Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

CAFÉ EXPRESSO

"A minha frase favorita é a minha quando me sai bem"

CAFÉ EXPRESSO

"A minha frase favorita é a minha quando me sai bem"

A FALAR POR MIM


Cat2007

26.03.20

Mau ambiente no trabalho? Saiba lidar com os «tiranos» | TVI24

 

No momento em que deixar de vigorar o estado de emergência…, retoma-se a normal prestação de trabalho, nos mesmos termos em que se fazia antes da situação de emergência, a menos que outras medidas de contingência ainda se justifiquem, nos termos e ao abrigo do disposto no Decreto-Lei n.º 10-A/2020, de 13 de março, e até à sua cessação” (negrito meu).

Isto é o que, entre outras coisas, pode ler-se no Despacho n.º 3614-D/2020, de 23 de março (cfr. a alínea l) do n.º 1), da Ministra da Modernização do Estado e da Administração Pública, Alexandra Ludomila Ribeiro Fernandes Leitão.

Por mim, devo referir que, no regime de teletrabalho, produz-se muito e bem. Bem melhor do que no âmbito da “normal prestação de trabalho, nos mesmos termos em que se fazia”. No meu caso, relembro quais eram os termos em que a coisa se dava, em que a prestação “se fazia”. O ambiente laboral: certas pessoas com quem tinha a obrigação legal de conviver e, assim, partilhar, sem qualquer interesse, parcelas soltas das suas esferas privadas e/ou, até, desgraçadamente, íntimas; aturar os particulares feitios; encaixar as respetivas manobras de intriga básica; suportar a má educação… Pois, sim, da “normal prestação de trabalho”, decorria quase todo o meu stress, com todas as suas consequências para a saúde e produtividade. Claro que estou a falar apenas por mim.

 

O DIA DOS DIAS


Cat2007

25.03.20

Image result for praça do comércio

 

Estou há uma semana em teletrabalho. Portanto, em casa. Todos os dias saio. Duas vezes por dia. Dois passeios com o cão, de meia hora cada. Também falo ao telefone com a família e amigos, que não vejo desde que estou confinada.  Nos passeios, afasto-me de toda a gente por mais do que os dois metros indicados. Ainda só fui duas vezes ao supermercado e uma vez à mercearia. Mas tenho em casa mais quem lá vá. Consulto o telemóvel de dez em dez minutos para sentir o pulso à crise portuguesa e mundial. As notícias são, em termos gerais, más, como bem sabemos. Faço ginástica em casa e exercícios de respiração. Ainda não peguei num livro não técnico porque, para dizer a verdade, não me apetece fantasiar por aí.

 

Nesta rotina diária perfeita que se repete perfeitamente em cada dia que vai passando muito devagar, sinto-me de alguma forma segura. Porque não há surpresas. Porém, às vezes penso na realidade em termos crus. Para perceber exatamente que me encontro em negação. E, por breves segundos, assoma-se-me a realidade que na realidade não percebo. Então, os pensamentos somem-se, projetando-me de volta ao meu universo descomplicado. E, em aparente contrassenso, acendo a televisão ou/e volto ao telemóvel para, como disse, acompanhar a pari passu as más notícias que vêm de lá.

stats

What I Am

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.