comboio. Senão não passa mesmo. O tédio tem a ver com a obrigação de estar parado e não poder fazer outras coisas para além de corridas de tartarugas se fôssemos tartarugas. E tudo isto dá muito sono.

 

Há diferentes níveis de tédio. Há aquele que não passa mesmo quando se muda de sítio e não se vai de comboio. Este é o mais pesado e lento de todos. O mais profundo. É que o tédio tem a ver com a existência de impedimentos no pensar e no agir. Tem a ver com a obrigação de estar e de fazer. Ou, o que é pior, de estar e não fazer.

 

Quando a liberdade é verdadeiramente sentida, nunca há tédio.

 

publicado por Cat2007 às 15:50
Tags:

Julho 02 2018

Resultado de imagem para comboio de carrossel

 

O que eu queria era, como disse recentemente uma amiga, “saltar fora do comboio”. Porque é um tipo de comboio de carrocel que anda sempre em volta a dar a mesma volta: todos os dias nos levantamos de manhã cedo para gastar uma hora ou mais nos preparativos. Depois é entrar no carro e seguir. Uma vez chegados, vamos para a cadeira da secretária do gabinete que nos foi destinado. Entretanto, vão chegando as pessoas que se agitam, dizendo coisas sempre iguais.

 

Agora tomo uma bebida de frutas e legumes todas as manhãs. Com isto sinto-me com mais e melhor energia para o dia todo. Também estou a fazer coisas no ginásio para o físico e para a mente, além de que voltei a jogar ténis. Face a isto, poderia dizer-se que estou a tratar de mim porque me amo e quero atingir a plenitude do corpo e da mente e sei lá mais o quê. Mas não. É tudo por causa do comboio.

 

publicado por Cat2007 às 12:57
Tags:

"A minha frase favorita é a minha quando me sai bem"
pesquisar
 
stats
What I Am
comentários recentes
"...alguém que queria obter uma vantagem indevida....
"O que não quero é afastar-me de mim."... e é este...
e de mim?
Concordo com o que diz. Mas note, o que eu digo é ...
Discordo do seu ponto de vista. Há retorno, em mui...
Tenho vindo a alterar o meu entendimento sobre fir...
Posts mais comentados
140 comentários
122 comentários
122 comentários
106 comentários
82 comentários
arquivos
2018:

 J F M A M J J A S O N D


2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


subscrever feeds
Julho 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
13
14

15
21

22
23
24
25
28

29


blogs SAPO