Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

CAFÉ EXPRESSO

"A minha frase favorita é a minha quando me sai bem"

CAFÉ EXPRESSO

"A minha frase favorita é a minha quando me sai bem"

VIAGENS


Cat2007

23.09.19

Resultado de imagem para florença veneza

 

Há muito tempo que ando a informar a quem interessa que padeço de claustrofobia. De modo que toda a gente sabe que, a menos que seja inevitável,  não vou de elevador, não apanho o metro, não atravesso túneis compridos e não ando em aviões pequenos. Assim sendo, passo a vida a maçar as pessoas, obrigando-as a subir escadas ou a esperar por mim, a andar de carro na Avenida da Liberdade, a enfrentar os semáforos e outros empecilhos da superfície e a fazer escalas em vários aeroportos.

 

Sucede que fui mesmo agora para Florença em voo direto num avião que dava para mais de cem pessoas. Não era, pois, um avião pequeno. Mas, afinal, era um avião pequeno por ser do tipo peixe-espada. Quer dizer, por ser comprido, mas demasiado estreito - ou seja, muita gente em espaço reduzido. Acresce que, logo em seguida, fui para Veneza por terra. Ou melhor, por baixo da terra. Na verdade, fui apanhada num túnel de 18 km.

 

Portanto, em poucos dias, vivi o paraíso dos meus piores pesadelos. E eu que, em fantasia,  suspeitava de que, em circunstâncias como estas, haveria de me faltar o ar, que o corpo tremeria, que o cérebro passaria ao estado líquido e que o coração bateria demasiado depressa até parar - e depois eu morreria ou ficaria atrasada mental -, eu… bem, eu não senti nada. Medo de nada! E agora estou sem saber o que pensar. 

 

TALENTO


Cat2007

10.09.19

 

Resultado de imagem para antonio variaçoes

 

Como sabemos, o António Variações  fazia músicas e criava e dizia letras. Gostei de ir ao cinema aprender como fazia ele aquilo. O processo criativo. Pois bem, quase em todos os momentos em que se apanhava livre, o homem começava a cantar coisas, as coisas que depois viemos a conhecer, para um microfone ligado a um pequeno gravador de cassetes. Portanto, é verdade que apenas as pessoas que não têm verdadeiramente talento, e gostavam de ter, é que se costumam queixar de falta de instrução/formação e de outros meios.

 

No mais, o Sérgio Praia vai soberbo.

 

ESTÓRIAS


Cat2007

09.09.19

Resultado de imagem para andar a pé

 

Cada pessoa é física e emocionalmente o produto de uma estória. A da sua vida até ao preciso momento em que se encontra no presente. Acontecimentos. Experiências. Construções. E o individuo tem de se concentrar em continuar a fazer, a agir, a pensar agora. Para acrescentar mais qualquer coisa a essa estória. Nestes termos, não compreendo quando, por vezes, me dizem para “esquecer o passado”. Como assim? Não creio que seja recomendável que uma pessoa se esqueça de quem é. Para o bem e para o mal.

 

stats

What I Am

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Em destaque no SAPO Blogs
pub