Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

CAFÉ EXPRESSO

"A minha frase favorita é a minha quando me sai bem"

CAFÉ EXPRESSO

"A minha frase favorita é a minha quando me sai bem"

UMA RELAÇÃO DE VIVER


Cat2007

17.12.20

O que significa sonhar com nó? | Personare

 

A certa altura da vida estava numa relação de viver. E tinha um pequeno cão. Este cão foi comigo para lá. Antes, podia dormir na cama e estar nos sofás. Depois, foi relegado para uma cama própria para cães. Não me lembro bem dos argumentos. Recordo melhor os gritos. E foi para não ouvir gritos que acedi. Claro que, quando eu e o cão  estávamos sozinhos em casa, ele saltava para a cama e subia para o sofá. E assim passávamos horas até serem horas de a outra pessoa voltar. Chegada essa altura, eu depositava o cão na cama de cão, que deixava aos meus pés junto ao sofá. No entanto, a pessoa chegava e afastava a cama e o cão para longe de mim. Costumava revoltar-me com isto e ia buscar a cama do cão para ao pé de mim. E lá vinham de novo gritos. Por isso, às vezes, deixava o cão ficar lá onde fora posto. Acabei por deixar o cão mais vezes em casa da minha mãe onde era realmente feliz. E foi uma luz que se fundiu dentro de mim.

Mais tarde, estava em outra relação de viver. E um dos meus irmãos apareceu-me lá em casa doente. Vivia sozinho. Naturalmente, acolhi-o, deitei-o, mediquei-o. Porém, andava eu da cá para lá a tratar destas coisas, quando a pessoa me abordou na cozinha para me dizer que não o queria lá em casa. Porquê? Não me lembro dos argumentos. Só dos gritos. O meu irmão apercebeu-se e foi-se embora. Até hoje estou arrependida de não ter saído com ele naquele preciso momento.

De resto, a minha amiga de toda a vida nunca agradou a ninguém.

E no fim veio o verbo sufocar.  

 

TIRO NO PÉ


Cat2007

31.07.18

 

Resultado de imagem para tiro no pé

 

Não há pior do que uma pessoa zangar-se consigo própria. De facto, quando nos zangamos queremos estar longe do objeto que nos faz estar zangados. Ora, como não podemos viver longe de nós próprios, estamos a ser permanentemente violentados. Além de que, num processo destes, admitimos mais facilmente que outros nos venham chatear, uma vez que estamos mais permeáveis. 

 

FOI PORQUE NÃO PUDE


Cat2007

22.11.16

 
Resultado de imagem para zanga

 

Há uns dias que não apareço por aqui. É porque tenho andado um bocado ocupada. De qualquer forma, cá estou. É para dizer que eu agora não me zango comigo própria.

 

Dentro de um determinado contexto, envolvida e determinada por certos condicionalismos exteriores e interiores a pessoa faz, em cada situação de exigência, o melhor que sabe, bem como aquilo de que é capaz no momento.

 

Eu tive uma reunião que me correu muito mal. Talvez tenha posto uma série de objetivos em causa só porque não estava perfeitamente concentrada e alinhada das emoções.

 

Noutras alturas da vida, teria saído de lá a detestar-me por não ter tido o melhor desempenho. Porque acharia que seria bem capaz de fazer melhor do que foi feito. E seria. Mas não aconteceu. Aconteceu o que foi possível acontecer. A culpa de não estar perfeitamente alinhada não foi minha. Não há culpa nestas coisas. A culpa não é de ninguém. Em abstrato, eu poderia exigir de mim um determinado tipo de comportamento. Sucede que, no concreto, esse comportamento não se verificou. São as emoções que determinam os meus comportamentos. A questão é que estava um bocado ansiosa. E não consegui controlar a ansiedade.

 

Se não consegui foi porque não pude.

 

stats

What I Am

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Em destaque no SAPO Blogs
pub