Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

CAFÉ EXPRESSO

"A minha frase favorita é a minha quando me sai bem"

CAFÉ EXPRESSO

"A minha frase favorita é a minha quando me sai bem"

RELAXAR


Cat2007

26.01.17

Resultado de imagem para relaxar

Queria dizer que hoje, mais uma vez, não procrastinei. Assim, fartei-me de fazer coisas úteis e não prazerosas. Em resultado disso estou cheia de tensão nas costas. Se tivesse andado a fazer coisas que não exigem esforço estaria muito mais descontraída. É o que concluo. Of course que já falei disto no post submetido ao título procrastinar, pelo que não vou voltar ao assunto. Apenas comecei assim para entrar no tema relaxar.

 

Eu preciso imenso de relaxar. Porque, lá está, tenho de trabalhar e não gosto. Como se passa muito tempo da vida no trabalho, a tensão instala-se num regime de permanência, como referi. É do esforço que se despende, como já disse.

 

Não acredito naquela coisa de que não se faz bem aquilo que não se gosta. A este propósito pode colocar-se a questão das prostitutas e do seu trabalho. Dá ideia, assim visto de fora, que estas senhoras não gostam do que fazem, sendo certo que muitas trabalharão muito bem. Isto é só um exemplo não pessoalmente testado, pelo que, nestes termos, vale o que vale.

 

Para relaxar costumo meter-me no sofá em frente à televisão sem ligar absolutamente nada ao que ali se vê e ouve. São mais os barulhos e as imagens que me motivam. A adormecer. Relaxo bastante quando durmo.

 

É claro que este tema, vindo de mim, não tem muito para abordar. Porque não sou especialista em massagens e/ou outras técnicas de relaxamento. Devo, no entanto, acrescentar que as massagens caseiras, apesar de não constituírem uma solução cabal, sempre são um caminho para levar a outros destinos. Destinos estes inegavelmente relaxante a final. As massagens caseiras são, portanto um meio (amador) para chegar a um fim (querido). Quando assim não é, o melhor é dormir.

 

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Cat2007 03.02.2017

    Olá, Nuno. Desculpe demorar a responder mas não tenho aparecido por aqui. Estou melhor das copstas, claro. Era apenas tensão.´Muito interessante a estória do homem de Valongo e das suas mulheres. Pois o sofá é ótimo e o quarto também. Eu, é como digo, gosto de adormecer no sofá da sala. E, quanto ao fumo do cigarro, não me incomodo. Porque, embora muito menos, ainda fumo. Gostei que aparecesse por aqui.
    Grande beijinho.
  • Comentar:

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

    stats

    What I Am

    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Em destaque no SAPO Blogs
    pub