Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

CAFÉ EXPRESSO

"A minha frase favorita é a minha quando me sai bem"

CAFÉ EXPRESSO

"A minha frase favorita é a minha quando me sai bem"

A IMPORTÂNCIA DE NÃO SER GAY


Cat2007

21.06.11

 

As pessoas dizem que Paulo Portas é homossexual. Não sei porquê. Ana Gomes comparou-o de um modo bastante confuso a (Dominique Gaston André) Strauss-Kahn, por vezes abreviado por DSK. Se ela se soubesse explicar bem talvez se tivesse percebido onde queria ela chegar. Mas Ana Gomes explica-se sempre muito mal. Tão mal que até chateia. Porém, é verdade que Ana Gomes não disse que Paulo Portas é homossexual. Penso que talvez pelo menos isto seja importante para o líder católico assumido do partido como menos votos da nova coligação AD. No mais, Ana Gomes fartou-se de chatear com comparações incompreensíveis. Se fosse comigo ficava chateada. Gosto de perceber os modos como me insultam e porquê. Por outro lado, no caso do insulto público, creio que é importante que o público entenda. Enfim, sou pela transparência.

 

Como disse, diz-se que Paulo Portas é homossexual. Eu não sei se é. Nunca vi nada nem ele me disse. Pois não nos conhecemos. Mas e se fosse. Se fosse é uma hipótese que se coloca porque muita gente diz que sim. E sendo sim ele é presidente do CDS e agora Ministro dos Negócios Estrangeiros de Portugal. Já não sei se é CDS-PP. Acho que já não é PP. É só CDS. Não importa.

 

O CDS não importa é um partido que defende, entre outros princípios, a continuidade da estrutura tradicional da família. Marido, mulher e filhos. Sem divórcio. Sem abortos. Se Paulo fosse gay, seria um enorme patriota, um católico invejável e um homem com um espírito de missão devastador. Inquestionavelmente devastador de si próprio. No mais e com menos e ainda a propósito, é de acrescentar que um homossexual pode e, para certas pessoas, deve ser um heterossexualista convicto. Pois são esses os ensinamentos.

 

Tudo tem a ver com a força dos valores. E com a coragem para enfrentar o sofrimento e a força para não sucumbir. Se PP fosse gay, estaria a sofrer muito por todos nós. E evidentemente não praticaria o acto pecaminoso jamais. Porque ama Deus e também a verdade.

 

Assim sendo, por tudo o quanto fica dito, devo concluir que Paulo Portas não é homossexual. Porque claramente ele não é assim tão bom. Mas isto, como é evidente, sou eu para aqui a escrever.

14 comentários

Comentar post

stats

What I Am

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Em destaque no SAPO Blogs
pub