Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

CAFÉ EXPRESSO

"A minha frase favorita é a minha quando me sai bem"

CAFÉ EXPRESSO

"A minha frase favorita é a minha quando me sai bem"

FADO REEDITADO


Cat2007

19.05.09

 

 

 

 

 

 

 

Quando era pequena não gostava de fado. Nada! Como qualquer criança saudável. Aliás hoje, se tivesse um filho de 7 ou 8 anos e o apanhasse a ouvir fado com enlevo, creio que entraria em pânico, assim para começar

 

Em princípio, o fado é uma grande chatice choramingas ou, então, musiquinha de faca na liga. E, depois, se é cantado, como costuma ser, por umas vozes rufionas de mãos nos bolsos ou se sai de gargantas desafiadoras de mão à cintura e chinela no pé, bom... (do fado de Coimbra e do fado dos pró-aristocratas, tipo toiros e garanhões na lezíria, não vou falar porque não me apetece).

 

As crianças gostam de música. Arrisco-me a dizer, de quase todos os géneros de música. Porém, de fado...não. As crianças não gostam de fado. Como disse, eu não gostava de fado. Creio, mesmo que ficava nervosa, impaciente, talvez, até, instável, quando ouvia fado. As crianças que vão cantar à Grande Noite do Fado são, para mim, um mistério incontornável. Já os adultos, enfim...

 

Recordo a propósito, no momento, o fabuloso Vasco Santana aos gritos na Canção de Lisboa: "abaixo o fado! Morra o fado!", e etc. Como eu me diverti! Achei que ele estava a sério. Parecia a sério. No fim (do filme) ele cantou o "Fado da Anatomia" (creio que é assim que se chama) e eu, mesmo pequena, achei aquilo, de algum modo, bonito. Talvez tivesse acreditado que não era fado. E talvez, de certa forma, não fosse. É que não era monótono nem melancólico-depressivo.

 

Na altura, não avaliei. Mas é bem evidente que o Vasco Santana não era um grande cantor (como não o são a maioria dos fadistas). Já a Hermínia Silva, até o poderia ser (uma grande cantora), mas não era extraordinária ao divino. Era apenas divinal. No mais, o Santana não é recordado como fadista (o que é muito justo) e a Hermínia é a grande fadista do faduncho . Mas grande. Sem dúvida. Esta mulher, teve o enorme talento de tornar o faduncho audível e apreciável. Para mim. Muito apreciável. No mais, a Hermínia não é recordada como actriz (o que faz todo o sentido).

 

2 comentários

Comentar post

stats

What I Am

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Em destaque no SAPO Blogs
pub