Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

CAFÉ EXPRESSO

"A minha frase favorita é a minha quando me sai bem"

CAFÉ EXPRESSO

"A minha frase favorita é a minha quando me sai bem"

O MEU CAFÉ EXPRESSO É MELHOR DO QUE O "EXPRESSO"


Cat2007

13.11.10

 

 

Veja-se que os semanários em Portugal estão maus. De facto, com excepção do Expresso, todos são maus e sempre foram. Comprei o Sol. Mau.

  

Em tempos, existiu o Independente, que enganou meio mundo. Ainda li lá muitas coisas interessantes, sobretudo na revista. O jornal propriamente dito era uma intriga gigantesca. Faliu, mas isso era o que os seus mentores já sabiam que aconteceria uma vez cumpridos os objectivos para que foi criado. É uma pena as pessoas capazes de criar projectos de jeito andarem quase sempre muito mal intencionadas.  

 

Actualmente, o Expresso, que se manteve sempre superior e digno, mesmo nos tempos áureos do fortissimo Intriguista, perdão, do Independente, já não vai para bom. Digo isto  assim como quem diz a uma pessoa de 50 anos: "Olha, já não vais para novo", mas, para o jornal, o princípio aplica-se ao contrário. É que, em princípio, os jornais ganham com a idade (como se diz que acontece aos homens - menos às mulheres - e é mentira). Assim, apesar do peso e dos anos, o Expressoestá a perder qualidade. Já não vai para bom, portanto, como disse. Isto afecta-me porque não tenho tempo para jornais diários.

 

Toda a gente sabe que os diários dão as notícias que se podem obter gratuitamente na rádio e na televisão e o seu suposto valor acrescentado reside nos editoriais e artigos de opinião, para além das palavras cruzadas e dos índices de espectáculos, entre outros modos de lazer, sem olvidar os anúncios de emprego. Mas até neste particular são batidos pelo Expresso Emprego.

 

Na verdade, não quero a opinião diária de ninguém. Acredito que só devemos atender às ideias dos outros depois de termos pensado muito bem sobre o assunto, construindo, melhor ou pior, as nossas próprias. De contrário, bom, de contrário, é meter a nossa boca no cérebro alheio. E não me parece que isso, para além de ser pouco prático, possa  ter um sabor agradável. Porque eu não disse no (certo e determinado) sexo alheio.

 

Ora, não é humanamente possível ter diariamente uma opinião formada sobre assuntos diários relacionados com factos que acontecem todos os dias. Prefiro saber das coisas e ir pensando nelas durante a semana. É bom chegar ao fim de semana com algum suporte informativo tratado para encarar o que os  ditos especialistas têm para nos dizer. A este processo  dou o nome de filtro.

 

Em resumo, é claro que os produtos dependem sempre, nas suas configurações, potencialidades e valências, dos seus destinatários. Portanto, Portugal tem o Expresso que merece. E, para quem gosta de café expresso, o melhor é tomar o café e pousar o jornal. O melhor  é até trazer o expresso dentro da chávena aqui para junto do computador e ler o meu blog.

 

Agora, como se vê e também pela força das circunstâncias, este blog deixou de ser um diário para ser um semanário. Sai aos sábados, pelos vistos. Isto pode ser bom porque, se o que eu escrevo for bom do ponto de vista que se queira, então, este blog pode ser uma boa leitura semanal.

 

Repare-se na falta de modéstia. É excelente, não é? É excelente fazer e dizer o que se quer. É excelente construir um espaço para isso. Toda a gente devia ter um blog. A blogosfera é do melhor porque admite incondescendências. Toda a gente tem direito a ser estúpido, arrogante, mal disposto, irreverente, pateta, vaidoso, desinformado e dar isso a conhecer ao maior número de pessoas possível. Aqui ninguém nos paga, nem temos um posto a segurar. E para quem é muito sensível às criticas, é bom lembrar que AQUI NEM DE PAPEL SOMOS!

31 comentários

Comentar post

stats

What I Am

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.