Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

CAFÉ EXPRESSO

"A minha frase favorita é a minha quando me sai bem"

CAFÉ EXPRESSO

"A minha frase favorita é a minha quando me sai bem"

LISBOA-PORTO DE TAXI


Cat2007

29.12.10

 

 

 

 

- Qual é a lógica?

- O quê?

- Ir de táxi para o Porto.

- Outra vez? Que chatice! Vamos fazer uma operação aos olhos. Os dois ao mesmo tempo. Lembras-te?

- Não. Esqueci-me. Porque não tem lógica. Esqueço-me sempre das coisas que não têm lógica.

- Ouve lá, o que não tem lógica? Não combinámos fazer a operação para tirar as lentes de contacto?

- Irmos de táxi para o Porto. Isto é que não tem lógica. Podíamos ter apanhado o Alfa, por exemplo.

- Vamos estar sem ver bem umas horas, como queres apanhar comboios?

- Mas estás sem ver agora?

- Deixa-me a cabeça em paz! Já discutimos isto. Vamos de táxi e voltamos de táxi. É mais cómodo.

- É muito mais caro.

- Que mesquinhez!

- Que falta de educação!

- Ofende-te que te chame mesquinho?

- Não me ofendo com declarações patéticas. É falta de educação gastar dinheiro deste modo. Tenho sempre que dizer as coisas que tu não sabes. Cansa-me.

- Sempre foste um miserável. Nasceste sem um tostão. Vais morrer tão pobre como nasceste.

- Nasci com a garantia de que tinha o suficiente para viver com normalidade. Morrerei com um pouco mais do que isso. Ou talvez não. Tu não nasceste. Por isso és sub-miserável. Também não sabes o que quer dizer miséria. E não é normal ir de táxi para o Porto.

- Não me afectas. Já me habituei a isso. A essa agressividade. E tu é que não és normal.

- Óptimo. Importaste que ouça um bocado de música?

- Ninguém tem um Iphone. Música para fugir. É para isso que te serve o Iphone.

- Sim. É importante poder fugir de vez em quando.

- Porque tens sempre que fugir de mim?

- Agora estou a fugir desta viagem de táxi. Sou contra. Fujo de tudo o que sou contra.

- És um cobarde.

- Não. Sou um sábio. E agora vou colocar os auscultadores, se me permites.

- Não permito. Era o que faltava fazer esta viagem sozinha.

- Podíamos não ter vindo de táxi. Tenho a certeza que no comboio tudo seria diferente.

- E o que seria diferente?

- Tenho a certeza que conseguira chegar ao fim da viagem sem te dizer que te vou deixar mesmo aqui no meio do caminho.

- O quê? Vais mandar-me sair do táxi?!

- Não. Vou mandar-te sair da minha vida em plena auto-estrada. Sabes, não vou conseguir voltar a ver bem e olhar para ti.

 

5 comentários

  • Imagem de perfil

    Cat2007 29.12.2010


    Será compreendida e perdoada se bater a porta com toda a força? NCR! Isso é capaz de depender da pessoa.
    Sabe dançar, mas disfarça muito bem? Socorro. Porque vem sempre aqui pôr-me a rir? Bom, sim. Acho que pode ser. Penso que devemos ser discretos quando fazemos alguma coisa que fazemos muito bem. É para não porvocar os outros. Acho boa educação. Sim.
  • Imagem de perfil

    Cat2007 29.12.2010

    Era para dizer provocar, caraças!
  • Sem imagem de perfil

    Vanda 29.12.2010

    pois, cum caraças
     Image
    deixo-lhe aqui um bonequinho para se rir e esquecer a dislexia.


    p.s é um palhacinho. percebe-se?
  • Imagem de perfil

    Cat2007 30.12.2010

    Obrigada. NCR!
  • Comentar:

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

    stats

    What I Am

    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Em destaque no SAPO Blogs
    pub